Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

É bom ver o Chelsea jogar

17 de janeiro de 2010 31

Diagrama tático do Chelsea no confronto com o Sunderland

Assistir ao Chelsea jogando me faz pensar se este Carlo Ancelotti é o mesmo que há poucos meses tomava decisões muito questionáveis no Milan. Ontem, em goleada de 7 a 2 sobre o Sunderland, o técnico italiano soube driblar com muita inteligência as ausências dos africanos Drogba e Essien (na Copa Africana das Nações, assim como os reservas Mikel e Kalou) e dos portugueses Deco e Bosingwa (lesionados).

Ancelotti manteve o Chelsea no 4-4-2 em losango. À primeira vista, uma estrutura tática idêntica à original, com linha defensiva de quatro jogadores, um volante central protegendo a área, dois apoiadores marcando sem a bola e criando com ela, um ponta-de-lança ofensivo centralizado, e dois atacantes – um de área, outro de movimentação.

Mas a estratégia ofensiva encaixou-se às exigências do elenco sem Drogba e Essien. É uma sequência de sincronias que levou à criação de 29 chances de gol, em absurdos 71% de posse de bola. Tudo começa, acredito, pela entrada de Malouda no lugar de Drogba.

Canhoto, Malouda levou Ancelotti a modificar a função de Anelka, que se tornou a referência de área, com Malouda fazendo o trabalho em suas imediações, pela esquerda. O substituto de Drogba contou ainda com o assessoramento constante de Ashley Cole, lateral que recupera sua melhor forma jogando em alto nível, com qualidade, velocidade, e precisão.

Para equilibrar, Ancelotti levou Joe Cole para as diagonais inversas, saindo do meio para a direita. Assim, o Chelsea trabalhou nos dois lados: esquerda, com Ashley Cole e Malouda; direita, com Joe Cole e Anelka – com Ivanovic apoiando menos. Essa solução – levar Joe Cole para o lado – proporcionou o que de mais bonito fez o Chelsea nessa partida.

Com a frente da área liberada, Lampard e Ballack brilharam, tanto na distribuição do jogo como também no ingresso na área. Malouda e Joe Cole, saindo pelos lados, arrastaram a marcação na intermediária do Sunderland, escancarando a porta da área. Dessa forma, Lampard e Ballack puderam se adiantar, sendo muito mais do que simples apoiadores. O resultado desta estratégia é: dois gols de Lampard, um de Ballack, todos de dentro da área.

O Chelsea abriu a marcação do Sunderland. Sem mexer no sistema tático. Mantido o 4-4-2 em losango, Carlo Ancelotti apenas se adequou às novas exigências do elenco desfalcado. Foi muito bem o técnico dos Blues. Ganhou o sábado quem, assim como eu, ontem parou para assistir a esta aula de futebol inteligente.

Postado por Eduardo Cecconi

Comentários (31)

  • Rui diz: 18 de janeiro de 2010

    o roberto exagerou, porém eu sigo o que ele quis dizer. Acredito que o futebol europeu não é tudo isso que se vê, o investimento é muito maior, mas na prática, dentro do campo os grandes clubes brasileiros não devem, ou devem pouco para os europeus.

  • Yuri diz: 21 de janeiro de 2010

    vcs tao zuando né?? quem no brasil tem uma dupla de atacantes como Bent e Jones? nem o campeao brasileiro e seu “““`imperador“““`, Bent ja tem 15 gols em 22 jogos na PL, o time é bom, mas tem alguns niveis acima.. se esses times sao piores que os da serie B entao B>>>A. LMAO. problema do sunderland è que ta igual ao sampdoria. sequencia sem vencer (embora tenham bons elencos). e eu JURO que vi um 4-3-3 a-la hiddink nesse jogo. belletti-ballack/lampard. malouda/joe cole-anelka

  • Pedro Alt diz: 17 de janeiro de 2010

    Muito boa a coluna cara, parabéns. Um lapso de genialidade analítica na crônica esportiva gaúcha.

  • Tiago diz: 18 de janeiro de 2010

    (assunto off) Cecconi, vc poderia analisar novamente o Real Madrid? Na formação com Casillas, S.Ramos, Albiol, Garay, Arbeloa; Lass, Alonso, Marcelo, Kaká e C.Ronaldo; Benzema. Que é a escalação que o Real Madrid utilizou no último jogo e utilizará no próximo. Eis minha dúvida: é um 4-3-1-2 ou um 4-2-3-1? Alguns sites afirmam ser o primeiro, outros o segundo (eu particularmente acho que é o segundo esquema) e vc, o que acha?

  • Giordano Lima diz: 18 de janeiro de 2010

    Isso é em parte culpa da marcação por função?
    É o unico motivo que acredito que faça um jogador “arrastar” volante e abrir o meio? Como seria possível segurar o Chelsea? Um 3-5-2 com marção por zona com um triangulo baixo no meio?

  • Bruno diz: 18 de janeiro de 2010

    Assistir os jogos do futebol inglês, em geral, é muito bom. Principalmente quando participam os quatro grandes. Tenho um carinho especial pelos Blues. Sempre que jogam, torço por eles. Estou feliz que são líderes da PL.

    Abraço.

    Ah, ótima análise, como sempre!

  • Jonas Daniel diz: 17 de janeiro de 2010

    Só uma correção, Deco não é português, é brasileiro, ele naturalizado português.

  • Alan diz: 21 de janeiro de 2010

    Olá Cecconi! Muito bom mais esse post. Agora, não sei bem, mas no diagrama me tá aparecendo o Belletti como primeiro volante, hehehe… até estranhei ninguém comentar, bom, acho que era pra ser o Mikel ali né. Seria um caso no mínimo curioso o Ancelotti por o Belleti de primeiro volante, hehe. Só para te avisar mesmo. Abraço.

  • Alan diz: 21 de janeiro de 2010

    Nossa, a príncipio eu achei que tu tivesses cometido um engano ao por o Belletti de primeiro volante, mas eu vi que foi isso mesmo! Belleti de primeiro volante, huaha.. cada dia se vê mais coisas no futebol. E o Chelsea tocou 7 ainda por cima! Realmente impressionante. Abraço.

  • Éverton diz: 17 de janeiro de 2010

    Muito boa análise. Está aí o meu favorito pra levar o campeonato inglês e a champions league esse ano. Ah não ser que o juiz resolva aplicar pra cima do Chelsea, como foi contra o Barça ano passado. O roubo foi tão descarado que o juiz não conseguiu conviver com os erros e virou padre hahahaha. Pior que não é piada.

  • Intrigado diz: 17 de janeiro de 2010

    Quem é esse Sunderland?????

  • Saulo diz: 18 de janeiro de 2010

    Uai véi…c tinha dito que se ganhasse o desafio no PES ia postar aki…

    PERDEU, NÉ?!
    HUAHUAUAUHAU

  • Rafael Krüger Tavares diz: 18 de janeiro de 2010

    Acho que o comentário abaixo se referiu ao Sunderland, Fullham, Wigam, etc.

  • roberto diz: 17 de janeiro de 2010

    Cara respeito muito sua opinião,mas os times q os grandes da inglaterra enfrentam com certeza não ganham do nosso coloradinho sm,até os azuizinhos meteram muitos gols nos adversários amadores nos treinos,eles não são referencia,o gauchão tem mais qualidade q esse campeonatozinho.quem são os PENTA CAMPEÕES DO MUNDO?BRASIL É BRASIL não mistura.Um abraço….

    Resposta do Cecconi: roberto, confesso que não entendi aonde tu quis chegar com este comentário. Mas se tu acha que um time que tem Drogba, Lampard, Deco, Anelka, Terry, Ballack e Petr Cech é pior do que o Inter-SM com Gauchinho, William Feijó e companhia, aí realmente fica difícil…hehehehe…

  • Ramon Dongo diz: 17 de janeiro de 2010

    Chelsea, junto com Barça, são as melhores equipes da Europa no momento. Não sou nem um pouco fã dos Blues, mas tenho que admitir que eles tão gastando a gorducha.

    Acho que o problema do Ancelotti no Milan não era tático e sim que o grupo não “comprava” mais a ideia dele… é um grande técnico, com certeza.

  • Iran diz: 17 de janeiro de 2010

    Roberto, tudo bem que os times ingleses (médios e pequenos) não são grande coisa. Mas dizer que o campeonato é fraco tu exagerou um pouco. O Sunderland nesse campeonato ganhou do Arsenal, empatou com o Manchester United fora de casa e ganhou do Liverpool. Pesquisa um pouco antes de escrever essas coisas.

  • Rodrigo da Silva diz: 18 de janeiro de 2010

    Concordo com o roberto de SM. esse campeonato ingles só tem 5 times, Chelsea, Manchester United, arsenal, liverpool e manchester City, e os ultimos 2 ainda não são lá essas coisas. Os outros times são piores que os nossos da segundona.

  • Roberticus diz: 17 de janeiro de 2010

    Olá Eduardo,
    Ancelotti ja avisara antecipadamente meses atrás respeito à Copa de Africa que modificaria seu sistema priorizando os meia-atacantes como tu ilustraste aqui com Joe Cole e Florent Malouda entre linhas. De fato, o sistema 4-3-2-1 foi aquele que o Ancelotti fez como base de sua tese quando formava-se com técnico em Coverciano. À propósito, tu não achas que um talento como Joe Cole deve gozar de mais protagonismo na seleção inglesa?
    Abs.

  • jonas diz: 17 de janeiro de 2010

    na época do Paulo Autuori, ele tambem nao priorizava um estilo de jogo parecido com o do chelsea no gremio???

  • Yuri Soares Ferreira diz: 18 de janeiro de 2010

    esse Chelsea é um timaço e o jogo foi lindo de se ver realmente queria eu que o meu tricolor jogasse metade da bola que foi apresentada neste jogão e o Ancelotti realmente me impressionou não esperava algo assim dele esperava uma mudança mais “radical” tipo um 4-4-2 em duas linhas ou algo do tipo ao menos se fosse em tempos de milan seria adotado uma postura mais defensivista em minha humilde opinião o homem se superou e para muito melhor que bom pois assim vimos um espetaculo de um otimo time

  • Filipe diz: 18 de janeiro de 2010

    Hahaha, esse Roberto é comediante, só pode. Prefiro acreditar que o comentário confuso dele é resultado de intorpecentes ou algo do gênero. Sobre o comentário, beletti de “volante”, fica meio estranho… Sobre o “é bonito ver o chelsea jogar”, eu prefiro um futebol feio e efetivo que o chelsea recheado de craques que amarela nas decisões. Um abraço!

  • Bruno Gomes de Oliveira diz: 18 de janeiro de 2010

    Eu como sou torcedor do Chelsea, sou suspeito pra falar, mas acima de tudo gosto de futebol e assistindo o jogo de sabado, o Chelsea fez parecer que jogar futebol é muito fácil,com toques rápidose objetivos, o chelsea com a perdade alguns jogadores, teve q mudar seu estilo de jogar, com o 3 avançados como era na época de José Mourinho e que deu 2 ligas para os Blues… E também nao podemos esquecer e o Sunderland ja foi 6 vezes campeão Inglês, claro que nao é o mesmo, mas enfim, GO GO BLUES..

  • eron andrade junior diz: 18 de janeiro de 2010

    caro eduardo cecconi
    é com alegria q leio a sua materia muito bem esplanada pra quem entende da parte tatica do futebol ,reconheçe q a disciplina do futebol europeu e insuperavel trabalhando com facilidade todos os fundamentos do tao facil futebol q o brasileiro erra e muito dentro das quatro linhas …um abrço

  • Alberto diz: 18 de janeiro de 2010

    Olha esse comentário do roberto que LAMENTÁVEL, pra nao dizer ridículo.

    E Cecconi, discordo de ti em relação ao posicionamento do Joe Cole, ele fez o movimento contrário, estava na ponta direita e voltava para o meio e nao ia do meio para a Ponta, só uma questão de posicionamento inicial como em uma bola parada por exemplo, ele se posicionava sempre pela direita com o time atacando e quando perdia a bola fechava o meio.

  • Fabio Henrique diz: 17 de janeiro de 2010

    Cecconi, o roberto Sta Maria viajou legal. Tipico de quem nunca saiu do sertão…O Chelsea jogou um pouco melhor nesse jogo, mas o Sunderland tava com uma defesa péssima. Parece que os caras tinham bebido antes do jogo. Foi um jogo anormal.
    Agoa , se o Chelsea pega uns times azuis ou uns times vermelhos do sul, aí, meu amigo, só o Anelka faria uns 7 gols, rsrsrsrs!!!!
    Abraços.

  • eron andrade junior diz: 18 de janeiro de 2010

    caro eduardo !!!muito boa sua esplanaçao isso so mostra q o futebol tem ser respeitado quando existe disciplina tatica e os fundamentos do futebol se coloca em pratica !!!esse sim é o melhor futebol do mundo ….disciplina abraços…

  • Bruno diz: 18 de janeiro de 2010

    Olá a todos. Sou leitor assíduo do Blog Preleção. Registrei meu e-mail e não perco nenhuma das análises táticas. Parabéns ao Eduardo Cecconi pelo excelente trabalho.

    Escrevo para acrescentar que seria mais elucidativo colocar a análise tática do time adversário. Dessa forma tem-se um panorama completo, e percebe-se os erros do outro técnico, como também destaca as mudanças que resultaram em vitória do técnico vencedor.

    Felicidades a todos.

  • Anderson Paixão diz: 19 de janeiro de 2010

    Sabe muito de bola quem escreve esse blog!!!

  • Yuri Soares Ferreira diz: 18 de janeiro de 2010

    Caro Cecconi amigo olha so estou em uma duvida tremenda não consegui entender o Grêmio começou o jogo contra o pelotas em um 4-4-2 certissimo isso porem no intervalo o Silas tirou o Henrique deslocou o Ferdinando para a Lateral e introduzio o Jonas porem não consegui decifrar em que formatação se encontrava o tricolor se puder me ajudar agradeceria muito não entendi se jogava em um 3-5-2 (odeio o mesmo) ou em um 4-5-1 sei la amigo to perdido se puder me ajudar agradeço muito um abraço e que time

  • Rafael dos Santos Paim diz: 17 de janeiro de 2010

    Caro Eduardo, tendo em vista que vc postou táticas para o jogo PES, tenho que fazer lhe recomendar outro jogo, o Football Manager 2010. Realmente um jogo imperdível para quem gosta de táticas como você e eu. Parabéns pelo blog! Uso algumas de suas táticas postadas aqui neste jogo.
    um abraço!

  • Alex Kamp diz: 18 de janeiro de 2010

    Esse Roberto de Santa Maria perdeu a chance de não falar uma bobagem imensa…

Envie seu Comentário