Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bastidores do jantar do Congresso Técnico da Fifa no P12, em Florianópolis

19 de fevereiro de 2014 1
Foto do jantar do Congresso Técnico da Fifa no P12

Foto do jantar do Congresso Técnico da Fifa no P12

Ronaldo não foi ao jantar organizado para os técnicos e dirigentes do Congresso Técnico da Fifa, no P12 em Jurerê Internacional. O maior artilheiro da história da Copa do Mundo não foi, mas uma pessoa que estava no jantar contou alguns detalhes, curtos, desta noite que publico aqui no blog.

O vice-prefeito de Florianópolis, João Amin, e o secretário de turismo do Estado, Valdir Walendowsky, sentaram na mesa do secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke. Alias, Valcke era só elogios a Capital.

— Aproveitam Florianópolis — aconselhou Valcke antes do jantar em um pronunciamento.

CURTINHAS

Rússia: a possível decisão da seleção russa de trocar sua base de treinos antes da Copa do mundo da cidade de Itu, no interior de São Paulo, para Florianópolis também foi tema no jantar no P12. Lá, Fábio Capelo, treinador da Rússia, disse que estaria insatisfeito com o atraso na construção do campo de treinamentos em Itu e que Floripa seria uma possibilidade. Capelo vai visitar Itu antes de tomar uma decisão.

De volta em breve: Demetrio Albertini, ex-jogador italiano e que defendeu o Milan por 14 anos, disse que adorou a cidade e que vai passar as próximas férias aqui na Ilha de Santa Catarina.

Que pena: o técnico da França, Didier Deschamps, lamentou o pouco tempo em Florianópolis. Ele queria aproveitar um pouco mais da cidade e conhecer outros pontos da Capital.

Fã: Luis Fernando Suárez, treinador de Honduras, é super fã de Gustavo Kuerten e comemorou o fato de ter conhecido a cidade onde nasceu Guga.

Retorna com os parentes: o comandante do Uruguai, Óscar Tabarez, disse em entrevista na zona mista na tarde desta quarta-feira que apesar de sempre ouvir falar de Florianópolis nunca tinha vindo a cidade. Agora que conheceu, quer voltar com os parentes que sempre indicaram Floripa como destino.

Menu: uma grande mesa de saladas, com destaque para salada de polvo com marisco. Congro grelado, mignon grelhado ao molho do chefe e camarão flambado com creme de leite. Como acompanhamento mini moranga com aspargos, berinjela, arroz e farofa doce.

Capricho nos detalhes: em um dos cantos do P12 uma rendeira fazia renda de bilro ao vivo para mostrar uma das mais antigas tradições de Florianópolis. Além disso, os guardanapos tinham detalhes em bilro.

Quem também foi visto lá: foram Wilfredo Brillinger, presidente do Figueirense, e Delfim Pádua, Peixoto Filho, da Federação Catarinense de Futebol.

Comentários (1)

  • Pedro diz: 20 de fevereiro de 2014

    Florianopolis é tudo de bom, se tirar a capital ai sim, vira MONACO.

Envie seu Comentário