Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Ney Franco: "Falta coragem para lançar jogadores jovens no Brasil"

27 de maio de 2011 3

O mineiro Ney Franco, 44 anos, escolheu Porto Alegre como ponto de partida para um “corpo a corpo” nos principais clubes do país. Técnico da seleção sub-20 e coordenador geral das categorias de base da CBF, Franco está desde terça-feira na Capital, onde fica até hoje. Quer conhecer de perto o trabalho de Grêmio e Inter, clubes com tradição em fornecer jogadores para as seleções de base. Em sua passagem pela capital, Ney Franco falou com exclusividade ao blog Pratas da Dupla.



É dele a árdua tarefa de gerenciar essa mina de ouro que revela em profusão garotos como Neymar, 19 anos. Para o Mundial sub-20 da Colômbia, de 29 de julho a 20 de agosto, Ney Franco adianta que não abre mão de Oscar, do Inter, e confirma estar de olho em Leandro, do Grêmio. A tendência é de que a convocação do próximo dia 17 relacione nascidos entre 1991 e 1992. Leandro é de 1993, mas pode surgir na lista.

— O nosso objetivo é formar seleções cada vez mais fortes e isso também depende do trabalho dos clubes — disse, ao justificar a visita.

Titular da Seleção principal, Neymar está fora. Segue o caminho previsto pelo Ney, segundo o qual o atacante do Santos deve ser o melhor do mundo em dois ou três anos.

O técnico ainda tem o desafio de lapidar os talentos para a Olimpíada de 2012 e a Copa de 2014. Para isso, trabalha em sintonia com Mano Menezes, disseminando os mesmos conceitos em todas as categorias, a partir do sub-15. O modelo tático privilegia uma linha de quatro homens na defesa e variações de 4-4-2 e 4-3-3. Outra premissa é apostar em jogadores habilidosos. Ney esbanja otimismo com essa nova safra que passa pelas suas mãos, sobretudo os campeões do Sul-Americano sub-20, disputado em fevereiro e que servem de base para o Mundial.

— Vejo um potencial enorme nessa geração. O Brasil nos surpreende a cada temporada. De seis em seis meses, surge uma revelação.

Sua passagem por Porto Alegre rendeu elogios à Dupla. Ney se disse impressionado com a quantidade de campos e categorias trabalhando simultaneamente no CT gremista de Eldorado do Sul. Ele destaca ainda as comissões técnicas, com metodologias bem definidas e integradas. Na visão de Ney Franco, estrutura não falta ao Brasil, mesmo em comparação com clubes europeus. Adepto de uma gestão multidisciplinar do futebol, não dispensa psicólogos e assistentes sociais, por mais que os técnicos também se empenhem em motivar os garotos. O problema brasileiro não está em formar jogadores, mas em lançá-los, garante o técnico, defensor de cotas para talentos da base nos grupos profissionais.

— Falta coragem para lançar jogadores jovens no Brasil.
Digamos que no Grêmio ou no Inter há um jogador que passou por todas as seleções de base e que agora está com 18, 19 anos. Devido ao momento do time, acaba não sendo utilizado e é emprestado a um time do Interior. O clube pode até perder esse talento. Para evitar isso, é preciso criar um espaço, determinar um percentual dentro do grupo profissional para atletas da base.


Cinco da Dupla
Oscar, Juan e Romário, do Inter, Fernando e Saimon, do Grêmio, jogadores campeões do Sul-Americano Sub-20 no início do ano, estão praticamente certos na lista do Mundial da categoria, com data prévia para divulgação em 17 de junho. Em observação e elogiado por Ney Franco, o atacante Leandro também tem chances de ser chamado. Mais recente revelação do Grêmio, o garoto seria convocado para um torneio em Barcelona, mas os jogos da Libertadores acabaram mudando os planos da CBF.

Contando a partir da estreia da seleção no Mundial em 29 de julho, os garotos desfalcarão a dupla Gre-Nal, no mínimo, em sete rodadas do Brasileirão, caso o Brasil chegue à final. A data de apresentação dos convocados na Granja Comary ainda não foi definida, mas deve ser na primeira semana de julho.

Mundial sub-20
Grupo E, de Barranquilla
29/07 — Brasil x Egito
01/08 — Brasil x Áustria
04/08 — Brasil x Panamá

Comentários (3)

  • Claudio diz: 27 de maio de 2011

    O Grêmio já não tem time e o Nei Franco ainda quer levar o Leandro.

  • Lauri Guerra diz: 27 de maio de 2011

    Porque somente jogadores da dupla gre-nal, quando o Juventude é o campeão estadual da categoria e fez no ano passado participações bem melhores que a dupla grenal tanto na copa SP como na Taça BH, as duas maiores competições nacionais da categoria?
    Ali está demonstrado o interesse da CBF em projetar jogadores apenas de alguns grandes clubes em detrimento não só dos clubes menores como da própria seleção. Bressan, zagueiro do Juventude, por exemplo, é melhor que alguns dos convocados (e só tem 18 anos). O goleiro Follman tambem tem nível de seleção. Quando Tiago Silva e Naldo jogavam tanto no RS FC como no Juventude já eram craques e nunca foram convocados para as seleções de base. O Fernando Menegassso foi convocado para a seleção principal mas nunca na base.
    O Caxias, outro exemplo, já foi 4 vezes campeão estadual da categoria e nunca teve um de seus atletas campeões convocados para seleção de base.
    Esta mancomunação entre CBF, grandes clubes e empresários é extremamente prejudicial ao futebol brasileiro.

  • Zé Luiz diz: 27 de maio de 2011

    O Oscar está no grupo principal do Inter, o Juan está conquistando seu espaço e espero que neste brasileirão seja um grande destaque frente a zaga colorada. Ai vem a seleção sub-20 e tira o jogador do planejamento do clube por sete rodadas. Sem falar que o Oscar é perda notória de qualidade no elenco. Tenho um certo preconceito quanto a seleção brasileira. Sou mais colorado que brasileiro, mais gaúcho que brasileiro.

Envie seu Comentário