Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Herói da classificação do Grêmio, Gritti explica calma nos pênaltis: "Não é do meu perfil provocar"

14 de janeiro de 2015 0

 

gritti
Foto: Omar Freitas/Agência RBS

Menos de 24 horas depois de colocar o Grêmio nas oitavas de final da Copa São Paulo, Gritti voltou aos treinos com seus colegas com a mesma tranquilidade que mostrou depois de defender o pênalti cobrado pelo goleiro do Paraná, e converter sua própria oportunidade. Natural de Recife, o jovem de 18 anos se diz gaúcho de coração depois de 16 anos morando com a família em Erechim.

Mesmo com o destaque, Gritti mantém cautela sobre sua atuação. Depois das poucas horas de sono atrapalhadas pela adrenalina com a emoção pela obtenção da vaga, o goleiro quer ver seus companheiros rendendo melhor depois do sofrimento de decidir o futuro na competição nos pênaltis.

_ Temos que usar isso para nos motivar. O Goiânia não tem tanta tradição, mas temos que melhorar. Daqui a pouco tem treino e acaba a mordomia _ afirmou o goleiro de 1m92cm.

Apesar das provocações do goleiro adversário, a reação tranquila de Gritti foi o que chamou mais atenção de quem acompanhou a disputa. Quando se pensava que o gremista iria se vangloriar pelo feito de defender a cobrança decisiva e converter a sua oportunidade, o jovem quase não comemorou.

_ Foi o jeito que eu encontrei de ficar concentrado. Não é do meu perfil provocar. Há uns três anos atrás eu também tive de cobrar o pênalti em uma decisão contra o XV de Novembro e errei _ relembra.

Apesar da fama repentina, Gritti garante que não dará atenção aos novos “amigos” nas redes sociais. Desde a defesa do pênalti, o celular não para de apitar com dezenas de novas interações. A única ligação foi para o pai, Ildo Gritti, que reuniu a família para acompanhar o jogo do filho pela televisão.

Descoberto após uma boa atuação pelo Vila Nova, de Passo Fundo, no Gauchão Sub-14 contra o Grêmio, Gritti foi chamado para um teste. Veio, foi aprovado e começou a defender o novo clube.

_ Gosto muito do Neuer, mas o goleiro que eu tento me inspirar é o Casillas, um goleiro de muita agilidade e reflexo. É um cara discreto e vencedor, isso me motiva _ avalia.

Depois da tensão da decisão, a corneta dos colegas veio com força no vestiário. Mesmo com o gol da vitória, os outros jogadores aproveitaram para pegar no pé do goleiro pela sua cobrança sem tanta força e categoria.

_ Falaram que foi estranho _ conta, sem conter o riso.

Envie seu Comentário