Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cheio de polêmicas e cartões, Gre-Nal sub-20 termina empatado

29 de abril de 2015 0

O segundo clássico Gre-Nal desta semana acabou tudo igual, uma vez mais. Mas, diferente dos times de Diego Aguirre e Felipão no último domingo, teve gols. Pela oitava rodada da primeira fase do Estadual Júnior, o Inter recebeu o Grêmio na Morada dos Quero-Queros. O 1 a 1 mantém o tricolor líder, com 17 pontos. Com dois jogos a menos, os colorados permanecem na sétima posição, com 12.

Clássico foi bastante disputado na Morada dos Quero QuerosFoto: Carlos Macedo/Agência RBS

Neste clássico em que as estrelas não têm mais de 20 anos não há a experiência de D’Alessandro ou o protagonismo de Marcelo Grohe. Ainda assim, emoção não faltou no campo principal do QG da base colorada, em Alvorada. Trabalho extra para o árbitro Douglas Silva, que não economizou no apito nem nos cartões amarelos. Ao todo, 11 foram mostrados durante o jogo.

O jogo

Nos primeiros minutos da partida, o meia do Inter Éverton, que avançava em velocidade pela esquerda, foi derrubado pelo lateral-direito Marcos Vinícius.

— Deu cartão por muito menos, professor! — esbravejou o zagueiro Tomazi.

Dúvida para o Gre-Nal, Mamute segue sem treinar com bola

Mas quem chegava com mais vontade ao ataque era o Grêmio. Logo aos sete minutos, em cruzamento pela direita, Conrado apenas escorou na entrada da área: 1 a 0 para os visitantes.

E, como é típico de Gre-Nal — seja no júnior ou profissional —, teve polêmica. Com mãos na bola ou bola na mão, pênalti não marcado, reclamação das comissões técnicas em cima da arbitragem, balãozinho de Yan Petter, arrancando aplausos da torcida colorada presente na arquibancada e até falta dura que obrigou o lateral-esquerdo do Grêmio Loran a sair de maca.

Tudo isso antes de o Inter achar o empate, aos 33 minutos da etapa inicial. Allan, em cobrança de falta pela direita, chutou direto, sem chances para o goleiro Renan: 1 a 1.

O Grêmio acabou sentindo o gol e deixou que o Inter aproveitasse melhor as oportunidades. Destaque para o volante colorado Silas, com bom desarme e facilidade para chegar à frente.

Na volta para o segundo tempo, o Grêmio impôs o seu ritmo, apertou a marcação e obrigou o Inter a jogar na bola aérea. Ainda assim, apostando na velocidade de Nicolas Careca — que chegou a ser derrubado dentro da área e o juiz mandou seguir —, o Grêmio não conseguiu modificar o placar.

Presença ilustre

Como se não bastasse a tensão característica de clássicos, os donos da casa ainda tinham um motivo a mais para mostrar um bom futebol. Havia um Campeão do Mundo — e técnico do Inter B — entre os torcedores. Clemer aproveitou a tarde livre de treinos da sua equipe e conferiu o futebol da gurizada:

— Eu tenho que olhar. Aqui vemos quem tem projeção, quem tem condições de estar no time B, que é um passo do profissional — disse o ex-goleiro, entre a tietagem dos colorados.

Envie seu Comentário