Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Base forte, times de chegada e olho no mercado: Igrejinha adapta receita da dupla Gre-Nal e surpreende

22 de junho de 2011 8

A 82 km de Porto Alegre, longe dos holofotes da dupla Gre-Nal, vem um exemplo de sucesso no trabalho de categorias de base. Desde 2008, o Esporte Clube Igrejinha coleciona boas campanhas e, nesta quarta-feira, começa o confronto das semifinais do Gauchão de juniores contra o Caxias, no Centenário, às 17h30min. Dono da melhor campanha da competição, tem a vantagem de decidir em casa uma vaga na final contra Grêmio ou Inter. Mais um prêmio para um clube reerguido pela força da gurizada.
> Siga o Pratas da Dupla no Twitter

Figura carimbada da Divisão de Acesso do Gauchão, o Igrejinha entrou num profundo hiato a partir dos anos 1990. Em 2006, uma nova gestão assumiu com o compromisso de revitalizar o clube. O recomeço foi, literalmente, por baixo, pela equipe juvenil. Com um ano de trabalho, já chegou às semifinais do Estadual da categoria. Hoje, são esses mesmos garotos, beirando os 20 anos, que brilham nos juniores. Entre escolinhas e categorias, cerca de 200 garotos tentam a sorte no clube.

Os olhares agora passam a se voltar ao futebol profissional. A expectativa da direção é reerguer a categoria em 2012, disputando a 3ª divisão estadual. A opção por iniciar o trabalho pela base veio depois de uma profunda análise de experiências de outros clubes, que costumam gastar dinheiro com jogadores veteranos, sem identificação com a comunidade. Além de preparação técnica e física, conta com núcleos de avaliação, nutrição, psicologia e medicina.

— Em menor proporção, seguimos a receita da dupla Gre-Nal. Nossa ideia é trabalhar com atletas da região, revelar talentos para clubes maiores e gerar outras formas de receita — afirma o diretor de futebol Fabiel Port.

Zagueiro do Grêmio é cria do Igrejinha

Os objetivos se tornaram realidade em tempo recorde. As boas campanhas nos últimos quatro anos forçam a mudança do perfil do grupo a cada temporada. Do time vice-campeão da Copa RS de 2010, apenas quatro titulares permaneceram. Ao menos 10 atletas já foram negociados. Paraná, Coritiba, Goiás e Juventude já receberam crias do Igrejinha. O zagueiro Dener (foto) integra a equipe júnior do Grêmio (clique aqui eveja vídeo de Dener em ação no Igrejinha). No Empoli, da segunda divisão italiana, joga o volante Luan. Cabe ao clube um determinado valor em transferências futuras desses jogadores.

Com o apoio de patrocinadores locais e rendas da bilheteria, o estádio Alberto C. Schwingel, com capacidade para até 3 mil pessoas, passa por reformas. As arquibancadas foram completamente remodeladas e aguardam uma moderna cobertura. Estão previstas ainda melhorias nos vestiários.

Campanha impecável: 15 jogos sem perder

Dentro de campo, o time está voando. Perdeu apenas na estreia do Gauchão de juniores, para o Porto Alegre. Desde então, sustenta invencibilidade 15 jogos. A dupla de zaga Cleiton e Emerson são destaques de uma equipe obstinada na marcação. De boa chegada à frente, o lateral-esquerdo Beloir também chama a atenção. O técnico Everton Fabro salienta a união do grupo e a manutenção de uma filosofia de futebol mesmo com o vaivém de atletas a cada fim de temporada. Para a semifinal, promete ousadia.

— Estamos, passo a passo, conquistando o respeito dos outros clubes. Nesta semifinal, vamos tentar nos impor. E como se faz isso? Com a bola no pé — projeta Fabro, que trabalha num 4-4-2, em losango no meio-campo, à la Renato Portaluppi.

A dois jogos de encarar Grêmio e Inter na final, Fabiel Port não esconde a ansiedade de receber um dos grandes do futebol gaúcho numa eventual partida decisiva. Embora ciente da diferença de estruturas, o dirigente mantém o otimismo.

— É o nosso grande sonho. Vai ser difícil, mas a gente vai incomodar.

Depois de tudo que o Igrejinha conseguiu em apenas quatro anos, alguém duvida de algo mais?


Time-base:

Ludiero; Alcemir, Cleiton, Emerson e Beloir; Luan, Juan, Filipe e Didu; Rodrigo e Catiano.

Em busca da taça:
2008 – semifinalista do Gauchão juvenil
2009 – seminfinalista da Copa RS juniores
2010 – vice-campeão da Copa RS juniores (final contra o Inter)
2010 – semifinalista do Gauchão juniores

Confira abaixo vídeo com os gols da vitória sobre o Juventude, nas quartas de final:

Comentários (8)

  • luiz carlos knopp diz: 22 de junho de 2011

    Na Região Sul do RS, o Pelotas também realiza um exelente trabalho, até sub-17, com a perspectiva de nesta ou na próxima temporada ir até sub-20.

  • Felipe Daniel diz: 22 de junho de 2011

    Parabéns pela reportagem e grande sorte pro E. C. Igrejinha!! Ótimo trabalho!!

  • Ariel diz: 22 de junho de 2011

    Parabéns pela matéria!
    Muito boa.

  • Tiago Lauck diz: 22 de junho de 2011

    Parabéns pela matéria Lucas!
    Parabéns também a direção do E.C Igrejinha que vem fazendo um excelente trabalho!
    Vale a pena rever o vídeo da pintura do Beloir no primeiro gol contra o juventude. É bom de bola esse gurí!

  • Maçambará diz: 22 de junho de 2011

    Parabéns Belinho.. Vamo te q i pro inter né!!

  • janderson diz: 22 de junho de 2011

    parabens pela materia muito legal fico feliz c campanha do igrejinha torço p eles sao jogadores guerreiros e supriendendo a todos parabens beoir p gol q golaço janderson portao

  • Pratas da Dupla » Arquivo » Gauchão de juniores: Caxias vence Igrejinha e larga em vantagem na semifinal diz: 22 de junho de 2011

    [...] > Leia mais: conheça o Igrejinha, que surpreende nas divisões de base [...]

  • cicero luis l machado diz: 23 de junho de 2011

    isso que esta feito no igrejinha es otimo para o futebol gaucho, jovens talentos se formando para o futebol e mais um clube no futuro pode estar trilhando entre os grandes

Envie seu Comentário