Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vou de TAXI

01 de outubro de 2009 2

Ontem à noite eu tinha um aniversário para ir, mas como não dirijo – pelo fato de ser “malacabado” (como diria meu amigo Jairo)-, só havia duas alternativas: ir de carona ou pedir para a patroa fazer a função de motorista; levar e buscar.

Comecei a procurar na agenda do celular algum amigo que também fosse à festa e o único que poderia ir estava doente. Liguei para a patroa mas, para o meu azar, ela tinha reunião com um cliente e só poderia me buscar.

Foi aí que tive a brilhante idéia (nem tão brilhante assim) de ir de táxi, porém esbarrei em outro problema: será que a capital dos pampas possui frota adaptada?! Tem que ser um taxi no qual eu possa entrar com a cadeira de rodas, sem a necessidade de ter que me transferir da cadeira pro carro e vice-versa, pois nem todo cadeirante consegue se transferir sozinho, depende da sua limitação… e vocês devem estar se questionando por que não peço ao motorista para me ajudar no “transfer ”, não é? Simples: eles não possuem treinamento específico e daí fica complicado, e perigoso, pois somente a boa vontade, nesse caso, não ajuda.

Então fui procurar na internet. Achei várias empresas de táxi e liguei. A resposta que mais escutava era: “senhor, infelizmente não possuímos veículo adaptado”… e, quando já estava decido a desistir, uma senhora de uma dessas empresas me disse pra anotar um número, “eles possuem veículo adaptado”. Eu parecia ter ganho o Oscar de tanta emoção.

Ok, problema resolvido! Liguei pra ver se realmente eles possuíam esse serviço e a resposta foi que sim, porém, a tarifa é 50% mais cara do que os taxis comuns e para minha maior decepção, precisa-se agendar a “corrida” com o mínimo de 24hs de antecedência, ou seja, além de ter que pagar a mais, não se pode contar com este tipo de serviço em Porto Alegre e… azar de alguém que queria apenas sair pra se divertir…

Só para constar: Em São Paulo os taxis “comuns” já possuem uma frota grande de carros adaptados e o preço é o mesmo (Já testei e aprovei).

Então, aí vai um alerta pra cidade que vai ser uma das sedes da Copa de 2014, afinal, virão para Porto Alegre pessoas de todo o mundo e de todas as “formas físicas”.

A palavra da vez é: Acessibilidade. O direito constitucional de ir e vir é para todos.

E nas demais cidades, será que já existem taxis adaptados?

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Camila diz: 7 de outubro de 2009

    É meu bem… aqui em Porto Alegre tu realmente não tem escolha… ou pague um motorista particular ou pague mais caro pro táxi… Ah sim, temos a frota mais moderna de transporte coletivo, adaptados para portadores de deficiencia. Sim, a frota realmente é bem equipada a questão é, qual horário que elas passam??? Se tu tá na zona sul e quer ir pro shopping tu só tem duas alternativas, se for de ônibus. Ou passa literalmente o dia inteiro no shopping ou fica 1 horinha lá dentro. Não existe outro horário disponível… É magrão, quem mandou não andar??? Relamente quero ver na Copa como as pessoas vão circular por aqui. E olha que só estamos falando em cadeirantes, já imaginou como uma pessoa cega, surda ou sei lá o que vai se locomover nessa cidade? Ahhh não vai, vai ter que pagar táxi mais caro ou fica no hotel! Que absurdo…

  • Cristiane diz: 9 de outubro de 2009

    Olá Luis Felipe,
    Não sou da “sua tribo” como vc diz, mas encontrei o blog e estou gostando bastante, muito legal sua iniciativa de criar um blog, e expor sua vida, parabéns.

Envie seu Comentário