Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Rio de Janeiro: Pão de Açúcar

29 de outubro de 2009 2

Todo mundo conhece, pelo menos por vídeo ou fotos, o Pão de Açúcar. Confesso que foi um dos lugares mais bonitos que já tive a oportunidade de visitar e estava sim com aquela expectativa: será que vou poder “andar” por tudo?

Assim que cheguei me deparei com uma escadaria que dá acesso às bilheterias. “Começou!” Mas foi só um susto. Logo a frente havia um elevador específico para cadeirantes e assim que me aproximei um funcionário veio me auxiliar e me encaminhou direto para a bilheteria. Quando perguntei se deficiente físico tinha direito a algum desconto, fui surpreendido pela pergunta: “Você tem algum documento ou laudo médico que ateste seu tipo de deficiência?” Obvio que eu não tinha! Eu estava a passeio, visitando um ponto turístico da cidade, por que teria um laudo médico, cartão social ou qualquer coisa do tipo comigo??? Não é só olhar pra mim e ver que eu sou cadeirante? Comecei a ficar nervoso e achei que não fosse conseguir um benefício que eu sabia que tinha direito, mas logo em seguida o atendente pediu que eu preenchesse e assinasse um formulário e que tudo estaria ok. Burocracias! Desculpou-se e explicou que era assim que funcionava. Comprei meu ticket por R$ 22,00 (50% mais barato). Nessas horas aposto que muita gente gostaria de ser uma PPNE… eu confesso que adoro e meu bolso também hehe…

Continuei meu caminho e me deparei com outro elevador especial. Depois dele, lá fui eu feliz da vida para a fila do bondinho (na frente de todo mundo, hehe). Na hora do embarque outro funcionário veio me ajudar porque há um vão entre a plataforma e o bonde (o mesmo ocorre no desembarque, óbvio). Assim que entrei me posicionei em uma das pontas e como um bom turista comecei a fotografar durante toda a primeira subida. Quando o bondinho parou, desci (novamente com ajuda) e fiquei horas curtindo aquela vista MARAVILHOSA. Resolvi seguir para o segundo mirante e fiz todo ritual do bondinho de novo, sempre com funcionários a minha disposição. Logo desembarquei e acreditem; a vista era ainda mais ESPETACULAR. Eu já imaginava que fosse, mas só indo até lá mesmo pra saber de verdade. Resolvi ir até a lanchonete e vi que nem tudo estava perfeito. Para o meu azar, o “meu” elevador estava quebrado, mas, como é de praxe por lá, um funcionário prontamente se ofereceu para me descer pela escada e ficou atento as minhas necessidades.

O que constatei nesse passeio foi que o Pão de Açúcar é totalmente acessível. Possui banheiros adaptados e conta com elevadores desde a entrada até o último mirante, mas o que mais agradou – além da vista é claro – foi a prontidão e simpatia dos trabalhadores de lá. Em nenhum momento realmente procurei ajuda, ela sempre chegava antes de precisar procurar. Nota 10 para os funcionários, que ainda por cima me deram dicas de locomoção e outros lugares para passear pelo Rio. Muito obrigado a todos vocês e em especial um forte abraço ao funcionário Sr.Paulo.

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Dani diz: 3 de novembro de 2009

    É bom saber que existe essa preocupação e, mais do que isso, que ela não é só uma preocupação. Que serviços como esse dão certo!

  • guilherme diz: 4 de novembro de 2009

    no cristo vc foi? como eh? quanto eh o ingresso la?

Envie seu Comentário