Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

E por falar em transporte...

21 de setembro de 2010 1

Uma questão que sempre dá uma dorzinha extra de cabeça na organização de uma viagem é saber como vamos chegar ao nosso destino final, quanto vai custar o táxi para chegar, é longe ou perto, etc.

Quando eu decidi pagar um transfer do aeroporto para a casa que eu ia ficar também sabia da opção de simplesmente pegar o metrô. Mas imaginei que, após cerca de 14 horas de viagem, estaria super cansada, e que a melhor opção seria mesmo alguém já me esperando. Além do mais, eu trouxe 2 malas, e, obviamente, minha mãe não me deixou pensar duas vezes em relação aos meios de transporte – praticamente me obrigou a optar pelo transfer!! Coisa de mãe, mas totalmente compreensível – eu chegaria num país estranho, sozinha e com dois “pesos pesados”!!

O fato é que eu paguei 60 libras pelo transfer do Heathrow para Manor House – zona 2, enquanto que eu poderia ter gastado apenas 4,5 libras. Bom, não me arrependo porque minhas malas estavam mesmo muito pesadas, mas se eu tivesse algum amigo morando por aqui que pudesse me ajudar, ou uma mala a menos, pegar o metro seria tranqüilo.

Por aqui existem 5 aeroportos na área conhecida como Grande Londres. A maioria dos vôos que vem do Brasil chegam pelo Aeroporto Internacional Heathrow – o mais movimentado da Europa.

Minha idéia neste post é “clarear” seus pensamentos e te livrar desta dorzinha extra. Você vai poder conferir a chegada da minha amiga Paola em Londres, e quais os passos, literalmente, que deve dar para comprar seu ticket e pegar o metrô. Ela veio pela companhia aérea Tam, e todos os vôos que chegam pela Tam vem pelo terminal 1.De qualquer maneira, confirme sempre qual será seu terminal.

Para chegar até lá, para você que já mora em Londres, é só pegar a Piccadilly Line. Mas cuide antes de entrar no trem para onde ele vai, porque ele pode não parar em algum terminal – isto está escrito no letreiro eletrônico na própria plataforma. Se você já pagou o Oyster semanal normalmente, apenas peça uma “extensão” para a zona 6 para um dia – onde fica o Heathrown  – e você deve pagar apenas umas 3 libras para ir e voltar.

Você que chega, siga o caminho que fizemos para comprar seu ticket. Você pode comprar na máquina e pagar 4,5 libras, mas, se não se sentir muito seguro, vá até as cabines e solicite ao atendente o ticket. Se a estação que você vai descer fica em Piccadilly Line, beleza. Se não, você pode ali mesmo solicitar o Oyster card – aquele que citei no post “De metro… Para o trabalho!”, e já carregá-lo para andar na cidade a vontade.

Aliás…

Paola é cidadã européia. É tranqüilo viajar pela Europa para quem tem o famoso passaporte vermelho, mas, obviamente, sempre rola uma insegurança – como será na imigração? No vídeo que segue, você vai poder conferir também como foi a chegada dela por aqui …


Comentários (1)

  • paola diz: 21 de setembro de 2010

    SOU EU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Envie seu Comentário