Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Beckham pode ser volante no Milan

30 de dezembro de 2008 8

Com Beckham, dá para imaginar o Milan no 4-5-1, com aproximação entre meias e intensa participação do inglês nas jogadas pela direita, ou nas diagonais para Ronaldinho Gaúcho

Hoje o site do Milan publica uma entrevista com o treinador Carlo Ancelotti, projetando a participação de Beckham durante temporada de amistosos e treinos em Dubai. E o técnico do Milan admite a possibilidade de escalar no meio-campo titular um trio formado por Beckham, Pirlo e Seedorf.

– Esta é uma solução possível, com certeza será testada – confirma Ancelotti.

Eu sou um admirador do futebol de Beckham. Ele reúne algumas características que o tornam um jogador multiuso no meio-campo: obediência tática, noção de posicionamento, capacidade de adaptação a diversas funções e movimentação inteligente. Por isso não haveria problema em definir sua presença no meio-campo do Milan, como um segundo volante, um meio-campista armador, ao lado de Seedorf e à frente de Pirlo.

No Manchester United, Beckham jogava como winger. Ele atuava na asa direita da segunda linha do FourFourTwo de Sir Alex Ferguson, a exemplo do posicionamento de Cristiano Ronaldo hoje – guardadas, é evidente, as diferentes características entre ambos. Na seleção da Inglaterra, o camisa 7 também atuava como winger pelo lado direito.

Mas no Real Madrid, Beckham se deparou com uma cultura tática diferente. Além de outro desenho – saem os wingers, entram os meias protegidos por volantes. Além disso, o português Figo já estava consagrado no lado direito da armação. Sem problemas para ele: Beckham jogou no Real como um segundo volante pela direita, ao lado de Guti, tendo na articulação Figo e Zidane. Ou seja, diminuiu seu espaço de ação, e aumentaram as atribuições defensivas.

Hoje o Milan conta com um farto elenco de volantes. Pirlo, Ambrosini, Flamini, Gattuso e Emerson disputam três posições – Ancelotti joga com três volantes. Mas é nesta briga que eu vejo Beckham. E, principalmente, pela declaração em entrevista ao site do Milan, o próprio treinador também o observa por ali.

Ancelotti nem precisaria abdicar de seu defensivismo natural. Basta manter sua linha defensiva de quatro jogadores ultraposicionados – Favalli ou Zambrotta pela direita, Jankulovski na esquerda, Maldini e Kaladze ou Nesta no meio (sempre tem alguém machucado no Milan…). Pirlo faria a primeira função, com Beckham pela direita e Seedorf na esquerda aliando articulação e marcação. Mais à frente Kaká centralizado, com espaço para as arrancadas, Ronaldinho Gaúcho pela esquerda e Pato (ou Inzaghi, ou Schevchenko) na área. O diagrama do sistema tático apresenta um 4-5-1 parecido com o do Inter de Tite, tendo apenas um volante de ofício, dois meio-campistas defendendo e atacante, um articulador, um ponta-de-lança e um atacante – mas todos chegando na frente para atacar.

Esse desenho possibilita várias combinações para Beckham. A mais óbvia é a triangulação com Kaká e Pato pelo lado do campo, de onde ele pode fazer seus cruzamentos fechados e perigosos. Outra, que eu não detalhei no diagrama tático do post, ocorre-me agora lembrando de uma diagonal muito comum no Real Madrid: a virada de jogo da intermediária direita para a entrada da área pela esquerda.

Beckham fazia isso demais no Real Madrid, lançando Roberto Carlos. No Milan, essa diagonal longa, de 30 metros (ou mais) pode encontrar pela esquerda o Ronaldinho Gaúcho, com Kaká e Pato entrando na área, e Seedorf na segunda bola.

Pena que Beckham vai embora em março. Gostaria de vê-lo mais tempo no Milan, com esta companhia qualificada, para que o rossonero pudesse aos poucos se libertar da obsessão por volantes que defendem demais mas pouco participam do jogo.

Postado por Eduardo Cecconi

Comentários (8)

  • Renan Endler diz: 31 de dezembro de 2008

    Mas…cade o gattuso???ele é o Edinho do Milan, aquele mal necessário para todo time com esse esquema de jogo!!!!

  • Rodrigo Ninow diz: 30 de dezembro de 2008

    Concordo com esta formção, trocando seedorf e pirlo e colocando ambrosini ou gattuso como volante, aí eles (pirlo e beckham) teriam mais liberdade ainda.
    ou jogando os 3 quase em linha (pirlo, seedorf e beckham), os 3 como meias (ME, MC e MD), indo e voltando. o risco disso é lançamento nas costas deles, para um ponta-de-lança, com a zaga d efrente, já que velocidade não é exatamente uam virtude da zaga.
    abraço,
    Rodrigo

  • Gustavo diz: 30 de dezembro de 2008

    Pô! Três canhotos na defesa? Favalli na lateral direita é triste… O máximo que eu vi foi ele jogar de zagueiro pela direita, mas isso porque o outro zagueiro(Kaladze) também era canhoto. Loucura!

    Resposta do Cecconi: Oi Gustavo, tudo bem? Esta foi a formação defensiva do último jogo do Milan, o 5 a 1 sobre a Udinese. A não ser que o Antonini tenha sido improvisado no lado direito, já que o Zambrotta estava fora. Na verdade, o titular do setor é o Zambrotta. Em todo caso, para não causar confusão, coloquei o Zambrotta no diagrama tática. Valeu pela mensagem. Abraço!

  • Guilherme diz: 31 de dezembro de 2008

    Gattuso está lesionado

  • Ismael Tommasi diz: 30 de dezembro de 2008

    “Ancelotti nem precisaria abdicar de seu defensivismo natural.” O Ancelotti nem é tão defensivista, a questão é que com os zagueiros que ele tem, se não houver proteção o Milan perde TODAS, sem exagero.

    Sua idéia pode funcionar, mas por quantos jogos? Seedorf não é um garoto e já havia reclamado, quando da chegada do Fenômeno, que não conseguia mais jogar bem à frente da zaga, como fez tão bem no título de 2003. E o Beckham também já não é novo. E só com o Pirlo “faceiro” na frente… Abraço.

  • Michel Costa diz: 31 de dezembro de 2008

    Essa formação com Pirlo, Beckham e Seedorf é fantástica com a bola nos pés, mas tenho minhas dúvidas sobre o seu comportamento sem a bola. Acho que vale para os amistosos, mas não para o decorrer do campeonato.
    Outra questão é preparar o time para abrigar um jogador que vai sair em março. Acho que a diretoria dos Rossoneri errou feio nessa.
    Há alguns anos o R. Madrid deu a receita de como NÃO se monta um time. Ao que tudo indica, algumas agremiações não entenderam o recado.
    FELIZ 2009!

  • Éverton diz: 30 de dezembro de 2008

    Pirlo não pode ser primeiro volante. Ainda mais numa segunda linha formada por meias com mais de 30 anos que seriam recuados para ajudar na marcação.

    Acho que vai jogar: Ambrosini (Gattuso, senão tivesse machucado), daí entre Pirlo, Seedorf e Beckham jogam dois.

    Leio sempre teu blog!
    Abraços.

  • Guilherme diz: 31 de dezembro de 2008

    O Ideal seria Gattuso primeiro volante,e Beckham e Pirlo um pouco mais a frente,acho que ficaria melhor

Envie seu Comentário