Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Tite aposta no 3-5-2, com sucesso

30 de agosto de 2009 78

Diagrama tático do Inter no 3-5-2, jogando pelos lados em velocidade

Trabalhei durante toda a semana na cobertura dos treinos do Inter. Sexta-feira, durante a entrevista coletiva, Tite admitiu que poderia alterar o sistema tático que utilizava até então – o 4-4-2 com meio-campo em losango – até fiz matéria sobre isso. O treinador colorado colocou como primeira alternativa o 4-4-2 em duas linhas, e citou também o 3-5-2, sem muito ânimo. Após, a reportagem lançou fichas no 4-4-2 em losango, divergindo apenas na escalação.

Tite, no 3-5-2 com o qual goleou o Goiás por 4 a 0, surpreendeu os repórteres, o Goiás, os colorados, e a si mesmo. Ele próprio, em nova coletiva consecutiva à vitória, falou que o desempenho e o resultado haviam superado as expectativas. Em função de todos os fatores: sistema novo, desfalques importantes, novas funções para novos jogadores, bom adversário, alguma contestação pública. O Inter superou tudo isso.

A principal aposta, na estratégia dentro do 3-5-2, foi adiantar a marcação. Tite posicionou os zagueiros acima da linha convencional, também subiu os volantes, encaixou os alas pelos lados, e com isso bloqueou o Goiás. Sem saída, o adversário cedeu posse de bola.

Com a bola, Tite investiu na articulação pelos lados. Todos estavam liberados para subir. Pela direita, o zagueiro Índio, o volante Magrão e o ala Danilo Silva. E pela esquerda, o zagueiro Fabiano Eller, o volante Guiñazu e o ala Kleber. Havia, claro, a alternância – Índio e Eller não subiam simultaneamente. Vai um, fica outro. Valeu o mesmo para os volantes. Sobe um, o outro não. Alas sim podem apoiar ao mesmo tempo – quando um tem a bola, o outro fecha em diagonal pelo meio.

Uma sincronia surpreendente para um time que não treina no 3-5-2, e com várias modificações na escalação. Giuliano, centralizado, movimentava-se de lado a outro, sempre na direção da bola, organizando as transições e sendo um belo articulador ofensivo.

Mas o 3-5-2 não foi a maior aposta. Poderia ser, mas o abandono do 4-4-2 em losango perdeu nesta tarde de domingo para a escalação de Marquinhos. Apostava-se em Bolaños e Edu. Talvez Léo e Edu. Mas nunca em Marquinhos e Edu. Pois Tite viu algo no garoto, colocou-o em campo, e permitiu aos colorados assistirem a uma atuação luxuosa de Marquinhos, que atuou da direita para o meio no 1º tempo, e da esquerda para o meio no 2º tempo.

Marquinhos repetiu uma característica recente dos atacantes que saem da base do Inter: velocidade para jogar verticalmente em diagonais às costas da zaga (cito Nilmar, Pato, Taison, Sóbis…todos com a mesma característica).

A principal pergunta é, depois de um desempenho acima da média: Tite vai manter o 3-5-2? Ou melhor: deveria manter o 3-5-2? Nem estou levando em consideração a escalação, somente o sistema tático. Será que o 3-5-2 conseguirá manter este nível, fazendo o Inter esquecer o 4-4-2 em losango? Quarta-feira as peças do quebra-cabeças começarão a se encaixar, quando Tite liberar a escalação do time que enfrenta o Atlético-MG. Só aí saberemos o sistema escolhido.

Sobre escalação, se o 3-5-2 for mantido, Tite se verá frente a vários dilemas (não pontuais para o jogo de quarta, mas sim para uma eventual afirmação do 3-5-2 durante a sequência do Brasileirão, com todos os jogadores suspensos, lesionados, contratados, promovidos ou convocados à disposição):

1) Há lugar para apenas um articulador. Giuliano, D`Alessandro e Andrezinho brigam pela vaga. Três jogadores para uma camisa apenas.

2) Há lugar para dois volantes. Sandro, Magrão e Guiñazu brigam por duas vagas. Três jogadores para duas camisas.

3) Há lugar para três zagueiros. Sorondo, Índio, Fabiano Eller e Bolívar brigam por três vagas. Quatro jogadores para três camisas.

4) Há lugar para dois atacantes (dilema que se apresentará em qualquer sistema escolhido). Alecsandro me parece titular incontestável. Sobra uma vaga. Taison, e agora Edu e Marquinhos – Bolaños corre por fora – brigam por ela.

As certezas são as alas. Na direita só tem o Danilo Silva, que foi muito bem. Bolívar no 3-5-2 é zagueiro, e deve disputar com Sorondo a sobra, já que Índio na direita e Eller na esquerda apresentam ótimas alternativas de apoio em auxílio às alas. E na esquerda Kleber é titular.

Fica o 3-5-2? Como montar este time? São muitos jogadores para poucas vagas, principalmente no meio. Faltará lugar até no banco de reservas. Mas, antes das respostas, mesmo que a amostragem seja de apenas um jogo, é justo dizer: mérito do Tite. Aplausos ao treinador. Ele apostou no 3-5-2, apostou nesta mudança repentina, apostou em Marquinhos, apostou em Giuliano adiantado. E venceu incontestávelmente. Mão do treinador.

Postado por Eduardo Cecconi

Comentários (78)

  • Daniel Halfen diz: 31 de agosto de 2009

    Neste brasileiro ainda não havia assistido uma equipe com desempenho tão bom do ponto de vista tático. Deve manter o 3-5-2 que funcionou tão bem com variações ao 4-4-2 durante a partida porque o Inter tem jogadores para isso. O importante – como dizes – não é tanto o sistema, mas sim a estratégia. O Inter, por vocação e pela qualidade, tem que ser um time ofensivo. Parece que o 3-5-2 deu equilíbrio entre defesa e ataque, com transição rápida e bem executada taticamente entre um e outro.

  • luiz roberto leal vicente diz: 31 de agosto de 2009

    Que bom q o inter foi bem,tem chance de se reerguer definitivamente, pena q tenha alguns torcedores, que ainda viagem , querendo se ver livre ate do andrezinho, nao esqueçam que nem tudo ta bem quando se ganha, nem tudo esta mal quando se perde, quando vão aprender isso.

  • Marcelo diz: 31 de agosto de 2009

    Pergunto: O que acha do Giuliano na ala direita? Se houver essa possibilidade então abriríamos uma vaga a mais no meio, onde com certeza entraria o D`Ale. No ataque, enquanto o Edu não está em condições, eu iria de Alecsandro e Marquinhos. Meu INTER no 352: Lauro/ Bolívar, Sorondo e Eller/ Giuliano, Sandro(Magrão), Guiñazu, D`Ale e Kléber/ Alecsandro e Marquinhos(Taison).

  • Dr_Inter diz: 31 de agosto de 2009


    Atacante goleador que joga com pivo a espera de cruzamento e faltas alçadas. Hoje o Inter dispõe de Alecssandro em ótima fase e com estas características. Acho que o próprio Alan Kardec será boa opção para sua reserva. E o 2o atacante pode ser um dos três: Taison como concluidor/definidor em velocidade, a `revelação do 2o turno, Marquinhos que é inteligente, habilidaso e goleador (quase ganhou a Copa SP sub-19 sozinho…) e ainda Edu, um experiente, taticamente inteligente e ótimo cabeceador

  • LEONARDO diz: 31 de agosto de 2009

    É SO MANTER O MESMO TIME DE HJ,,TEM QUE DAR SEQUENCIA,,,COM ESTE ESQUEMA ACREDITO QUE O D`ALESANDRO PODE RENDER BEM MAIS,,,COM 3 ZAGUEIROS SEMPRE AGORA,,SE MUDAR É MUITO BURRO ESTE TECNICO MESMO,,ANDREZINHO NUNCA MAIS,PODE VENDER ELE

  • colorado sempre diz: 31 de agosto de 2009

    Até que enfim, o Tite deu uma dentro!!!! …mesmo depois de 1 ano treinando o Inter!!!

  • Claudio Vidal diz: 31 de agosto de 2009

    Eduardo, gostaria de lembrar que o Inter já jogou 3 vezes no Brasileirão deste ano com esquema 3-5-2 e goleou nestes jogos (3a0 no Coritiba,3a0 no Sport e os 4a0 no Goiás), será que agora ele manterá o esquema vitorioso e goleador? Existe outra questão, contra o Sport o ala-direito foi Giuliano, que jogou bem como ala apesar de ter um pouco dificuldade para marcar. Com isso abriria uma vaga a mais no meio campo que poderia ser do D´Alessandro, Andrezinho ou Edu. E o líbero deveria ser o Sorondo.

  • igor diz: 30 de agosto de 2009

    acho que o bolivar pode fazer o zagueiro pela direita não cecconi? como o índio fez hoje. fazer BOLIVAR, SORONDO e ELLER? dessa forma o bolivar também disputaria com o indio e aí a disputa fica mais leal pra todo mundo. mas na minha cabeça jogam ÍNDIO, SORONDO e ELLER. abraço cara. AHH!!! e o giuliano também pode fazer a ala.

  • Marcelo diz: 30 de agosto de 2009

    3-5-2 Campeao Brasileiro 2009!
    isso já está escrito desde o gauchao quando ele usava o 3-5-2 com os reservas e ganhava toda! PORQUE ELE NAO USA SEMPRE? temos kleber voando no ataque e ele finca os laterais na zaga com 4-4-2.
    Abraco

  • Leandro diz: 30 de agosto de 2009

    Cecconi,
    Realmente também me surpreendi com a escalação, e mais ainda com o desempenho. Apenas dois comentários sobre o esquema: o Magrão jogou fixo como volante liberando mais o Guina, e o Kleber jogou como ala, mas com total liberdade para também ser meia quando necessário (vide o gol). Gostei muito da volta do Eller, dando muita qualidade pra saída de e bola e se apresentando como um belo companheiro para o Kleber.
    PS. tira o acento de incontestavelmente na ultima frase!

  • Paulo Gallotti diz: 30 de agosto de 2009

    Edu, pelo que tenho acompanhado o TIte sempre definiu o 3-5-2 como um esquema para jogos atípicos como o de hoje (por conta dos desfalques), algo que ele mesmo confirmou em entrevista antes do jogo. Acho que, por isso, ele não deve mudar a base da equipe. De qualquer forma, parabéns ao Tite pela atuação do time e principalmente por ter feito apostas ousadas! Abs

  • Rafael Hocevar diz: 31 de agosto de 2009

    Quanto a escalação, deixo a pergunta, não seria interessante colocar o Giuliano de ala pela direita ? Acho o Danilo um ótimo jogador, a cada dia tem melhorado mais como lateral(ou ala no caso) mas deixar um jogador da categoria do Giuliano de fora é um crime, ainda mais pelo momento que ele está vivendo. Sem contar que ele tem jogado mais ou menos assim nos últimos jogos, praticamente como um winger pela direita.

  • Dr_Inter diz: 31 de agosto de 2009

    Para sua avaliação Secconi: Variar de 3-5-2 para 3-4-1-2 (uso aqui a à exemplo dos já citados `desdobramentos explicativos` do 4-4-2 em >> 4-1-2-1-2… 4-1-3-2, p. exemplo) talvez possa melhor explicar uma proposta de variação que poderia ser usada por Tite, para o agora já consagrado `dilema do 3-5-2 à brasileira` que tão brilhantemente vem sndo explanado de forma didatico/pedagógicas por voce, caro Secconi. Seria o caso de, alem do encaixe dos Stoppers (Indio e Eller) para cobertura

  • Dr_Inter diz: 31 de agosto de 2009


    Tese colocada, gostaria da análise/opinição de nosso professor `anfitrião` aqui do Blog Preleção.
    Diga lá, Cecconi…!

  • Nicolás Mega diz: 31 de agosto de 2009

    A grande maioria da atuações irretocáveis do Inter nesse brasileirão foram usando o 3-5-2. Tenho a impressão que o sistema corrige automaticamente alguns problemas de posicionamento e características individuais de uns jogadores do plantel(a intensa movimentação do Guinãzú, que não guarda posição, a falta de cruzamentos de linha de fundo do Kleber, a falta de presença defensiva dos meias de ligação, a lentidão da zaga, etc). Mais que é uma questão de esquema de jogo é uma questão de estratégia.

  • Claudio Vidal diz: 31 de agosto de 2009

    Continuando o meu comentário, a minha escalação seria: Lauro;Sorondo;Índio e Eller; Giuliano, Sandro (Magrão), Guiñazu e Kleber; D´Alessandro; Edu (Marquinhos ou Taison) e Alecsandro. Claro isso é hipotético, pois só vendo na prática e que dá para saber se daria certo.

  • luiz diz: 31 de agosto de 2009

    Em 28.08.09 escrevi pela manha que TITE deveria mudar o esquema para o 3x5x2 , acho que ele andou lendo meu BLOG, mesma escalação só errei na escalação do Marquinhos, inclusive mandei torpedos para varias radios em programas esportivos, acho que ele ouviu minhas preces ou o Radio…hehehe

  • João diz: 30 de agosto de 2009

    E o Giuliano na ala direita?

  • Cintia diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi e se o Giuliano fosse deslocado para a ala direita (eu entendo que um ala num 3-5-2 menos defensivo tem que ser um meia deslocado, assim como é o Jorge Wagner). Com isso ele não perderia a força de ataque e o time ganha muito mais qualidade com ele que com o Danilo, além de poder contar com o D`alessandro na meia? Que tu achas?

    Resposta do Cecconi: Cíntia, ontem o Giuliano jogou “na dele” e foi muito bem. Não sei se na ala ele renderia tanto. Mas não custa tentar, se for para abrir espaço para o D`Alessandro, que está voando nos treinos. Abraços.

  • Paulo Cass diz: 30 de agosto de 2009

    Cecconi como o tite poderia vencer o estigma do 352 à brasileira? com sandro de libero? o que acha? att

    Resposta do Cecconi: Paulo, hoje o Tite venceu esse estigma adiantando a marcação. Com isso, ele encurtou o espaço entre os zagueiros e os alas, espaço no qual afundam os 3-5-2`s à brasileira. Assim o Goiás não conseguiu jogar às costas dos alas, porque Índio e Eller estavam encaixados nessa cobertura. Mas, como disse, foi um jogo só de amostragem. Estou, confesso, torcendo para que Tite mantenha o 3-5-2 na quarta-feira e a gente amplie a observação e o debate. Sobre o líbero, pelo pouco que conversei com o Tite, ele aposta em Sorondo para a função. O Sandro, neste cenário, acabaria brigando com o Magrão por uma vaga no meio. Abraços.

  • Maciel diz: 31 de agosto de 2009

    Cara como já disse aqui,teu blog é o melhor da parte esportiva da RBS,está de parabens…E sobre o meu inter,ontem finalmente,depois de 3 longos anos,pude ver o Inter dar show,ñ tem o q inventa ai,a unica coisa a ser mudada é sai Edu e entra Alecsandro…De resto esquema e escalação a mesma,no maximo sai magrão e entra Sandro,TITE POR FAVOR Ñ INVENTA,ontem tu foi o responsavel por esse show,ñ seja responsável por outros fracassoso como tu já foi.Na sorte tu montem um timaço,ñ desmonta ele

  • Gabriel Lopes diz: 31 de agosto de 2009

    Não vejo nenhum problema em ter vários jogadores aptos para as mesmas funções. Além disso, o Inter jogou 2 vezes em 3-5-2 neste Brasileirão. Fez 3 a 0 no Coritiba e 4 a 0 no Goiás. Fez 7 e não levou nenhum… Nem precisou treinar muito e tudo se encaixou… Sabe por quê?! Porque os jogadores jogam nos lugares certos, sem invenções, cada um na sua. É só manter assim… Sem inventar losangos e zagueiros improvisados de lateral… As várias opções de escalações entrarão na Sul-Americana também!

  • Colorado diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, o Inter acabou indo bem porque nao deu tempo do Tite ajeitar o time? hahah

    Brincadeiras à parte, com a expulsao do Fernandao o jogo foi diferente, nao da pra analisar assim.

    abs

  • vinicius de mattos oliveira diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, defendo a tese de que pode-se jogar com Magrão/Giuliano, na ala-direita no esquema 3-5-2. Então ficaria com Cleber, Sandro, Guiñazu e Magrão/Giuliano, D`alessandro/Andrezinho. Assim o meio campo estria com mais qualidade técnica e não perderia tanto na marcação, ganharia na armação (pois não dependeria apenas de D`alessandro/Andrezinho) e também na marcação. O que acha Cecconi?

    Resposta do Cecconi: Vinicius, é como respondi para a Cíntia. Giuliano foi bem ontem jogando “na dele”. Colocando-o na ala corre-se o risco dele cair de produção. Mas, se é para abrir espaço ao retorno do D`Alessandro sem retirar Giuliano do time, essa hipótese pode ser sim cogitada. Abraços.

  • Claus Kruger diz: 31 de agosto de 2009

    Acho que ele não surpreendeu os torcedores não. Estive no Beira Rio no início da semana e 4 entre 5 colorados que encontrei por lá defendiam o esquema 3-5-2 para o Inter. Só o Tite não enxergava!

  • Dani Hans diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, te considero o melhor blogueiro esportivo do RS. Parabéns! Eu sei que és jovem, inovador e um cara humilde. Eu tenho alguns conceitos sobre o Grêmio, o técnico, alguns titulares e a metodoligia da direção ao promover juniores… É coisa rápida… O espaço é curto por aqui, por isso gostaria de saber qual é o seu e-mail profissional. Acho que será útil pra, pra mim e pro meu time. Meu e-mail é danihans@bol.com.br … Grande abraço a todos gremistas e colorados.

  • CARLINHOS diz: 31 de agosto de 2009

    ME PARECE QUE DE TUDO ISTO, O MAIS ACERTADO FOI TIRAR O ÍNDIO DO MIOLO DA ZAGA ONDE ELE VINHA ENTREGANDO O OURO E DESLOCANDO-O PARA O LADO ONDE PÔDE USAR A SUA GARRA E FORÇA NO APOIO PELA DIREITA.

  • Samuel diz: 31 de agosto de 2009

    Graças! O nosso treinadorzinho, o Tite, é mto limitado. As duvidas que tu colocaste Cecconi, qnto a ter mais jgadres do que vagas é o sonho de todo treinador. Entretanto a tempos eu esperava que o Tite colocasse o 3-5-2. Acho este esquema ultrapassado, mas o nosso treinador, repito é limitadíssimo, ou seja, ele só sabe jogar o 3-5-2. Nos tempos do gremio ele só se acertou qndo colocou este esquema em prática, lembram? Ele não sabe fazer de outra maneira, olhem os outros times q treinou só 3-5-2.

  • Rafael Hocevar diz: 31 de agosto de 2009

    Não acho que dá para considerar uma aposta o uso do 3-5-2 já que ele já havia feito uso desse esquema contra Coritiba(3×0) e Fluminense(4×2), em ambos os casos fez um bom jogo, não ótimo como ontem, mas acima da média relativo aos outros do ano.

  • Pedro Frederico diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, que análise profunda, diria até espetacular! Conseguiste “clarear” toda a mecânica do esquema e suas variações em apenas um post. Deveria servir de referência a outros blogs, que não “percebem” detalhes mais refinados.

  • Adriano diz: 31 de agosto de 2009

    Boa esta tua análise. Adoro ver o inter jogar no 3-5-2 (sou um fã desse esquema), e quase sempre, quando vai assim, joga bem e se impõe com facilidade. É uma pena que se tenha tanta resistência ao 3-5-2 ultimamente, e que só se use ele em casos de “emergência”… Tem tantos jeitos de montar bem um time nesse esquema!

  • Dr_Inter diz: 31 de agosto de 2009

    …dos espaços às costas dos Alas, teriamos a necessiada de uma orientação tática aos Volantes (Guinazu e Sandro ou Magrão) de realizar a cobertura de seu hemivampo respectivo, desde a lateral do campo até o meio, mas sempre com uma postura à inglesa (Setor). Desta forma, podemos vislumbrar a ocupação da Ala Direita por, ao invés do rapido mas ´duro` e corpulento Danilo Silva, uma opção de grande habilidade, boa velocidade, visão de jogo bem privilegiada, arremates de media distância…

  • Diego Carvalho diz: 31 de agosto de 2009

    Agora sim Tite resolveu usar o 3-5-2, só falta ele usar o Guiuliano ou Andrézinho na ala direita e o D`alessandro ou Andrézinho no meio, na zaga ele poderia manter o Sorondo pois vinha muito bem, de volantes acho que o Magrão ficou bem junto com o Guiñazu pois marca mais posição do que o Sandro e na Frente concordo que o Alecsandro é matador mesmo e faz falta para aparar as sempre perfeitas cobranças de falta e cruzamento do Kleber e o Taison com Edu na cola se preparando pra ser titular.

  • Dr_Inter diz: 31 de agosto de 2009


    Andrezinho como condutor de bola e arrematador de distância, bem afeito a contra-ataques (jogos fora de casa) ou D`Alessandro que é um Ponta-de lança assistente tanto aos atacantes como a passagem de alas pelos 2 lados do campo (alem de ele próprio ser excelente como composiçao de caída à la Mario Sérgio pelas pontas – inclusive pela técnica e temperamento totalmente `XAROPE`). O D`Ale ainda é o cavador ideal de faltas, jogada que decide muitos jogos, desde que se tenha…

  • luciano diz: 31 de agosto de 2009

    na minha opinião deveria mantero o 3-5-2 o mandar o sandro ou ficar na geladeira por um tempo embora, pois ficou chateado por não ser vendido, e é só questão de tempo prá mostrar a frustração

  • Ademir Neissinger diz: 31 de agosto de 2009

    Bom dia Edu, mais um belo post, e verdade seja dita, eu queria o 3-5-2 mas nao acreditava que Tite fosse fazê-lo, o que também me surpreende, uma vez que sempre foi seu esquema preferencial, no Gremio, Sao Caetano, etc, entao, porque não mante-lo, eu só queria que fosse mais ofensivo, tendo o Giuliano na Direita e ai a briga do Andrezinho com o D´ale pela articulação, agora assim, esse Marquinhos tornou-se uma otima opção, e o Edu confirma aquilo que eu imaginei um jogador de categoria!

  • joao antonio diz: 31 de agosto de 2009

    No 4-4-2 com Bolivar na lateral o Giuliano era uma especie de ala,poderia testar ele na ala 1,2 jogos.Sorodo fica de libero Indio e Bolivar disputan a outra,os volantes Sandro e Guiñazu, Magrao primeiro reserva Andre e Andres disputan vaga na articulaçao no ataque concordom VC!Vale lembrar q o Inter ganhou muita qualidade com o Kleber liberado.

  • João Marcelo diz: 31 de agosto de 2009

    Concordo com tua análise, menos na questão do Giuliano. Nos últimos jogos do Internacional o Tite já havia trocado as posições entre Andrezinho e o Giuliano. E penso ser importante manter o 3-5-2 contra o Atl-MG e o Avai, para observar mais a resposta da equipe.

  • William Vidal diz: 30 de agosto de 2009

    Mais uma coisa: Preocupa-me a recomposição da defesa…Em certos momentos da partida vi só o Bolivar atras, com indio e eller subindo, guiñazu/magrão fica um pouco mais recuado…(obviamente, pensando numa partida com “11 contra 11″, isso seria possivel?) Como você vê a melhor formar de recompor o sistema defensivo do inter, atuando dessa maneira?

    Abraço, descobri o blog essa semana…não paro de le-lo!Parabéns!

  • filipe borin diz: 31 de agosto de 2009

    ceconi, acho que andrezinho e dalessandro concorrem com giuliano e são também opções para mudar o esquema, sandro briga com magrão e sorondo bolivar brigam pela zaga, no ataque vai continuar alecsandro e agora marquinhos, edu e bolanos serão opções por enquanto… e pra mim é sempre bom ter mais jogadores do que cabem no time, isso permite continuar com bom nivel mesmo com suspensões e lesões que sempre ocorrem…

  • Dr_Inter diz: 31 de agosto de 2009

    … ótimo cruzamento e que marca/cerca/ acompanha muito bem seu alvo de marcação. Alas dessa característica são Cicinho, Ilsinho, Thiago Feltre, Mancine e o Jean, atualmente, no São Paulo. O próprio Kleber tem setas mesmas características como principais virtudes.
    Ganhariamos não uma, mas 2 opções, pois o danilo S. seguiria, agora com nova 2a opção para o setor, como o variação de função tão necessária para determinados jogos/momentos de um jogo.
    E abririamos a Ponta-de-lança para outro 2 ou 3..

  • Joel Cornelli diz: 31 de agosto de 2009

    Parabéns pela análise do 3x5x2 Cecconi. Sobre o Goiás, me parece que subestimou o Inter. Para a entrada do Fernandão , o Hélio mudou as funções do Ramalho e do Léo Lima no meio de campo,recuando-os. Eles vinham atuando como segundo volante e meia ofensivo respectivamente, juntamente com o Amaral, Fernando ou o Éverton na primeira função. Foram só 15 minutos de análise, mas a equipe me parecia muito vulnerável e a tendência, mesmo em 11, era de vitória do Inter. Um abraço.

  • LEONARDO diz: 31 de agosto de 2009

    cecconi,,,,Voce não acha que o Tite deu a maior sorte hoje?pra min este Tite NÃO PRESTA,foi ao acaso que ele montou este time!!ele mesmo disse que se surpreendeu com a equipe,,isso significa que ele não sabe montar o time ,e hoje se provou que o inter tem otimos jogadores,,,HJ O MAGRÃO FOI MUITO,MAIS MUITO BEM,,e a torcida não precisava sofrer tanto como sefreu em alguns jogos,,é so colocar um TECNICO DE VERDADE QUE O INTER VAI SER CAMPEAO FACIL FACIL,,A GENTE NÃO TEM TECNICO ,HJ FOI SORTE

  • Saulo Avila diz: 30 de agosto de 2009

    O Inter já jogou com esse esquema no brasileiro, e jogou muito bem. Acho que o Tite deve manter o mesmo esquema sim.

  • josé da silva diz: 30 de agosto de 2009

    Fui só eu quem viu o danilo perder 2 gols feitos? Fui só eu quem não viu ele acertar 1 cruzamento? O danilo acertou 2 jogadas: uma cobertura e o passe para o gol do kleber. MAIS NADA. Não pode ter ido bem. E que tal o giuliano na ala direita? Michel Bolívar Sorondo Eller Giuliano Sandro Guiñazu D`Alessandro Kleber Alecsandro Edu (Marquinhos/Taison)?

  • William Vidal diz: 30 de agosto de 2009

    Foi uma bela partida… Eu tava lá no Beira-Rio… Fiquei meio surpreso com o 352, mas quando começou o jogo… logo vi que o Tite tinha acertado. Na zaga sempre tinha 2 zagueiros…quando um subia o outro ficava ( tanto indio como eller jogaram muito bem)…todo time jogo muito bem.

    Vamos ver se você concorda comigo: 352 foi quando o Inter defendia. Quando tinha a bola foi um 262…certo?

  • Wilson José da Silva diz: 31 de agosto de 2009

    Olha, sempre critiquei o Tite, mas ontem matou a pau com este esquema e os jogadores corresponderam dentro de campo. Se, não acovardar tendo nas mãos um dos melhores elencos do país, acho que agora dá. Porém, como falaste por amostragem atendeu todas as expectativas, vamos ver, como fica no transcorrer nas próximas
    partidas. Mesmo assim fico com o pé atrás,
    se corresponder dou a mão a palmatória. Ontem fiquei mais confiante que estava num desânimo brabo com este homem.

  • Felipe colorado 1.a divisao diz: 31 de agosto de 2009

    3-5-2 E O MELHOR ESQUEMA.A ZAGA FICA COM
    SOBRA E FORTALECE A BOLA DEFENSIVA E
    OFENSIVA.NAO EXISTEM LATERAIS E SIM ALAS
    QUE NAO SABEM MARCAR.ONTEM O INTER JOGOU
    COM 4 ALAS…

  • don diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, primeiro, gostaria de “pagar pau” para ti, por apresentar um blog de alta qualidade.
    Vi nos comentários muita besteira e muita coisa que procede, mas não vi comentário algum sobre o menino Bolaños, que entrou ontem no lugar que ele sabe jogar sua bola: MEIO CAMPO.
    O Tite mandou o garoto Giuliano para o ataque, e deixou o Bolaños como ponta de lança e, este, jogou muito bem, tendo chances de gol e buscando jogo pra organizar jogadas, com inversões… Comente sobre isso.Ele não é atacan

  • luiz diz: 31 de agosto de 2009

    Acho q temos q esperar os dois próximos jogos para saber se o esquema é esse mesmo. Deu certo? Então continua. Acho q o Tite deveria testar esse esquema nas duas próximas partidas. Penso q devemos atuar sempre com os melhores jogadores, tecnicamente falando. Dalle, Sandro, Andre, Taison e Alecssandro ficaram fora dessa partida. Não vai dar para encaixar todos. Observo q 3-5-2 ficamos com mais opções. Bom time jogando e excelente banco de reservas. “Briga” boa e salutar. Não havendo intrigas…

  • LEONARDO diz: 31 de agosto de 2009

    o tite teve sorte,,foi ao acaso que ele montou o time, este tecnico é muito ruin,e eu nao me iludo mais com esta naba,,agora se viu mais uma vez que o inter tem otimos jogadores e nao tem tecnico com coragem,este tecnico é muito ruin mesmo,se a gente tivesse umtecnico bom a gente estaria na frente 10 pontos e tinha ganhado a copa do brasil, foi um desperdiçio com este tecnico,FORA TITE TU É UM ENGANADOR E TEVE SORTE SOMENTE,NAO FOI CONVICÇÃO

  • vicente diz: 31 de agosto de 2009

    O Inter, por outro lado, tinha o Kléber [de atuação inspirada: fez um lançamento de 40m pro Danilo, redondo] e o Índio se incorporando ao meio [Eller e Danilo ficaram mais pelas laterais] povoaram o setor, enquanto que um dos volantes fechava os lados. No calor da movimentação, o time parecia um 4-4-2: Índio, Magrão, Bolívar e Eller; Danilo, Guiñazu, Giuliano e Kléber; Edu e Marquinhos.
    O 3-5-2 do Inter não foi aquele burro. Possibilitou o jogo pelos lados sem despovoar o meio.

  • papai eh o maior diz: 31 de agosto de 2009

    Antes de apontar que TITE é um mal treinador, poderiam por favor apontar alguém melhor? Tb não gosto do TITE mas,é oque tem de melhor no mercado até o momento. Se fosse eu, não mecheria no esquema e digo mais, tantas peças não é para “sobrar” e sim qualificar o time que va disputar a sulamericana a partir do final do mês, isso tb deve ser levado em conta.

  • mauro diz: 1 de setembro de 2009

    parabéns Cecconi, bela análise. Mas pergunto, mesmo com tantas críticas, não seira bom testar o Giuliano na ala. Deu certo com Souza e Leandro no SP vitorioso. Giuliano é segundo volante na seleção; marca melhor que Danilo(pra isso não precisa muito) é é muito disciplinado taticamente. Cruzando o campo, como Kléber, tabelando com D`Ale, Guina, Magrão, Alecsando e Taison. Gostaria da tua abalizada opinião, e não sou o único. Ah, finalmente Indio adiantado e Bolívar na sobra, só Tite não via..

  • Colorado diz: 2 de setembro de 2009

    Concordo com tudo que disseste, Cecconi, mas discordo em um ponto: essa louvavel mudanca repentina do Tite a qual voce se referiu aconteceu pelo menos uma meia duzia de rodadas muito tarde. O Inter ha tempos vinha acusando desgaste do 4-4-2 em losango e acumulava resultados frustrantes, no campo e no placar. Hoje, caso Tite tivesse feito apostas no momento certo, o Inter ja estaria consolidado no 3-5-2 ou, ate, experimentando uma terceira configuracao, caso o 3-5-2 nao fosse a solucao.

  • Vladi diz: 31 de agosto de 2009

    O Grêmio já caiu nessa. Goleou em casa o Cruzeiro, mas o time mineiro teve dois atletas expulsos. Depois foi o Flamengo, devido a incompetência dos atacantes adversários. Pura sorte, igual ao meu Inter ontem, pura sorte devido a expulsão de Fernandão, que foi o melhor jogador colorado em campo, não tinha como ajudar mais o Inter do que sendo expulso.

  • Le diz: 1 de setembro de 2009

    Sabia q ia ter esta postagem antes de abrir, algo como: “o 3-5-2 de Tite q funciona.” Não te engana, o 3-5-2 é um esquema ultrapassado e não funciona no futebol atual. Se fosse tão bom não teria sido abolido na Europa há tempo. Ele funciona em alguns jogos, em algumas circunstâncias, mas não é um esquema sólido. E tenho dito. Escrevam: não é um esquema estável. Para bons adversários em 4-4-2, o 3-5-2 é massacrado.

  • Mauricio diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, quais as diferenças/semelhanças entre o Inter de ontem e o co-irmão de 2001 (um 3-5-2 que funcionava muito bem), também treinado pelo Tite? Minha opinião é que ele conhece muito bem o esquema e sabe tirar o máximo de rendimento de cada atleta no 3-5-2, que deveria ser mantido.

  • luciano coletto pohlmann diz: 1 de setembro de 2009

    Vc captou bem,Cecconi,Tite apostou.E o fez num momento justificável,em q o time tinha muitos desfalques e poucas opções.Em condições normais de temp/pressão ele não faria mudanças.Tite é muito conservador,e ainda por cima rancoroso e turrão.Na coletiva depois do jogo enrolou um monte,mas não conseguiu esconder s/mágoa c/o D`Ale.Tenho certeza q um dos principais motivos p/ele ter mudado o esquema foi a forma q encontrou de acomodar s/ovelhas.Edu p/exemplo é a mais nova.Bolanos p/visto é a negra.

  • //lucia diz: 31 de agosto de 2009

    Continua assim Tite! Assim vai dar certo novamente! Aplausos ao treinador Tite!Por favor continue assim!!!

  • pacato diz: 31 de agosto de 2009

    O kleber deveria ter uma flecha para na diagonal para o meio. Ele fechava enquanto Eller e Edu preenchiam a esquerda. Deve manter o 352 sim, o time de roth é fraco e joga na base do chutão para a área. Com o 352 o inter “abre” o jogo pelos lados. O Tite já usou esse esquema. Após tomar um nó tático no 1o tempo, voltou para o 2o no 352; não lembro contra quem (Bolanõs fez 3 gols nessa partida) com Danilo na zaga e Daniel na direita.

  • Michael diz: 31 de agosto de 2009

    Um bom treinador tem de ser ousado e surpreender a todos mesmo, como faz o Luxemburgo, por isso ganham tão bem. Era isso sim que estava faltando ao Tite. Parabéns e espero que continue assim.

  • Douglas Campos diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, creio que teríamos que ver o D`alessandro jogando na mesma posição do Giuliano, para ver quem tem mais dinâmica naquela posição, pois é necessário ter disposição de compor a marcação e ter velocidade de para jogar. Na minha opinião o Sandro terá melhor desempenho que o Magrão nessa função, pois tem passe mais qualificado e possui um bom arremate de fora da área.
    Abraço.

  • Emanuel Felipe Bortulini diz: 31 de agosto de 2009

    Tchê… se tu vai ver a fundo mesmo, o Inter vinha jogando no 3-5-2, com a ala direita sendo feita por um zagueiro. O problema é que ele não sabia se apoiava ou ficava. Agora fechou a defesa, e não fica retrancado, porque sempre tem um zagueiro subindo e confundindo a marcação adversária. Kleber é lateral de apoio, e matou a pau ontem. Começo a ter esperança no título agora!!!

  • Marcius da Costa diz: 31 de agosto de 2009

    Me surpreendi não terem relatado aqui as movimentações do Kléber. Fiquei surpreso vendo ele se movimentar por todos os lados, tanto que o gol que fez foi pela direita! O Edu, no primeiro tempo principalmente, fez a ponta esquerda, ali onde era pro Kléber estar, e esse subia pela meia esquerda, enganando os zagueiros do Goiás. Me surpreendeu também as subidas pelas alas dos zagueiros, o Éller pela esquerda apoiando Edu e Kléber, e o Índio pela direita, isso complicou a vida do Goiás que teria per

  • Leonardo Soares diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, concordo com quem gostaria de tentar Giuliano na ala, mas ele foi MUITO bem ontem, e seria demais para a cabeça do Tite fazer isso, então como Edu ainda não tá em forma, acho que poderia ficar apenas o Marquinhos na frente para que possam jogar Giuliano e D`Ale lado a lado encostando no guri(estas considerações valem apenas para os disponiveis hoje para jogar.

  • Leonardo Soares diz: 31 de agosto de 2009

    Sobre o grupo: o time começa por D`Alessandro. Completaria o meio com Sandro e Guina, alas com Giuliano e Kleber. A zaga começa por sorondo, o resto é o resto. Eu entraria com Bolivar e Eller, o Índio anda furando muito na marcação. Frente com Alecsandro e Taison. Acho que Edu/Bolaños só terão lugar no time ano que vem quando Taison e D`Ale voarem para Europa. André é um ótimo reserva. Magrão jogou bem, mas é reserva. 3-5-2 é um problema em um grupo que tem tanto bons atacantes e meias.

  • pacato diz: 31 de agosto de 2009

    Po Cecconi, vi muita gente pedindo O Giuliano na ala. Torcedor tem memória curta mesmo. Há alguns jogos o criticavam porque era “verde”. Coincidência ou não, era em partidas nas quais ele jogara aberto na direita, fazendo a função de magrão naquele maldito losango. Giuliano joga pelo MEIO!!! Proximo jogo: Sai Bolivar, Magrão e Edu, voltam Sorondo, Sandro e Taison. Taison se não jogar bem tem que sair logo (no intervalo, tite!), colocar D`ale (avançando giu) ou então o Edu.

  • Felipe diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi tu n acha que essa grande atuação do Inter também foi pela expulsao do fernandão.Está certo q mesmo 11vs11 o inter ganhava mas até ai era perigoso o inter se abrir muito,mas depois da expulsão é natural q o time se abra mais e tende a atcar melhor.Então te pergunto,a expulsão no inicio do jogo não aumentou,e muito,a atuação do inter nesse jogo? Sou Gremista,mas kero saber tua opinião!Abraço,acompanho o blog todo dia!

  • Eduardo sup-chaminé diz: 31 de agosto de 2009

    Só pelo fato de adiantar a zaga e dois atacantes de movimentação torna o time mais compacto fazendo acontecer aquilo que o torcedor gosta de ver ..sempre dois ou mais jogadores perto da bola.. com ou sem ela… mas acredito que com um atacante fixo como o Alecssandro o rendimento será diferente.. dependeremos mais da eficiência das jogadas pela ponta, e ontem nosso dois alas tiveram muita liberdade.. o que não deverá ser muito comum… ontem foi atípico.. surpreendeu o goiás.. vamo inter!

  • Guilherme diz: 31 de agosto de 2009

    O giuliano vai para seleção, o inter contava com isso, por ter o dalessandro e andresinho… o inter quer valorizar o jogador.. eu prefiriria que ficasse, mas a politica do inter é de vender… então preferem ele na seleção sub alguma coisa.. pelo menos temos bons substitutos!

  • Jose Antonio Westphalen diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, sempre acompanho o blog e gostaria que vc fizesse uma análise do espaço fisico dos gols que o Grêmio tem levado. Veja, contra o Botafogo a bola entrou exatamente onde só cabia ela mesmo, ou seja exatamente riscando o poste. Teria como percentualizar os locais dos gols sofridos e compará-los por exemplo, com os do Inter? Abs. No aguardo.

  • vicente diz: 31 de agosto de 2009

    Interessante como o Goiás demonstrou [já antes da expulsão do Fernandão] os problemas do 3-5-2, e como o Tite os solucionou. No Goiás, os zagueiros ficaram em linha: quando cobriam o buraco nas costas dos alas, abriam espaço no meio [como no 1o. gol] e não se incorporaram ao meio, entregando o setor pro Inter [especialmente depois da expulsão].

  • Ramon Dongo diz: 31 de agosto de 2009

    Fala Eduardo!
    Parabéns pela análise, mas vou me permitir colocar uma questão: eu achei que o Inter tava jogando num 3-4-3 na prática (Eller, Bolívar e Índio, depois Kleber, Guina, Magrão e Danilo e por fim Giuliano, Edu e Marquinhos). Sei que o Giuliano não é atacante, mas ele jogou bastante avançado, quase como um atacante…

    Números à parte, o mérito do Tite foi adiantar a marcação. Perdemos muitos gols, mas criamos muito, coisa que não vinha acontecendo com o outro esquema (4-4-2).

  • Leonardo Soares diz: 31 de agosto de 2009

    Me pergunto o que o Inter vai fazer com Léo, Marquinhos, Talles Cunha e Valter, que precisam jogar ano que vem. Vai ser preciso muito jogo de cintura pra administrar isso, fora os guris que o Inter anda contratando, como esse do Vasco. Acho até que tem jogador demais pra um time só.

  • Anderson Cardoso diz: 31 de agosto de 2009

    Cecconi, o time jogando no 3-5-2 ganha o Arilton como opção para lateral direito no elenco. Quanto ao Giuliano, creio que possa brigar tanto com Andrezinho e D`Alessandro por posição, quanto com Magrão. Uma outra coisa que ninguém fala, mas eu se treinador do Inter fosse, tentaria experimentar nos treinos, que é utilizar um meio campista na ala direita, no lugar do Danilo. Nada contra ele, mas mais cedo ou mais tarde, pode ser uma boa saída.

  • DANIEL R SANTOS diz: 31 de agosto de 2009

    PARABENS AO TITE, QUE QUIS MUDAR O TIME. ESPERO QUE ELE NÃO ENGESSE O TIME EM APENAS UM ESQUEMA (COMO FEZ COM O 4-4-2 LOSANGO)

  • Guilherme diz: 1 de setembro de 2009

    Lauro;Índio,Sorondo,Eller;Giuiliano,Mãgrão,Guiñazu,Kleber,D`Alessandro;Edu e Marquinhos…
    Giuliano de ala direita,será que daria certo,Cecconi?

Envie seu Comentário