Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

As virtudes da melhor equipe da Libertadores

18 de março de 2009 8

Libertad joga no 4-4-2, com uma quase-linha de meio-campo, e um atacante liberado para se movimentar por todos os lados

Em aproveitamento, o melhor time da primeira fase da Copa Libertadores em 2009 é o paraguaio Libertad. E não se pode acusar a equipe de estar se beneficiando de confrontos desiguais. No grupo do Libertad – que venceu todos os quatro jogos disputados, mantendo 100% de aproveitamento – está o forte San Lorenzo, além do peruano Universitário, e do mexicano San Luís.

Hoje, pela primeira vez assisti a um jogo do Libertad na temporada. Foi na vitória dos paraguaios fora de casa sobre o San Lorenzo. E encontrei uma equipe taticamente simples, sem invenções ou experimentações, mas com uma bela variação dentro da estratégia de movimentação no meio de campo.

Na essência, o Libertad atua com uma linha de quatro na defesa, e uma “quase linha” de quatro no meio-campo. Um pouco mais à frente, há liberdade total para um atacante, que joga a partir da intermediária ofensiva, por todos os lados – e ajudando na marcação – amparando um centroavante de área, centralizado.

Mas há variações. A quase-linha de meio-campo costuma se desfazer, com dois movimentos distintos. Sem a bola, o volante Pouso recua, atuando entre os zagueiros Manzur e Sarabia, formando uma linha de cinco na defesa. Acredito que seja uma estratégia para jogos fora de casa – afinal, o Libertad saiu na frente e suportou uma pressão do San Lorenzo.

E com a bola, o armador Robles avança, transformando o desenho do meio-campo em um losango. Mas o grande jogador do Libertad veste a camisa 8: Marin. O colombiano, que saiu de campo na ambulância após praticamente desmaiar (mas ele passa bem agora, é a notícia do momento) centraliza a articulação do Libertad, pelo lado esquerdo. Canhoto habilidoso e veloz, ele combina inteligência e vigor físico, tanto para organizar, como também para marcar.

Marin, tanto pelo aspecto (forte e careca), como também pelo estilo de jogo (movimentação, tática individual, aguerrimento) lembra Guiñazu – uma coincidência, já que o argentino colorado saiu do time paraguaio. A diferença que pude notar – reitero que é o primeiro jogo que assisto, posso estar enganado – é a característica mais ofensiva de Marin, que toca mais na bola, avança mais, e empurra o time para frente.

Pela direita, com menor brilho, Aquino é quem organiza as jogadas. Os laterais apoiam quando dá, sem aparecer demais no ataque. Mas o gol – contra, de um zagueiro do San Lorenzo – surgiu de uma jogada do lateral-esquerdo Samudio.

É mais um exemplo de equipe bem sucedida sem invenções. O Libertad joga em um 4-4-2 simples, organizado, e com boas variações táticas. Como foi a primeira partida que vi do Libertad em 2009 – e fora de casa – aguardo as contribuições de quem vem acompanhando os paraguaios. Fiquem à vontade para participar do debate.

Postado por Eduardo Cecconi

Comentários (8)

  • borracho diz: 19 de março de 2009

    Tu viu o jogo do Gremio? acho q o Roth anda lendo teu blog mesmo, pelo q eu vi ele botou o Rever na esquerda e adiantou ele(acho q Fabio Santos foi bem pq causa disso) eo Leo e deixou o Adilson eo Rafael Marques mais “presos”. Rever recuperou seu futebol de quando jogava ali mesmo no ano passado. Depois o Roth tentou mudar botando o Thiego na direita eo Rever no meio, mas o lado esquerdo ficou fraco e ele teve q botar o Rever de novo la.

  • JHONATAN MENDES GOULART diz: 19 de março de 2009

    GOSTARIA QUE ANALISASSE O VASCO DE DORIVAL JUNIOR, ELE CONSEGUIO CRIAR UMA EQUIPE EM APENAS UM MES, NAO FOI FINALISTA DO PRIMEIRO TURNO POR PROBLEMAS BUROCRATICOS E CAMINHA A PASSOS LARGOS PARA A FINAL DO SEGUNDO. NO MEU MODO DE VER SÃO PRATICAMENTE 3 ZAGUEIROS E O AMARAL JOGANDO COMO UM LÍBERO FALSO, LATERAIS QUE AVAMÇAM(PAULO SERGIO E RAMOM), UM VOLANTE QUE SABE SAIR JOGANDO(NILTON) E DO MEIO PRA FRENTE APENAS UM PIVÔ CENTRALIZADO(ELTON)E TRES MEIAS COM LIBERDADE( C. ALBERTO, ALEX E PIMPÃO).??

  • borracho diz: 19 de março de 2009

    Ta certa essa analise ou eu to viajando? interessante tambem q quem cobrava os laterais eram o Leo eo Rever (nao me lembro direito, mas acho q so nao cobravam os q eram no campo do Sao Jose)

    Resposta do Cecconi: bá, Borracho, eu acompanhei o jogo do Grêmio, mas não com muita atenção. Estava na redação com outras atribuições e não pude me deter nesses detalhes táticos. Vou confiar na tua percepção. Abraço!

  • Pedro Cademartori diz: 19 de março de 2009

    A zaga do Libertad ajuda com a sua experiência. Manzur e Sarabia são bons zagueiros paraguaios.

  • Alexandre Perin diz: 18 de março de 2009

    Marin fez boa passagem no Atlético-PR jogando como ala ofensivo, já que o clube de Curitiba sempre jogava no 3-5-2

  • Paz diz: 22 de março de 2009

    O Libertad promete chegar faz tempo. Complicou contra o Boca nas quartas em 2007 e beliscou a classificação, empatando na Bombonera e perdendo em casa.
    Não vejo nenhum destaque individual no time, mas tem jodadores experientes e rodados na zaga, mais o uruguaio Pouso e o Marín.
    Quem sabe não é este ano que chega?
    Em relação ao San Lorenzo, não creio sirva de parâmetro. Está nas mãos de empresários e monta um time novo a cada ano, geralmente bastante desigual em qualidade de grupo.

  • Marcio diz: 19 de março de 2009

    O cecconi, esse Marin tava de aniversario hoje então, pq ela não era tudo isso, era um lateral esquerda que era mais conhecido por ser parecido com o roberto carlos, ele jogou aqui no brasil e conseguiu ser reserva do atletico-pr, depois foi para a ldu e pouco jogou.um abraço

  • vinicius diz: 19 de março de 2009

    Vi o jogo também, o Libertad tem um ótimo centroavante.

    Destaco o Colo Colo também. Libertad e Colo Colo vão chegar.

Envie seu Comentário