Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Hoffenheim assombra a Alemanha

27 de outubro de 2008 7

Debutante na Bundesliga (divisão principal do futebol alemão), o 1899 Hoffenheim surpreende neste começo de temporada e lidera a competição. No domingo, a equipe enfrentou em casa o Hamburgo, atual terceiro colocado, e massacrou o visitante. Bastaram 45 minutos para o time fazer 3 a 0, matar o jogo e assombrar a Alemanha.

O Hoffenheim conta com dois brasileiros no elenco: o volante Luiz Gustavo e o ex-gremista Carlos Eduardo. Cadu, como era conhecido no Olímpico, mudou sua forma de atuar. Se no time de Mano Menezes em 2007 ele se posicionava como um atacante pela esquerda, responsável, junto com Lúcio e Tcheco, pelas triangulações ofensivas que levaram o Grêmio ao vice-campeonato da Libertadores, agora é quase um meia-direita. Limita-se a atuar do centro do gramado a entrada da área adversário, sempre na diagonal, deixando as jogadas de linha de fundo com o lateral Beck. Foi assim que ele deu o passe para o primeiro gol da partida, do atacante nigeriano Chinedu Obasi, outra excelente surpresa da equipe.

No lado esquerdo, o bósnio Sejad Salihovic é o centro técnico da equipe. Habilidoso, armas as principais jogadas e chuta muito bem de fora da área. Aos três principais jogadores da equipe, junta-se o atacante Ibisevic e o centroavante Ba. Eles foram responsáveis por uma “blitzkrieg” que encurralou o Hamburgo no domingo, numa pressão insuportável no acanhado Dietmar-Hopp-Stadion.

Uma marcação implacável na saída de bola e uma velocidade incrível imprimiram um ritmo impressionante no começo da partida. Em 17 minutos, o placar estava 2 a 0 e duas outras oportunidades já haviam sido desperdiçadas. Após o terceiro gol e o final da primeira etapa, o Hoffenheim se postou defensivamente e apenas aguardou as investidas do Hamburgo.

Se os contra-ataques puxados por Salihovic, Carlos Eduardo e Obasi continuavam ameaçadores, a defesa mostrou que pode ser o calcanhar-de-Aquiles da equipe na Bundesliga. O setor ofensivo do time auxilia na marcação – foi uma roubada de bola do atacante Obasi no meio-campo que deu origem ao segundo gol –, mas a função de proteção da zaga fica apenas com Luiz Gustavo, deixando a defesa exposta a jogadas rápidas.

Normalmente, equipes do porte do Hoffenheim não aguentam o tranco e caem de produção logo após as rodadas iniciais. É bastante improvável que o time consiga imprimir uma marcação tão intensa ao longo de todo o campeonato – e ainda quero ver o Hoffenheim atuando fora de casa antes de emitir uma opinião definitiva. Mas ainda não tinha visto nesta temporada um futebol tão insinuante, forte e bem organizado.

O Hoffenheim tem uma campanha com 6 vitórias, 1 empate e duas derrotas – mais de 70% de aproveitamento. São 24 gols marcados nestes 9 jogos, e placares dilatados contra o FC Energie Cottbus (3×0), Borussia Dortmund (4 a 1), Hannover 96 (5 a 2) e agora o Hamburgo (3 a 0). O próximo jogo do time é contra o Bochum na quarta-feira, fora de casa. Vale ficar atento.

Postado por Márcio Gomes

Comentários (7)

  • Samuel Sérgio Ritter diz: 18 de novembro de 2008

    Cadu é o maior!!!

  • Valtino Kolm Fogliatto diz: 25 de novembro de 2008

    cadu é seleção
    olho nele
    craque de bola

  • saci diz: 27 de outubro de 2008

    O Eziquiel reforco com Leo e um volante do olimpico voce quer mandar os caras de volta para a semgunda outra ves.

  • Junior HP diz: 28 de outubro de 2008

    Vc diz que que o Hoffenheim tem o seu ponto fraco na defesa pq joga apenas com o Luiz Gustavo na proteção, ficando exposta a jogadas rápidas. Ela pode até ser “fraca”, mas não é por ter apenas 1 homem na cobertura dos zagueiros.

    Isso é super normal, ruim seria se deixasse apenas os 2 zagueiros atrás quando o time vai ao ataque. Tem técnicos mais defensivos que deixam 4 ou 5 atrás enquanto o restante ataca, mas isso não quer dizer que deixando 3 (2 zagueiros e 1 lateral, 3 zagueiros, ou 2 zagu

  • ezequiel diz: 27 de outubro de 2008

    o time do Hoffenhein é médio. é como se fosse o Grêmio em 2006. recém vindo da segundona, montou um time médio e conseguiu se manter entre os primeiros. O Hoffenhein vai se classificar para a Liga, anota aí. Deve se reforçar no meio da temporada. O dono da SAP tem muita grana pra depositar no seu time. Vai se reforçar com um zagueiro e um volante. (Léo é o zagueiro, o volante também pode sair do Olímpico)

  • Matheus diz: 27 de outubro de 2008

    taí um candidato a novo time grande da europa, mas saber se clubes como o hoffenheim e grenoble podem ter grande tendência a se endividarem a curto ou longo prazo, aí é uma qustão de tempo. desafio para esses times: manterem-se grandes e não como cavalos paraguaios (embora eu acredite que o hoffenheim é forte candidato ao título alemão)

  • arlindo diz: 3 de novembro de 2008

    o roth não tem inventar nada p/o jogo com palmeiras, lá vai a minha escalação; vitor,p sergio(não tem outro)leo,jean e thiego,carioca,makelele(tem que ser titular)souza,tcheco(douglas)soares e reinaldo)o tcheco nã está jogando nada,troteia em campo) perea não mostra interesse em jogar(o gol que ele perdeu domingo tem mandar ele embora na segunda.

Envie seu Comentário