Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de outubro 2014

Rafael Costa luta por novo acesso e sonha em título inédito para a Ponte Preta

21 de outubro de 2014 0
Rafael Costa quer dar um título para a Macaca.Foto: Cristiano Estrela

Rafael Costa quer dar um título para a Macaca.Foto: Cristiano Estrela

Rafael Costa está mais uma vez na luta pelo acesso à Série A. Depois de ajudar o Figueirense a voltar a elite do futebol nacional, o atacante tenta levar a Ponte Preta para a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Mais do que isso, Rafa quer dar um título a Macaca.

O time de 114 anos não tem conquistas importantes, nem mesmo um Campeonato Paulista. Por isso, o foco de Rafael Costa também está no título da Série B.

— Todos aqui acreditam no acesso. Respeitamos todos, é claro, mas quero esse título que a Ponte não tem, isso é muito importante. Diferente do ano passado que o Palmeiras dominou o campeonato, desta vez o Vasco está oscilando e temos essa chance — disse o atacante por telefone.

Nesta terça-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, Rafael Costa enfrenta o Avaí. O jogo é o mais quente da rodada, os dois times lutam pelo acesso e o Leão precisa de uma vitória para não correr o risco de deixar o G-4. Uma partida tensa:

— Sempre me dou bem contra o Avaí, foi assim quando joguei pelo Metropolitano e Figueirense. Esse jogo espero marcar também — prometeu.

O atacante chegou em Santa Catarina através do Avaí, porém ganhou destaque no Estado defendendo o Metrô. No Figueirense conquistou o acesso e foi para a Coreia do Sul. Na Ásia ele esperava ter uma boa temporada, mas o técnico do FC Seoul não teve muitas oportunidades. Assim, pediu para voltar ao Brasil. Como a equipe coreana tinha interesse em Éverton Santos — jogador da Macaca —, Rafa chegou por empréstimo até o final da temporada.

— Ainda não pensei nos planos para o próximo ano. Voltar para a Coreia é difícil, porque se o técnico continuar lá não adianta, ele não me coloca para jogar. Eu também quero jogar uma Série A, mas agora o momento é de pensar no acesso — garante.

O tênis catarinense em festa

20 de outubro de 2014 0
Foto: Alvarélio Kurossu

Foto: Alvarélio Kurossu

O tênis catarinense esteve em festa na última semana. A Copa Guga Kuerten foi uma celebração do esporte com as competições de categoria de base e de cadeirantes. No mesmo dia que terminou a Semana Guga, a Federação Catarinense de Tênis (FCT) completou 60 anos. Fundada em 19 de outubro de 1954, a FCT se reinventou nos últimos anos com as competições de tênis infanto juvenil e, principalmente, com o Brasil Tennis Cup, torneio WTA e que já trouxe para as quadras catarinenses atletas como Venus Williams e Francesca Shiavone.

No dia 19 de outubro de 1954, o professor João David Ferreira Lima — também fundador e primeiro reitor da UFSC — fundou a Federação Catarinense de Tênis.

— Tal qual o Barão Pierre de Coubertein, fundador do Comitê Olímpico Internacional, o professor Ferreira Lima tinha a visão de unir educação e esporte. E é com esta filosofia que a FCT executa seus projetos desde a sua fundação — explica Rafael Westrupp, atual presidente da FCT.

Ymanitu, esperança de medalha na Paralimpíada. Foto: Chales Guerra

Ymanitu, esperança de medalha na Paralimpíada. Foto: Chales Guerra

Ymanitu Silva, campeão na categoria Quad da Copa Guga e esperança catarinense para a Paralimpiada de 2016 no Rio de Janeiro, é um dos tenistas do projeto Tênis em Csdeira de Rodas da FCT:

— A inclusão e formação social acontecem através de atividades como o Tênis em Cadeira de Rodas e o Tênis Comunitário. No rendimento, torneios amadores, infanto-juvenis e profissionais, bem como eventos internacionais de grande porte — completa Westrupp.

Os últimos anos foram de mudanças. As quadras de saibro deram lugar para as de piso duro, de cor roxa dando uma identidade visual ao Brasil Tennis Cup que em 2015 promete ser ainda maior:

— Em nossos palcos (quadras), tivemos ainda a presença de tenistas renomados, como os australianos Patrick Rafter e Lleyton Hewitt; os franceses Cedric Pioline e Arnauld Clement; a norte americana Venus Willians; a italiana Francesca Schiavone; e por fim a canadense Euginie Bouchard — finaliza Rafael, sem esquecer pessoas importantes para a FCT:

— Logicamente nada disto seria possível, não fosse a visão do sr. João David Ferreira Lima, e a coragem de todos os presidentes que passaram pela FCT: Marcílio Medeiros; Pedro Goulart; Gercino Schmitt; Rubens Vianna; Jorge Lacerda e Ricardo Pereira.

Para deixar o torcedor do Criciúma com saudades: Lins marca, dá vitória para o Gamba Osaka e confirma bom momento no Japão

07 de outubro de 2014 0
Reprodução

Reprodução

O torcedor do Criciúma deve estar com saudades do atacante Lins. O jogador defendeu o Tigre na temporada passada e ajudou o time a conquistar o Campeonato Catarinense e a ficar na Série A. Negociado com o Gamba Osaka, do Japão, o jogador deu um vitória heroica para o time azul contra o Kashima Antlers, na última rodada.

Lins marcou o gol da vitória aos 48 minutos do segundo tempo e o Gamba levou a melhor sobre o Kashima por 3 a 2. O atacante foi até capa de jornal, merecido. Com o triunfo o Gamba Osaka assumiu a segunda posição na J-League, a primeira divisão japonesa.

No campeonato, Lins tem 19 partidas e cinco gols. Nos últimos cinco jogos, ele fez três gols e deu uma assistência.