Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Pelaipe planeja Central de Dados para facilitar garimpo e promete: “Agora, queremos formar atacantes”

27 de setembro de 2011 23

Paulo Pelaipe conhece as categorias de base como poucos. Começou ali a sua trajetória como dirigente do Grêmio. Orgulha-se de ter, à época, vinculado o setor ao departamento profissional, numa gestão integrada. Mas o diretor executivo não gostou do que viu ao retornar ao clube há quase 60 dias. Pretende fazer uma cirurgia na base, que já começou com contratações de promessas de fora e mudanças no comando, como Marco Biasotto, novo coordenador geral (clique aqui e veja todas as alterações). Mas o dirigente quer mais: pensa em formar atacantes e voltar a conquistar títulos, algo que não acontece desde 2009. Além disso, vai implantar até o fim do ano na base um CDD (Central de Dados Digitais) aos moldes do serviço profissional, com o cadastro completos dos garotos, scouts dos jogos e monitoramento das promessas espalhadas pelo país para facilitar o garimpo dos talentos.

- Mudou a filosofia – garante, em entrevista à nossa colega de clicEsportes, a setorista Tatiana Lopes.

> Confira abaixo os principais trechos:

Pratas da Dupla – O que mudou e vai mudar na base do Grêmio?

Paulo Pelaipe – Mudou a filosofia. Hoje, da sub-12 em diante, queremos ganhar títulos, e isso só se consegue com trabalho. Nessa faixa etária, os jogadores precisam ser treinados, têm que ter fundamentos, temos que ensinar eles a jogar futebol. Para eles não chegarem ao sub-15, sub-17, despreparados. Precisam estar preparados para ser chamados pelo profissional. Mudamos conceitos nas avaliações também. Agora, estamos partindo para uma nova etapa, vamos ter um CDD das categorias de base até o final do ano. Dentro dos clubes que visitei, eles apertam um botão do computador e eles sabem de todos os jogadores do Grêmio que têm potencial, por exemplo. E é isso que vamos fazer no Grêmio.

Pratas da Dupla – A torcida reclama bastante da carência de atacantes. É um dos focos?

Paulo Pelaipe - O Grêmio revelou muitos jogadores de meio, zagueiros, e agora partimos fortes no mercado a buscar atacantes para a base. Acho que o último grande atacante revelado foi o Alcindo, na década de 1960. Com todo o respeito, e tiveram grandes jogadores, agora queremos formar atacantes. Nós temos o Mamute, que tem 16 anos, é criado aqui no Grêmio. Trouxemos outro atacante, o Ruan, do Sport, que é muito bem referendado. Trouxemos ainda o (Anderson) Paraíba, que é um meia, e estamos contratando mais de uma dúzia de atletas recrutados no Brasil, e que têm muito potencial.

Pratas da Dupla – Disputar a Laci Ughini com os garotos também é uma estratégia desse novo pensamento também?

Paulo Pelaipe - Estamos jogando a Laci Ughini com jogadores sub-19 para dar amadurecimento a eles, para jogarem contra jogadores profissionais. Assim como o Lucas Leiva, o Leo, o Willian Magrão amadureceram. Não estamos colocando jogadores que não estão sendo aproveitados na equipe principal (à exceção do último Gre-Nal) porque a equipe de guris precisa jogar para evoluir.

Comentários (23)

  • Alvaro diz: 27 de setembro de 2011

    Interessante que os grandes clubes do País “contratam” jogadores para as categorias de base. Se algum clube europeu faz a mesma coisa é pirataria.

  • Claudio diz: 27 de setembro de 2011

    Realmente , o grêmio precisa passar por forte remodelação , para quem acompanha a base verifica-se um certo atraso nas ações do Grêmio . Ficou um período …. parado no tempo , falta agressividade nas ações , precisa efetivar maior competitividade. VISIBILIDADE .Principalmente para as principais categorias , exemplo a sub 14 ( pré infantil ) nascidos em 1997 , esta categoria é considerada para quem acompanha a base , principalmente a tricolor , uma das melhores do Brasil , junta-se lá uma geração de no mínimo 5 talentos de grande futuro para o clube . Dar maior visibilidade para seus talentos ( suas joias preciosas ) , ou seja …. uma estratégia mais eficaz .É preciso planejar a medio e longo prazo com as categorias mais novas , do juvenil pra cima está muito complicado , é o resultado do período atrasado , reflexo. Para não correr o risco de perder talentos , precisa estar bem planejado e protegido juridicamente . O grêmio tem tudo , absolutamente tudo para dar certo !!! Tem um CT de primeiro mundo , tem tradição e sem dúvida alguma ótimos profissionais na formação .

  • Jonas Rafael diz: 27 de setembro de 2011

    Ficou quatro anos no comando do futebol e não percebeu isso. Desde 2008 que eu falo aqui que o problema da base do Grêmio é não formar atacantes. Enquanto todo mundo elogiava o Pelaipe e o Rodrigo Caetano, o Inter, que nunca teve um “profissional do ramo”, como o tão badalado Caetano ia lá e empilhava atacantes, poirateados de outros clubes menores. Então parabéns Pelaipe, pela descoberta do que tem que ser feito, ainda que com 4 anos de atraso…

  • Jorge diz: 27 de setembro de 2011

    CONTRADITORIO >>>No adianta formar otimos jogadores na base e ter Celso Roth no comando.

  • Valberto diz: 27 de setembro de 2011

    O Alvaro, vc acha que levar, para fora do pais, meninos de 12 anos ou ainda menos disso não é pirataria, me desculpe, mas vc deve ser empresário…..

  • Colorado dos Pampas diz: 27 de setembro de 2011

    Sempre copiando o Pai. O Inter já faz isso há, no mínimo, uma década.

  • Sonego diz: 27 de setembro de 2011

    Grande novidade, o Pelaipe deve ter visto o DVD do Fernando Carvalho.

  • mila diz: 27 de setembro de 2011

    ENGRAÇADO MAS, 1º DEVERIAM USAR CRITERIOS DIFERENTES PRA AVALIAR (FAMOSOS TESTES)NOVOS ATLETAS.SOU DE TRES PASSOS E TENHO ACOMPANHADO ALGUNS AMIGOS QUE MANDARAM FILHOS FAZER TESTE NO INTER E NO GRÊMIO. AÍ 1º PASSO COLOCAM OS GURIS FAZER 02 DIAS DE AVALIAÇÃO FÍSICA PRA DEPOIS FAZER TESTE DE 15 MINUTINHOS NA PRATICA PRINCIPAL QUE É JOGAR FUTEBOL, AÍ QUE REPROVAM A MAIORIA POIS LOGICO A PERNA DE UM MENINO QUE NÃO É ACOSTUMADO COM UMA PREPARAÇÃO FÍSICA DESSAS VAI PESAR DUZENTOS QUILOS,ENTÃO COMO VAI MOSTRAR O QUE REALMENTE SABE JOGAR DEPOIS DE 02 DIAS EXASTIVOS DE EXERCICIOS FISICOS. POR ISSO QUE SE PERDE MUITO TALENTO. ACHO QUE 1º PRECISA VER A CONDIÇÃO TECNICA, PREPAR FISICAMENTE PODE DEPOIS JÁ QUE GREMIO E PRINCIPALMENTE INTER TEM CATEGORIAS DE BASE TÃO BOA ASSIM. COM O DAMIÃO DEVE TER ACONTECIDO MAIS OU MENOS ISSO, FOI REPROVADO POR ALGUM PROFISSIONAL MAL PREPARADO NO CORINTIANS PRA DEPOIS SE DESTACAR NA VARZEA.
    AINDA EXISTE A QUESTÃO DESSES MENINOS QUE VEM DO INTERIOR MUITAS VEZES DE MUITO LONGE, COM DIFICULDADE DE ADAPTAÇÕA DEVERIAM RECEBER UMA ATENÇÃO MELHOR PRA SE SENTIREM MAIS A VONTADE.

    SE ESSE COMENTARIO CHEGAR AO PELAIPE OU ATE A DIREÇÃO DE INTER E GREMIO TALVEZ POSSAM REVER COISAS SIMPLES E QUE PODEM AJUDAR MUITO.

    NÃO TENHO FILHO QUE QUEIRA SER JOGADOR DE FUTEBOL E NÃO SOU E NEM PRETENDO SER EMPRESARIO DE FUTEBOL.

    UM ABRAÇO.

    LAURINO BERGMANN, TRES PASSOS- RS

  • Alisson diz: 27 de setembro de 2011

    O Grêmio tem que seguir exemplo do Barcelona, esse é o maior formador de craques do mundo. No entanto, eu fico feliz em saber que o tricolor está se mexendo, pois ao meu ver o futuro de um grande clube começa por uma categoria de base forte.

  • Fernando Guilherme Roos diz: 27 de setembro de 2011

    Bem que poderiam “garimpar” um novo técnico e uma nova diretoria …. porque a segundona tá aí ! hã não? “Entãotá”

  • Fernando Guilherme Roos diz: 27 de setembro de 2011

    Escreveram errado …. o certo sería …. Prata$ da Dupla e % dos Cartolas ….

  • osmar quinto diz: 27 de setembro de 2011

    Beleza, porém todo esse cuidado, também tem que ser coerente na questão vendas, ou seja ter o cuidado para não precipitar as vendas. Jovens de 18 anos já foram vendidos sem sequer jogarem uma partida pelos profissionais, hoje na Italia uma das maiores promessas de zagueiros “oriundis” vindos de outros paises é um ex-base do grêmio que sequer passou pelos juniores. Assim precisamos ter cuidado para usarmos o momento certo de venda. O clube precisa fazer dinheiro, os empresários e investidores as vezes precipitam o retorno de suas aplicações, caberá a nossos administradores ter jogo de cintura para equilibrar essa situação. Bato palmas, parece que finalmente depois de três ou quatro décadas surgirá finalmente um centro avante no Olímpico, eu disse centro avante jogador de área.

  • Marcelo diz: 27 de setembro de 2011

    Amigo Alvaro, você está desinformado.

  • Luiz Paulo – Londrina diz: 27 de setembro de 2011

    JÁ PENSOU, DAGOBERTO NO ATAQUE DO GRÊMIO???

  • Osvaldo Ávila diz: 27 de setembro de 2011

    Senhor Pelaipe, que eu saiba, o centroavante Alcindo (talvez o melhor da história do Grêmio) foi formado nas categorias de base do Internacional. Na hora da profissionalização o Alcindo foi dispensado pelo Internacional, foi contratado pelo Grêmio e emprestado a um clube de Rio Grande, que não lembro se é o Rio Grande ou Rio Grandense, foi goleador do campeonato Gaúcho pelo clube de Rio Grande e no ano seguinte iniciou sua trajetória como centroavante do Grêmio, onde foi titular por vários anos.
    Somente software e computador não vão qualificar os jovens jogadores das categorias de base. É necessário que sejam contratados professores, ex-jogadores, orientar os jovens e transmitir seus conhecimentos. O Internacional tem o Ortiz para orientar seus jovens talentos.
    Torço para que o Grêmio consiga formar bons atacantes…

  • Felipe diz: 27 de setembro de 2011

    Trabalho de formação de jogadores com foco em conquistas só mantêm dirigente feliz e treinador no cargo. O desenvolvimento do atleta acontece em longo prazo, não do contrário. Com um dirigente com uma mentalidade assim, é o início do fim do trabalho de base do Grêmio … infelizmente só há retrocesso no Grêmio

  • Gerson diz: 27 de setembro de 2011

    Uma coisa que me deixa perplexo é deixar o Leandro no banco e às vezes nem relacioná-lo e colocar o Brandão na equipe. Não sou um crítico do Roth, mas acho isso um absurdo, será que ele treina tão bem e o garoto tão mal, porque quando entra em jogos acho sempre ele muito bom, já Brandão dá pena.

  • Villa diz: 27 de setembro de 2011

    O Grêmio acaba de perder um atacante de velocidade sub-16 que está chegando na europa para testes por falta de oportunidades aqui. Por 3 vezes não foi aproveitado na base. Agora terão que pagar em euros.!

  • wanderlei diz: 27 de setembro de 2011

    O dificil de digerir nisso é que vamos ter que aguentar Pelaipe,Odone e Roth por mais um ano.Bando de fracassados.Pelaipe é um paraquedista,que por ter sido diretor a época de Mano e Rodrigo Caetano,se sente executivo de futebol.Fala sério.

  • Paulo diz: 27 de setembro de 2011

    BELEZA.
    NÃO PODEMOS REVELAR MAIS QUE 1 POR VEZ, PORQUE NO TIME DO ROTH VAI SOBRAR E SER LIBERADO.

  • Lucas diz: 27 de setembro de 2011

    A base não é feita para ganhar títulos, é para formar jogadores.

  • Roberto diz: 29 de setembro de 2011

    É preciso ter calma. Precisa-se ter a serenidade suficiente para diagnosticar e reconhecer o que está funcionando bem e o que não está. Nem tudo está errado, muito longe disso. O Grêmio, por exemplo, tem uma das melhores estruturas do país (CT de Eldorado, alojamentos muito bons, alimentação aos atletas, acompanhamento médico, psicológico, nutricional, etc). E em campo existem profissionais comprometidos, como treinadores, preparadores físicos e coordenadores. Basta ir a Eldorado acompanhar os jogos e ver. Falta de investimento não é. Então precisa-se, no máximo, dar uma “ajustada de rota”.
    Alguém aí citou o Barcelona. Ao contrário do que muitos pensam, o Barcelona não exige resultado nas categorias de base até os 17 anos. Até esta idade, trabalham apenas fundamentos, BASE, na verdadeira acepção da palavra. Dá o devido tempo de maturação aos meninos e apostam no futuro. Exigir resultados cedo, significa investir em meninos grandes e fortes, já maturados, não necessariamente BONS tecnicamente. Darão resultado agora, mas quando adultos…
    O Cláudio citou a categoria Sub-14 (97). Campeã Gaúcha em 2010, vice-campeã do Torneio Internacional EFIPAN, em Alegrete este ano. Que time!!! Quem conhece futebol percebe imediatamente 5 ou 6 grandes promessas de futuro.

Envie seu Comentário