Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Enfim, sensação de liberdade!

19 de agosto de 2011 0

Há exatamente 10 meses atrás eu estava lá do outro lado do mundo… em Barcelona!

Quando compramos a passagem eu não tinha muita idéia do que esperar, estava empolgado porque ia conhecer Paris, como sempre quis, e só! Só? Engano meu…

Nosso voo fez conexão em Doha, no Catar, e lá mesmo notei uma grande diferença entre o outro lado do mundo e o Brasil: notei que eu não era invisível pra eles. Fui extremamente bem tratado no Aeroporto, no Hotel… Apesar da mulher ser submissa ao homem na cultura deles, não deixaram em nenhum momento a Camila conduzir minha cadeira, carregar malas. Sempre tinha alguém ao meu lado pra me ajudar.

No dia seguinte fomos pra Barcelona e foi lá que eu tive uma das maiores sensações da minha vida: liberdade! Quem já esteve por lá sabe do que estou dizendo, e quem nunca esteve, por favor, vá! Eu fui mais pra agradar minha arquiteta porque um dos sonhos dela era conhecer a cidade então quando casamos pensei: vou levá-la! No fim das contas, eu acabei me encantando com a cidade tanto quanto ela.

Chegamos numa tarde ensolarada e de céu azul. O Aeroporto era lindo,  limpo, super sinalizado, uma coisa de outro mundo. Apesar de todas as facilidades de transporte que o Aeroporto oferece, acabamos pegando um táxi porque levar uma cadeira de rodas, malas…  por mais fácil que seja, não dá né!

Na chegada, um posto de informações que providenciou um táxi pra gente

No caminho Aeroporto – Hotel eu já fiquei encantado e entendi porque minha Camila gostava tanto daquele lugar:  A cidade linda, tudo bem organizado, casas, prédios bem feitos, ruas sinalizadas, limpas e largas, ciclovias… e praia!

Nosso primeiro dia por lá foi normal, apenas caminhamos pelas ruas da cidade porque já era fim de tarde. No dia seguinte começamos realmente nosso passeio e aí que fui me dar conta que lá eu sou como você aí que está lendo… lá, eu posso ir em todos os lugares, posso andar de ônibus, de metrô e até de teleférico! Sim… até o teleférico é adaptado.

No Teleférico de MontJuic - Totalmente adaptado!

Eu noto quando uma cidade é acessível para todos quando vejo pessoas com algum tipo de deficiência andando pelas ruas, e lá… vi muitos! Gente passeando nos calçadões, nos parques… na praia. Até a praia é acessível pra mim! Como cadeira de rodas e areia não combinam, em muitas áreas da praia eles colocaram decks de madeira, então eu consigo chegar sem nenhum problema. Eu vi banheiros públicos adaptados por todos os lugares, vagas para pessoas com deficiência livres, aguardando alguém que realmente precise…

Praia adaptada - Barceloneta!

Eu fiquei encantado, me senti parte daquele lugar, não me irritei nenhum único momento e não me senti excluído. Senti que tudo aquilo que eu estava vendo, me pertencia. Claro que em alguns lugares era muito mais prático eu ir de táxi, mas convenhamos… isso foi tão pouco que é irrelevante de se falar.

Não estou aqui hoje pra dizer que Barcelona é linda, maravilhosa, é isso ou é aquilo. Eu escolhi Barcelona pra minha Lua-de-mel pra satisfazer a vontade da minha esposa e, sem querer, fomos para o melhor lugar do mundo (pelo menos até agora) que eu poderia estar só com ela, sem precisar de ajuda de ninguém pra me subir ou descer dos lugares… nunca nos sentimos tão livres!

Em Barcelona eu tive a liberdade que gostaria de ter aqui… sim, lá me parece ser o melhor lugar do mundo pra morar!

Port Vell :))



Bookmark and Share

O primeiro dia do resto de nossas vidas

06 de julho de 2011 0

Há dois posts atrás eu contei pra vocês sobre meu casamento. Foi um casamento normal, apesar de algumas adaptações como o fato de irmos embora em carros separados, por exemplo, mas diferente mesmo foi o dia seguinte.

Eu e a patroa passamos a primeira noite de casados num Hotel (no mesmo que a família dela estava hospedada, inclusive no mesmo andar – coisa de Camila), acordamos e, ao contrário de um casal normal que sai do hotel junto e provavelmente vai viajar, eu fui embora e a Ca ficou. Talvez pensem “nossa, mas que homem insensível”, mas não teve jeito. Nós dois estávamos com visitas, cada um na sua casa, com programas diferentes e eu ainda preciso de ajuda pra muita coisa, então, foi a melhor maneira que encontramos pra passar nosso primeiro dia de casados tranquilos.

A Ca tinha combinado um passeio de barco com a família dela pra mostrar a Orla de Porto Alegre e eu e minha família fizemos um almoço em casa. Claro que seria muito divertido juntar todo mundo mas eu tenho um pouco de medo dessa história de barco e ainda achei que o famoso Cisne Branco, que faz passeios pelo Rio Guaíba aqui em Porto Alegre, não tivesse acesso pra mim. Quebrei a cara! Entrei em contato com o Cisne Branco através do site (clique aqui) e a informação que me passaram é que sim, tem acesso para cadeirantes! Claro que nem tudo são flores e não tenho como ir ao banheiro, por exemplo, mas se em vários barzinhos e restaurantes não tem banheiros adaptados, eu não poderia realmente imaginar que num barco tivesse. Só de saber que um dia, se eu tiver coragem, posso dar um passeio pela orla de Porto Alegre, já fico feliz!

Isso sim realmente é importante, afinal, logo logo sediaremos uma Copa do Mundo e num evento desse porte espera-se acessibilidade universal… certo?? Sinceramente tenho dúvidas se isso vai funcionar não só aqui em Porto Alegre como nas outras cidades também, mas pelo menos por aqui o passeio de barco está garantido.  (Em outro post também vou falar sobre acessibilidade dos aeroportos)

Outra coisa que andei pesquisando, até pela experiência que passei lá do outro lado do mundo, foi o Ônibus Turístico aqui de Porto Alegre e sim, ele também é acessível!! Fiquei muuuito feliz porque, acreditem, em Paris, a cidade mais visitada do mundo, o Ônibus Turístico não é acessível (mais um post garantido, que vocês vão ficar horrorizados!).

Aqui nós temos duas linhas: Linha Turismo Centro Histórico e a Linha Turismo Zona Sul. Se você ficou interessado pelos passeios, clique aqui para maiores informações.

Agora, claro… eu posso passear no Ônibus Turístico e no Cisne Branco mas não consigo me imaginar fazendo turismo pelas ruas do centro de Porto Alegre. Lá sim esqueceram que existem pessoas que não podem pular os buracos das calçadas e precisam de auxílio pra atravessar a rua porque rampa não existe e, quando tem, algum bonitinho faz o favor de estacionar o carro bem na frente, como se já não bastasse roubar minha vaga especial…

Realmente, apesar do ótimo exemplo em alguns aspectos, Porto Alegre ainda deixa muito a desejar quando o assunto é acessibilidade universal. Já melhorou muito, confesso, mas ainda tem muito que fazer.  Bem, ainda temos 3 anos!! Vamos nos mexer!

Bookmark and Share

Essa vaga não é sua... nem por um minuto!

14 de junho de 2011 0

Há algum tempo eu descobri uma campanha de trânsito a respeito das vagas destinadas para PPNE… Não vi essa campanha veiculada na TV, uma pena, porque nela, os sábios publicitários inverteram os papéis: colocaram as PPNE nas vagas das pessoas “normais”, só por um minutinho! Eu achei incrível!

Talvez a maioria das pessoas nem se dê conta, mas é muito normal ver uma pessoa parar na MINHA vaga na maior cara de pau. E não digo só na minha, digo na de idosos, gestantes… vagas especiais. Essa semana mesmo eu fui ao shopping, parei na minha vaga e vi o momento que uma pessoa ficou “paquerando” a vaga do lado. Era uma vaga pra Idosos e tenho certeza que a pessoa só não parou porque estávamos ali, olhando pra ele. Que triste! A pessoa tem que ter vergonha dela mesma, não de mim!!

Voltando a Campanha… nela, aparecem cadeiras de rodas vazias, “estacionadas” em vagas comuns, com um bilhetinho com algo do tipo “é só por um minutinho, volto logo”. É, é bem isso que escutamos mesmo: “é rapidinho”.

Eu gostaria muito que as pessoas pensassem um pouco na vida delas… poxa, você anda direito, enxerga bem, ouve… você é perfeito, como eu ou qualquer outra pessoa na mesma situação que a minha gostaria de ser… e mesmo assim insiste em parar numa vaga especial?? Ok, você é especial, afinal, é perfeito, mas será que dá pra entender que a vaga especial é pra quem PRECISA dela?? Pra quem realmente não pode parar o carro do outro lado da rua, descer do carro na boa e caminhar até o Super, o Shopping, ou onde quer que seja??

Eu não desejo mal a ninguém, graças a Deus sou uma pessoa com um problema físico, mas sou muito bem resolvido e não tenho mágoas, rancor, e muito menos raiva da vida por ser assim, mas quando eu vi a Campanha citada eu entendi: na  verdade, enquanto um determinado assunto não mexe diretamente contigo, você não enxerga que tem algo errado… sendo assim, eu entendo porque a minha esposa fica tão brava quando alguém para na minha vaga e ela diz que vai quebrar as pernas da pessoa porque aí sim, ela vai ter alguma dificuldade e vai poder usar a minha tão cobiçada vaga. Ninguém merece ser deficiente físico… não é legal. Mas quase todo mundo MERECE SIM ser deficiente físico por um dia. Aí, quem sabe, comecem a nos respeitar!

Pra que ficou curioso pra ver a campanha, clique AQUI. Vale a pena! Campanhas inteligentes sempre são bem vindas.

Bookmark and Share

Depois de uma reviravolta, voltei!

08 de junho de 2011 0

Desculpem pelo sumiço, mas sabe como é: ganhei um emprego que amo, casei com uma mulher linda, saí de uma casa térrea para um apartamento minúsculo… Pode parece pouco mas para mim é tudo um pouco mais complicado que o normal, então imaginem! Apesar de sentir saudades desse espaço, estava realmente difícil passar por aqui.

Agora me reorganizei e estou volta. Tenho muita coisa pra contar, algumas histórias entaladas, outras engraçadas… muita coisa mesmo e agora a “patroa” vai perder um pouco da atenção diária quando chegar em casa do trabalho porque vai ter que me dividir com vocês. Ainda bem que ela não é ciumenta, hehe.

Sem mais enrolações, vamos lá começar a primeira da volta: Meu casamento!

Quem andou dando uma voltinha por aqui alguns meses atrás soube que eu me casaria. Pois então, por mais que eu e a torcida do flamengo duvidássemos, casei dia 10/10/2010 com uma linda morena!  Tive um dia super corrido pra deixar tudo pronto e garantir que nada incomodasse a Camila porque ela estava estressadíssima. Imagine uma arquiteta detalhista e mimada casando? Foi um estresse! Estresse recompensado no momento que a vi descendo as escadas, linda, toda de branco, com um véu imenso que ela garantiu que jamais usaria (usou porque eu gosto, tenho certeza).  Um parêntese: leram “descendo as escadarias”? Pois é, nossa cerimônia e festa foram no Grêmio Náutico União, local que tem muitas escadas mas graças a Deus lembraram de mim e colocaram um elevador, hehe. Passada toda cerimônia e depois de muito choro de todos os presentes, tivemos uma festa muito animada e divertida. Eu, dancei… acreditem!  Em um determinado momento, a Camila saiu comigo pelo salão, correndo, empurrando minha cadeira, e dançando no meio dos convidados. Só quem estava lá pra ver nossa alegria.

Desde o momento que vi a Camila eu sabia que era com ela que eu me casaria. Em alguns momentos eu duvidava, naqueles dias que nos sentimos os últimos dos últimos, sabem? Mas no fundo, eu sabia. Sabia que ela era especial, que me enxergaria de uma maneira diferente e principalmente, eu sabia da minha capacidade de fazê-la feliz. Na verdade, tirando o fato de eu não poder pegar a minha Camila no colo, não há mais nada que eu não possa fazer por ela, e eu faço. E é isso que interessa. Eu andar de cadeira de rodas… pura bobagem. O amor não tem preconceitos e é isso que todo mundo tem que entender. Algumas coisas precisam ser “reprogramadas”? Ok, mas é só uma questão de Ponto de Vista!

Bookmark and Share

NOVIDADE NO AR!! (Literalmente....)

13 de agosto de 2010 0

Os Israelenses inovaram novamente (pra nossa alegria…)!! A última novidade é um aparelho que possibilita o acesso ao computador pela respiração. Como funciona? Parece ser bem simples…É um pequeno tubo colocado na narinas e conectado a um sensor que mede a pressão. Tá certo que não é esteticamente agradável nem deve ser bom de usar, mas não podemos reclamar!! É um avanço…até por que um tetraplégico testou esse controle da respiração para conduzir uma cadeira de rodas automática e, segundo o estudo, obteve um ótimo resultado. Com dizem, de grão em grão…hehe.

Bom, por hoje é só, pois os preparativos do casamento e da viagem estão tomando conta das apenas 24 horinhas que o dia nos proporciona!!! Sério, é muita coisa, principalmente pros PPNE como eu…no nosso caso os detalhes são imprescindíveis. Mas não se preocupem, postarei tudo isso nos próximos posts!

Para quem fica em Porto Alegre, um ótimo final de semana C-O-N-G-E-L-A-N-T-E!! E para os felizardos que irão subir a serra, boa neve!! Sim!! A previsão é de neve…levem máquina e tirem muitas fotos!! Até mais.

 

 

Bookmark and Share

AGORA TAMBÉM EM REVISTAS EM QUADRINHOS

02 de agosto de 2010 0

Os mais ligados em Super-Heróis já devem estar sabendo da novidade: O criador do Homem-Aranha lançará três novos personagens para histórias em quadrinhos e pasmem; um deles será um cadeirante!! Estamos ou não estamos na moda? Hahaha. Brincadeiras à parte, essa iniciativa é muito importante pra nós.

Soldier Zero é um professor de astronomia paraplégico que depois de um acidente passa a dominar uma arma de guerra alienígena. O desenhista – Javier Pina – é o mesmo dos atuais quadrinhos de Superman, e o roteiro é de Paul Cornell. Os outros dois personagens apresentados na recente feira de cultura pop Comic-Com são: The Traveller e Starborn.

The Traveller  tem  poderes de viajar no tempo e lutar contra assassinos do futuro. O roteirista será Mark Waid e o desenhista, Chad Hardin, de “Amazing Spider-Man”.

Já Starborn é o herdeiro de um império intergalático que o põe em meio a uma guerra entre cinco raças de ETs.  O roteiro é assinado por Chris Roberson e a arte é de Khary Randolph.

ATENÇÃO: A única dessas histórias que tem data de lançamento é da do Soldier Zero, que chega às livrarias americanas no mês de outubro. Quanta honra!

Agora é esperar e ver como ficaremos fantasiados de Super-Heróis.

Bookmark and Share

Nova Prótese

20 de julho de 2010 1

Pessoal, a empresa alemã Touch Bionics, acaba de lançar mais uma novidade em prótese trata-se do que há de mais moderno em mão biônica, assinado de i-Limb, cujo os movimentos são acionados por Bluetooh e a pele artificial da mão recebe uma pintura especial com tecnologia digital que permite que ela fique exatamente da cor da pele. Eles também desenvolveram o ProDigits, próteses para quem perdeu os dedos, essas próteses estão sendo utilizadas com sucesso por soldados americanos que serviram no Afeganistão e perderam partes das mãos.

Acredito que as dificuldades e limitações de um portador de necessidades especiais que não tenha um membro como a mão ou dedo, realmente estão com os dias contados e certamente poderão voltar a ter uma vida ‘’normal’’.

Bookmark and Share

Superação!

09 de julho de 2010 0

Muita gente me pergunta como eu enfrento meus limites físicos e normalmente estou de bem com a vida?!

A resposta é simples, superação! As vezes, até esqueço que sou PPNE, trabalho, namoro, viajo, sou feliz!

Acredito que não devemos ficar comparando nossas dificuldades, pois cada pessoa tem um jeito próprio de reagir a determinadas ”situações” que a vida nos impõe.

Então, pra finalizar essa semana eu posto esse vídeo que retrata exatamente o que eu penso e quero dizer… Para assistir, basta clicar AQUI.

Bookmark and Share

Celular para deficientes visuais

30 de junho de 2010 0

Finalmente um celular de verdade foi lançado para os deficientes visuais.

O Touch Messenger da empresa Samsung possui uma interface amigável e um display onde a pessoa pode ler tudo através dos dedos em Braille, e também poderá mandar e receber SMS’S e ainda ter certeza que está escrevendo corretamente. Outra função bacana desse celular é a opção de transformar as mensagens de texto numa mensagem de voz, dessa maneira, o deficiente visual poderá ouvir os torpedos que lhe serão enviados.

Uma vez que este produto é comercializado, espera-se aumentar a qualidade de vida para portadores de deficiência visual, atualmente existem cerca de 180 milhões no mundo inteiro.

O Touch Messenger é um produto desenvolvido pela Samsung Design de Xangai, na China, um país com cerca de 9 milhões de pessoas com deficiência visual. O produto é avaliado como um resultado de sucesso da estratégia global de design da empresa, ou seja, produtos adequados às necessidades locais e características devem ser concebidas e planejadas por obter inspiração dos mercados locais em países ao redor do mundo.

Espero que outras empresas sigam essa idéia e que chegue logo esse tipo de celular no Brasil.

Ficou curioso? Confere aí…

Touch Messenger

Touch Messenger

Bookmark and Share

Cadeira de rodas futurista

21 de junho de 2010 0

Pessoal, mais um lançamento futurista pra nós cadeirantes.

A empresa norte-americana de engenharia biomédica, a Exmovere Holdings que desenvolve produtos com alta tecnologia para saúde, segurança e mobilidade reduzida, sempre inovando, acaba de apresentar a Chariot um novo tipo de locomoção para nós portadores de necessidades especiais.

Diferente das cadeiras de rodas que conhecemos, o maior diferencial é que o usuário é mantido em pé para conseguir visualizar olhos nos olhos as demais pessoas. A ‘’cadeira futurista’’ envolve as pernas e quadril da pessoa e se move com sensores de movimento e inclinação para manter as mãos livres.

Outras características, a Chariot é movida a energia elétrica e possui sistemas de monitoração de batimentos cardíacos, temperatura corporal, aquecimento e resfriamento, GPS e um exclusivo sistema de sonar e radar para os deficientes visuais.

Quando eu penso que já vi tudo, sempre me surpreendo com uma novidade. Enquanto aguardamos a chegada da Chariot aqui no Brasil, quem quiser ver um vídeo que mostra o funcionamento dessa maravilha, basta clicar AQUI.

E aí, alguém já fez um ‘’test-drive’’?

Chariot

Chariot

Chariot

Bookmark and Share