Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O que interessa nas estreias de Avaí e Figueirense é o resultado

02 de fevereiro de 2015 0

Avaí e Figueirense fizeram estreias que não deixaram nenhum torcedor empolgado. O Leão foi o primeiro a entrar e campo. Contra o JEC, os avaianos foram apáticos e não apresentaram um bom futebol. O gol de Anderson Lopes no final do primeiro tempo permitiu a recuperação. O vestiário fez bem e Geninho conseguiu arrumar a equipe. O que fica de mais positivo é a força de vontade dos jogadores em buscar o empate.

No Orlando Scarpelli, o Figueirense sofreu para bater o Atlético-IB, isso porque falta ao time um camisa 10. A diretoria terá que buscar um substituto para Juninho, jogador lesionado e que voltará apenas daqui a seis meses. Marcão provou que pode ser “o cara” do time, já que foi dele o gol que garantiu a estreia vitoriosa no Estadual.

Sintonia

Vinícius Eutrópio está à vontade no comando do Verdão, e estive em Chapecó para conferir. O treinador está gostando das condições de trabalho e impressionado com a preocupação da diretoria de investir na infraestrutura do clube. E os cartolas também estão gostando do treinador, por isso confiaram nos jogadores indicados por ele. Neste ano o time faz um planejamento diferente, trazendo atletas de Série A no Catarinense.
A estreia foi uma amostra do que o trabalho do Eutrópio pode fazer, mas o time só será testado de verdade no próximo domingo, quando enfrenta o Criciúma na Arena Condá.

Ligeirinhas

Artilheiro do Catarinense em 2012 e 2013, o atacante Rafael Costa começou muito bem o torneio ao marcar contra o Avaí.

Marcelinho Paraíba deixou o gramado da Arena Condá muito irritado. A razão foi a goleada sofrida pelo Inter de Lages. O experiente jogador mostra que continua com gana de vitória. Em campo não conseguiu ajudar sua equipe, mas no vestiário ele tomou a palavra e conversou com os colegas. O próximo jogo do Colorado promete ser diferente.​

Envie seu Comentário