Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Inter vence usando o clássico 4-4-2 brasileiro

25 de outubro de 2009 40

Diagrama tático do Gre-Nal, no primeiro tempo

Foi preciso sofrer um desfalque – Fabiano Eller, suspenso – para Mário Sérgio organizar uma equipe equilibrada. E, no mais clássico 4-4-2 brasileiro, com meio-campo em quadrado, o Inter venceu o Gre-Nal 378, no Estádio Beira-Rio.

No meio-campo em quadrado, Mário Sérgio apostou nos “pés invertidos”. O canhoto D`Alessandro atuou na meia-direita, enquanto o destro Giuliano foi o meia-esquerda. O treinador colorado já havia declarado a predileção por este tipo de inversão, proporcionando aos jogadores o movimento em diagonal do lado para o meio, e a consequente conclusão. Foi assim que D`Alessandro marcou o gol da vitória por 1 a 0.

Sandro e Guiñazu, alinhados, foram os volantes, completando o quadrado do meio-campo. E o setor, quando o Inter perdia a posse de bola, ganhava ainda um quinto integrante – Taison – que ora recuava por dentro, ou então descia acompanhando os raros avanços de Mário Fernandes pelo lado. Esta variação do 4-4-2 parao 4-5-1 ficou ainda mais nítida quando Marquinhos substituiu Taison, e Andrezinho entrou no lugar de D`Alessandro – Marquinhos alinhou-se ainda mais a Giuliano e Andrezinho.

Ainda no 4-4-2 colorado, Kleber foi o lateral-apoiador, enquanto Daniel manteve-se atento à marcação de Lúcio. Alecsandro atuou como centroavante, centralizado, fazendo o pivô e saindo pelos lados. Na defesa, Bolívar saiu-se bem improvisado no lado esquerdo, em parceria com Índio. Ambos, sem muito trabalho.

No Grêmio, Autuori apostou no 4-5-1, devido às ausências de Maxi López e Tcheco. Não foi uma boa escolha. O 4-5-1 gremista pode ser desdobrado em 4-3-2-1, uma espécie de “árvore de natal”, formada por três volantes, dois meias e um atacante.

Túlio centralizou, tendo Rochemback à direita e Adilson à esquerda – ambos trocando bastante de lado. Mais à frente, Douglas Costa jogou pela esquerda, e Souza pela direita – também alternando-se nas trocas de posicionamento. Perea ficou mais centralizado à frente. Esforçado, como sempre, nada mais do que isso.

Faltou profundidade e objetividade. Sem o apoio dos laterais – Lúcio e Mário pouco investiram – e com três volantes, o Grêmio limitou-se a trocar passes laterais. Na marcação, o Inter estava bem agrupado, com os meias próximos dos volantes. Souza e Douglas Costa nada conseguiam criar, nem recebiam assessoramento de ninguém. Eventualmente Rochemback ou Adilson passavam da linha da bola,mas apenas para receber e devolver. Um time burocrático e lento.

Certo é que não foi um bom jogo. Com o gol marcado cedo, o Inter evidenciou a estratégia de contra-ataque. Cedeu posse de bola ao Grêmio, posicionando-se para transições rápidas com Giuliano, D`Alessandro (e Andrezinho), Taison (depois Marquinhos) e Alecsandro. E como o Grêmio nada criava, trocando passes laterais sem objetividade nem profundidade, a partida também assumiu esta rotação lenta e arrastada, com pouquíssimas oportunidades de gol.

No segundo tempo, Autuori trocou Douglas Costa por Herrera, tentando um retorno ao 4-4-2. Mantiveram-se os três volantes. Na prática, nada mudou. Formou-se uma espécie de losango no meio-campo, com Túlio centralizado, Rochemback e Adílson na segunda linha, e Souza na ponta-de-lança. Quarteto que permaneceu submisso à marcação do quadrado colorado, acrescido pelo retorno de Marquinhos.

Mário Sérgio demorou para escalar um Inter equilibrado. Venceu com mérito, embora sem brilho, o Gre-Nal de hoje. Para o Inter, seria bom que seu treinador cogitasse abandonar a predileção pelo 3-6-1, colocando este 4-4-2 – que privilegia os melhores, os tecnicamente mais qualificados – na planilha de alternativas táticas prioritárias.

Postado por Eduardo Cecconi

Comentários (40)

  • Conrado diz: 25 de outubro de 2009

    Cecconi, tu acha que se o Grêmio tivesse jogado nesse mesmo esquema, porém com o Renato no lugar de um dos volantes, ou seja, com 3 meias avançados, seria um esquema melhor? Levando em conta que o Grêmio jogaria mais no contra-ataque, cedendo a posse de bola (apesar de não ser característica dos times do Autuori) e claro, desconsiderando o gol levado tão cedo? Também com a presença do Souza naquele setor, talvez inibisse as subidas do Kléber…

    Resposta do Cecconi: Conrado, não sei se o Renato acrescentaria algo, mas o 4-5-1 com dois volantes e três meias é mais equilibrado do que o com três volantes e dois meias. Concordo contigo. Abraços.

  • Éverton diz: 26 de outubro de 2009

    Cecconi, sei que não tem nada a ver com o Gre-nal. Mas queria te fazer uma pergunta, que pode até servir de sugestão pra um post futuro… até o momento, passadas as rodadas iniciais na Europa, qual o melhor time do velho continente na tua opinião? Abraços.

  • bruno diz: 26 de outubro de 2009

    uma dúvida… por ser o lúcio o lateral que apoia, pq o taison ficou marcando o mário? não seria melhor cair pela esquerda da defesa do gremio, liberando um pouco mais o daniel? abraço.

    Resposta do Cecconi: bruno, com o Tite também acontecia isso. A justificativa é que o Taison “gosta” de jogar pela esquerda, para fazer as diagonais. Abraços.

  • Gremista diz: 25 de outubro de 2009

    O Meira deveria ser atacante do Gremio porque ele sim deve ter o perfil do time… esse time definitivamente tá uma vergonha… não vai a lugar algum… vai pegar sulamericana e olhe lá… e o tolo do Meira ainda diz que é premio de consolação… incompetente!

  • joao neto diz: 26 de outubro de 2009

    O inter não jogou nada, mas o gremio foi muito pior em todos os sentidos.
    com este time até é bom que não vá para a libertadores porque ia ser um grande fiasco para nós tricolores.
    grande foi o nosso técnico dizer que tomamos conta do jogo, mas adiantou de que perdemos mesmo assim, paulo autori o grande demagogo ele tinha que ser pisicológo ia ganhar mais.

  • Alexis Leiria diz: 26 de outubro de 2009

    Cecconi, tb acho que o time tem que ser no 4-4-2, só trocando o Bolívar pelo Eller e o Taison pelo Marquinhos, Edu ou Alan Kardec. A não ser que ele volte a ser aquele atacante agudo que era. Hoje, acho o Marquinhos mais produtivo. Jogou 25 minutos e pifou o Alecsandro, que perdeu o gol. Eu iria de: Lauro, Daniel (é ruim, mas é da posição), Índio, Eller e Kleber; Sandro, Guiñazu, Giuliano e D´Ale; Marquinhos e Alecsandro.

  • Marcelo diz: 26 de outubro de 2009

    Eaí Cecconi,
    Na minha opinião, o Grêmio perdeu o Grenal pois não soube usar as principais carac. das poucas peças que possui.

    Sabidamente (já em 2008) o Perea não retém a bola, então nunca poderia ter jogado sozinho de costas para a marcação.

    Bem, eu colocaria o Bruno Colaço na lateral e fecharia o meio com Lúcio, para fazer a jogada de profundidade, com o Douglas que não sabe marcar flutuaria pelas meias, retirava o Adilson e passaria o Souza para essa função que já fez em outros times.

  • Marcus diz: 25 de outubro de 2009

    Manchete do Grenal:

    a) inter não vê a cor da bola e vence.

    b) mais uma vez o Grêmio perde uma partida fora de casa para um adversãrio que não precisou jogar NADA para ganhar.

    Voto na “b”, com direito a plaquinha de “eu já sabia” e tudo o mais.

  • anselmo diz: 26 de outubro de 2009

    OLHA O TEM MAIS SORTE Q JUIZO , ÑVAMOS GANHAR O BRASILEIRO COM UM CENTROAVANTE Q PARECE Q ESTÁ DE FÉRIAS , JOGANDO AMISTOSO, PÔ O CARA/N CORRE , Ñ SABE DAR UM DRIBLE, E AINDA ERRA UNS GOLS FEITOS ,EO TAISON VIROU VIÚVA DO NILMAR NÉ , Q COISA TRISTE Ñ GANHOU UMA BOLA DO FUGITIVO ….GANHAMOS MAS…….

  • edgard diz: 25 de outubro de 2009

    Cecconi, meu caro!!! chego a conclusáo dq o autuori e um roth c/grife. nao mostra nada d+ em termos taticos… decepcionante!!!

  • borracho diz: 26 de outubro de 2009

    Cecconi, oq tu achou do Rochemback? Eu achava q a melhor escalaçao seria um losango com Adilson ou Tulio; Rochemback e Bruno Renan; Souza ou Douglas Costa. Ele parecia estar indo bem, mas depois do Grenal nao sei mais se daria certo esse meio de campo (muita gente ta massacrando ele, mas talvez foi um “mau dia” como o do Victor, ou nao)… Na verdade eu ja estava tentando projetar o time de 2010 com: Camisa 5 a contratar; Rochemback e Bruno Renan; Roger ou Diego de Souza; Oq tu acha?

    Resposta do Cecconi: borracho, eu não comento as sugestões de vocês, porque as respeito. Na teoria, qualquer sugestão de escalação ou sistema pode dar certo, é preciso sair do papel e ser testada. Sobre o Rochemback, ele jogou mal ontem, mas vinha bem, não acho necessário “torrá-lo” como alguns fizeram. Abraços.

  • Newton de Oliveira Fortes diz: 25 de outubro de 2009

    O Esquema usado hoje foi o do tecnico Tite então porque trocaram só porque a torcida e alguns jogadores faziam corpo mole. E depois o Grêmio não existe era para ser goleada.

  • Dr_Inter diz: 25 de outubro de 2009

    Parabens é exatamente isto!
    Neste momento o Bolivar até pode ser o LATERAL.
    Há ainda a possibilidade de Glaydson e Marquinhos substituirem Sandro e Tayson, realezando a variação de 4-4-2 >>> 4-5-1 para 4-4-2 >>> 4-1-4-1…

  • Rafael diz: 26 de outubro de 2009

    Cecconi, estava na inferior na badeirinha de escanteio do gol do placar eletrônico, dali dava pra ver o desenho do inter, num 4-4-2 em 2 linhas, mas não de 4 e sim uma de 4 e outra de 3 D`Ale e também Taison, faziam o primeiro combate à saida dos laterais do Grêmio. Giuliano auxliava o Daniel na marcação e Guina fazia o mesmo com Kleber. Inclusive na coletiva o Mario fala dessas linhas e alguns comentaristas também, talvez a visão do nível do gramado tenha prejudicado a visão do todo. Abraços

    Resposta do Cecconi: Rafael, eu apontei no diagrama as duas linhas que eu identifiquei: Guina e Sandro, depois DAle, Giu e Taison (Marquinhos). Abraços.

  • Joao Gouveia diz: 26 de outubro de 2009

    Discordo! O inter utilizou claramente duas linhas de 4! Voce tem a impressao q o inter esta em quadrado, pois nas recuperacoes de bola pelo meio dalessandro e giuliano se adiantam.

    Resposta do Cecconi: João, a impressão também pode ser a contrária, com o posicionamento deles em quadrado, e recuando pelos lados sem a bola. Se fosse um sistema de duas linhas, ambos continuariam apoiando pelos lados, e não pelo meio. Abraços.

  • pacato diz: 26 de outubro de 2009

    o inter defendeu sempre no 451: giuliano na direita, taison na esquerda e dale fazendo um “migué” pelo meio. Agora, o mário sérgio se equivocou. Disse que nao convocou o Kardec pq não joga com 2 centroavantes. Pera lá! O Alecsandro eñtão é insubstituível? è incansável e imune a lesões? Aí é dose!

  • Lucas diz: 26 de outubro de 2009

    Pelo amor de deus! O inter só ganhou o jogo porque o Vitor levou um frango e porque o juiz não marcou um pênalti escandaloso no Réver. O inter só criou uma oportunidade de gol (a do Alecsandro). Dizer que o inter venceu com mérito é o fim da várzea…

  • Jean diz: 25 de outubro de 2009

    Cecconi, para você qual seria a tática perfeita para o grêmio? obs: Autuori acerta em não usar 3 zagueiros mas era bom de mais para ser verdade ai usa 3 volantes pq não pode fazer um time ofensivo. Abraços

  • Rafael Amaral diz: 26 de outubro de 2009

    Não concordo que o Inter tenha ganho o Gre-Nal por mérito do Mário Sérgio, mas, sim, pela falta de qualidade do setor ofensivo do Grêmio. Se analisados bem os esquemas táticos, vemos que o Grêmio está armado para ter uma ampla superioridade numérica ofensiva no lado esquerdo, visto que é por lá que está sua força ofensiva (não há lateral direito no elenco), e para segurar bem o lado esquerdo do Inter. No entanto, Douglas, Adilson e Lúcio prejudicaram qualquer estratégia com suas atuações pobres.

  • joao antonio diz: 25 de outubro de 2009

    gostei muito do time do inter.como diria nosso antigo treinador TITE “nosso time encontrou o ponto de equilibrio”

  • elias diz: 25 de outubro de 2009

    Tirando o taison e o alecsandro que realmente – acabaram, se aposentaram, não tem explicação, etc. etc. – os demais jsogaram muito bem , com aproximação e cada qual na sua exata (ap0roximada) posição. Alguem falou em parecido com a escalação que usaram contra o avai. Eu, modestamente, já tinha escrito exatamente isso – olhem aquele jogo e substituam apenas os que sairam, mantendo suas caracteristicas. Se tivèssemos centro-avante, razoável, tinha sido muito, mas muito melhor. Volta nilmar!!!!!!

  • marcos marino diz: 26 de outubro de 2009

    Cecconi,

    discordo do desenho tático que vc colocou, olhando o jogo la das cadeiras do beira-rio dava para ver claramente que o desenho tático do inter era o 4-1-4-1, sendo a primeira linha de quatro com daniel-indio-bolivar-kleber, o sandro na frente deles, e na a segunda linha de quatro com o dalessandro-giuliano-guinazu-taison, com apenas o alecsandro na frente.
    abraço

  • Guilherme diz: 26 de outubro de 2009

    Não foi isso. O meio campo do Inter esteve próximo do losango do Tite. Com D´Alessandro se posicionando atrás da linha da bola quando o Grêmio atacava, o meio-campo se posicionava quase que em linha. E o Giuliano ocupou a faixa direita do campo.

  • João Carlos Franceschi diz: 25 de outubro de 2009

    Dança gremistada que o meu time é melhor que o listado de vocês.

  • krause diz: 25 de outubro de 2009

    “sem objetividade nem profundidade” é o que eu chamo de estilo paulo autuori… desde o seu primeiro jogo no grêmio

  • Ramon Dongo diz: 25 de outubro de 2009

    O Inter variou bastante de esquema. Pena que eu não levei minha câmera pro estádio, porque depois que o Marquinhos entrou, deu a impressão de estarmos jogando no 4-1-4-1 e também variando pro 4-2-3-1. Embora o Taison seja atacante não acho que tenha sido um 4-4-2, pois antes de Alecsandro sempre vinham em linha Taison, D`alessandro e Giuliano.

  • Colorado diz: 25 de outubro de 2009

    Oh, Eduardo! Tu tem bola de cristal? Escreveu o artigo ontem a noite? Mal o jogo acabou e teu texto ja tava postado!!

    Resposta do Cecconi: não, amigo Colorado. Eu escrevi durante a partida, e aos 40min do 2º tempo estava pronto. Quando o juiz apitou, foi só dar o publicar. Abraços.

  • Santos diz: 26 de outubro de 2009

    Não podemos abandonar o 3-5-2, pois nosso centro-avante é jogador que desfruta de jogadas de pontas, e no 4-4-2 ele não tem um bom desempenho, porque bolas em profundidade não é para o Alecsandro, pois ele não tem velocidade.. Portanto o Inter tem que se acertar no esquema com 3 zagueiros, liberandos os alas.. E só assim o Kleber demonstrará o seu melhor futebol.

  • Liliane diz: 25 de outubro de 2009

    Pra ganhar do Grêmio nós precisamos só 2min 30 segundos!

  • Giordano diz: 26 de outubro de 2009

    Eu não sei.. Mas por vezes parecia um 4-3-3 um o dale e o taison bem abertos e um triangulo baixo com giuliano, sandro e guina… Você não percebeu por vezes esse tipo de jogo???

    Resposta do Cecconi: Giordano, esse tipo de dúvida entre o 4-3-3 e o 4-5-1 com três meias em linha é bastante comum. Eu vejo o Corinthians no 4-3-3, outros dizem que é o 4-5-1 desdobrado em 4-2-3-1. Para mim, ontem o Inter fez o 4-2-3-1 em alguns momentos, variando para o 4-4-2. Abraços.

  • Jaime Grutka diz: 26 de outubro de 2009

    O Gremio vai perder pro Avai, marquem e confiram…

  • Luiz Colorado diz: 26 de outubro de 2009

    EDU, tu tem certeza que o giuliano jogou pela esquerda? pode ser que eu nao tenha prestado bem atenção, mas eu sempre via ele cobrindo o Daniel? to errado?

    Resposta do Cecconi: Luiz, vou fazer um post sobre isso agora. Grande abraço.

  • Regis diz: 26 de outubro de 2009

    Boa tarde Cecconi, a principio eu encherguei o Inter com 4-5-1 sem a posse de bola e com ela ataca em um 4-3-3 alto se revezando os lados, quando o esquerdo atacava o direito se resguardava mais e vice-versa pois o D´alessandro aparecia muito pela direita igual ao tayson na esquerda,,,,,e se jogar nesse sistema contra o São paulo matamos eles defensivamente por termos mais homens no meio e ofensivamente pela chegada aguda e de qualidade, só faltava mesmo termos o Nilmar, como homem de referencia

  • Rudson diz: 26 de outubro de 2009

    Por que o Souza anda por todas as posições do campo? O cara realmente joga, mas flutua muito, deixa vazio o meio de campo… Observem, ele jogas das duas alas, na zaga, no circulo central e bem pouco na intermediaria… Por que uns tem mil chances e outros quase nenhum? Douglas deu passe de peito, deu duas arrancadas pelas laterais, mas quem o acompanhou? O Rocca não jogou nada outra vez e quem saiu foi o JUDAS “Douglas”. Por que insistir em Herrera e Perea se temos Roberson e Bergson? CHEGA!

  • Marcos Menine Rodríguez diz: 26 de outubro de 2009

    Só pra esclarecer, o 442 é um clássico europeu e o nosso é o 352

  • L F Basso diz: 25 de outubro de 2009

    NADA, MAS NADA PODE SER PIOR QUE ALECSSANDRO. ELE NÃO SERVE PARA O ESTILO DE JOGO DO INTER, FALTA VELOCIDADE, FALTA VONTADE, FALTA OBJETIVIDADE, FALTA INTELIGENCIA. É UM JOGADOR QUE NOS MASTERS AINDA ASSIM SERIA CHATO DE ASSISTIR.
    E NÃO SAI NEM PRO DECRETO, NÃO SE MACHUCA, NÃO LEVA AMARELO. CRISTO É O PIOR DOS PIORES. PARA COMPLETAR, NADA PODE SER PIOR QUE TAYSON, TAYSON E ALECSSANDRO , PIOR DUPLA DE ATAQUE DO MUNDO.

  • leandro diz: 25 de outubro de 2009

    falta qualidade ao gremio Cecconi só isso…se resume a isso…nao vou mais assistir jogos do gremio esse ano…fora de casa eh derrota certa…a paciencia da torcida acabou..nao ha soluçao para esse time mediocre do gremio..abraço

  • VOLTA ODONE! diz: 25 de outubro de 2009

    Autuori acabou de dizer na coletiva q teve o controle total do jogo, so faltou usar os lados e ser eficiente nas finalizaçoes! Se ele acha isso pq colocou Perea de titular e depois tirou Douglas Costa? E no final com o meio completamente congestionado ele ainda me tira o Tulio pra botar o Renato Caja! E pior ainda, pq o time nao obedece aos suas ideias? FORA AUTUORI! Nao adianta so falar, TEM Q FAZER DENTRO DE CAMPO! FORA MEIRA! Dirigente Incompetente, TU NAO TEM O PERFIL PRA DIRIGIR O GREMIO!

  • Lucas Gutierrez diz: 26 de outubro de 2009

    O maior problema do Grêmio no primeiro tempo foi que ao dominar a bola só havia o Perea na frente da linha dela (bola). O Autuori tentou corrigir isso no segundo tempo colocando o Herrera, mas errou feio. Tirou o Douglas (melhor do time até então). Poderia ter reposicionado ele (Douglas) ou tirado um dos volantes (Roca – que não jogou absolutamente NADA). Faltou coragem. O jogo em si foi ruim e ng merecia ter ganho. O resultado mais justo seria -1 a -1. O jogo foi decidido numa quicada estranha.

  • borracho diz: 26 de outubro de 2009

    E outra, tu poderia fazer uma analise do Lanus? O time parece estar muito bem ha algum tempo ja, e o tecnico apesar de ser bem novo tem recebido muitos elogios na Argentina. (Tambem tem um volante q eu acho q o Gremio poderia contratar, o Pelletieri hehehe). Abraço e parabens pelo blog, ta cada vez melhor!

Envie seu Comentário