Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Muricy coloca o Palmeiras no 4-4-2

22 de janeiro de 2010 11

Diagrama tático do Palmeiras no 4-4-2

Ontem assisti ao empate entre Grêmio Barueri e Palmeiras (2 a 2) pelo Campeonato Paulista. A partida teve erros terríveis de arbitragem, prejudiciais ao Verdão, mas este assunto não é o tema do blog Preleção. O confronto nos apresenta outro debate.

Muricy Ramalho escalou o Palmeiras no 4-4-2. E com uma distribuição de posicionamentos e funções bem brasileira. A equipe teve uma linha defensiva de quatro jogadores, guarnecida por dois volantes. Pierre é o primeiro, pouco mais à direita; e Márcio Araújo o segundo volante, pela esquerda.

À frente, dois meias-articuladores, obedecendo ao mesmo critério. Pela direita, Sacconi um pouco mais recuado, enquanto na esquerda Cleiton Xavier é o meia mais ofensivo. O desenho do quarteto lembra duas diagonais. Não fecha uma figura geométrica, não me pareceu losango nem quadrado, mas sim duas diagonais – uma dos volantes, uma dos meias. Mas assisti a apenas um jogo. 

No ataque, Diego Souza e Robert. Sim, Diego Souza, que no RJ começou como volante, chegou ao Grêmio como segundo homem de meio-campo, foi adiantado por Mano Menezes, ganhou mais terreno com Luxemburgo no Palmeiras, e agora é definitivamente um homem de área, ao lado do centroavante Robert.

Defensivamente, o Palmeiras faz a tradicional basculação, movimento bastante debatido e explicado aqui no blog Preleção. Os laterais alternam o apoio. Se Figueroa sobe, Armero fica – e vice-versa. Perdida a posse de bola, o lateral que permaneceu na base reúne-se aos zagueiros Léo e Danilo para a cobertura, movendo-se com a dupla de defensores no sentido do ataque adversário.

Ofensivamente, pela presença de dois homens de área que usam a força física, o Palmeiras ainda tem na bola aérea sua principal estratégia. Diego Souza e Robert sabem se posicionar na área, vencer zagueiros na disputa com o corpo, e são precisos na cabeçada – Diego Souza marcou um golaço desta forma ontem. Mas ambos também jogam pelo chão, recebendo passes para diagonais às costas dos zagueiros – principalmente em saídas rápidas na transição ofensiva (contra-ataque).

Como Muricy e o próprio Palmeiras estão há muito tempo trabalhando no 3-5-2/3-6-1 – principalmente o treinador – esta migração será lenta, acredito. No meio-campo, principalmente, algo falta ao Palmeiras. Há poucos movimentos sincronizados, parece-me que os volantes e os meias ainda não atuam com naturalidade em um quarteto que agora protege uma linha defensiva na marcação por zona, e não mais nas perseguições individuais dos três zagueiros.

Tomara que Muricy não desista tão fácil. Se ele conseguir um meia diferenciado para atuar ao lado de Cleiton Xavier, este 4-4-2 tem boas chances de engrenar. Ou então, se este meia não vier, dá para recuar Diego Souza e colocar um atacante de movimentação ao lado de Robert. Gostei, acima de tudo, de ver Muricy receptivo a um conceito tático diferente.

Postado por Eduardo Cecconi

Comentários (11)

  • Ailson diz: 22 de janeiro de 2010

    Cecconi, pelo que tenho visto está dando certo, nos dois jogos do Palmeiras pelo Paulistão, Cleiton Xavier fez gol, deu várias assistências, Diego Souza também fez gol… essa manutenção do Diego próximo da área e o Cleiton Xavier trabalho como armador pode ser uma parceria muito interessante. E quanto ao Grêmio vs. Caxias, não achas que o Silas montou um 3-5-2 disfarçado? Com Ferdiando na zaga, soltando Lúcio/Fábio para a ala, e o meio com o triângulo de base alta?

  • Bruno diz: 22 de janeiro de 2010

    Cecconi. Sou gremista, e pela grande quantidade de opções, estou com medo que Silas não tenha capacidade de armar a equipe de forma equilibrada. Como colocar Douglas, Leandro, Hugo, Souza, Borges e Jonas juntos ? Na proteção à zaga, ficou provado que com um volante a zaga tricolor fica muito exposta, mesmo contra adversários fracos como o Caxias e o Pelotas. Peço que você faça um quadro do Gremio faceiro contra o Caxias e outro com algumas soluções que equilibrariam o time. Pricipalmente com a chegada do Douglas. Abraços.

  • Lucas diz: 22 de janeiro de 2010

    o jogo serviu pra deyvid sacconi calar burricy de nv, como ja falei q vai acontecer em tds os jogos e tb pra eu conhecer melhor marcio araujo. o volante joga parecido com sandro silva, mas ele se projeta mais atras ou pelas laterais. sandro silva fica mais no centro e avanca tb pra o ataque qd precisa. marcio sabe passar, n eh como souza e pierre q so fazem merda. queria mt q pierre fosse expulso, mas o problema seria entrar souza no proximo jogo, ja q burricy eh burro demais

    mais uma vez ele queimou daniel com a torcida, botando o cara como ponta direita e ainda bem tarde

    falei em http://www.palmeirasaovivo.com.br/2009/12/tecnido-de-futebol-e-tudo-igual-todos.html q diego souza n presta no ataque pq ele n sabe jogar partindo pra cima e fazendo varios gols. so teve um gol nos dois jogos do ano q foram no estilo atacante, os outros foram de bola parada, onde ele poderia ta sendo meia

    notas:

    marcos 6
    figueroa 4
    leo 5
    danilo 6
    armero 0 ( eu 10000×0 imbecis q so sabem me xingar e n entendem futebol)
    pierre 5
    marcio araujo 7
    cleiton xavier 8
    deyvid sacconi 6
    diego souza 7
    robert 7
    daniel 5
    eduardo 7

  • RICARDO SEGANFREDO diz: 22 de janeiro de 2010

    EDUARDO, QUE BOM VER VOCÊ COM UMA VISÃO ABERTA SOBRE FUTEBOL. ALGUNS DE SEUS COLEGAS DA IMPRENSA, AO VER FOSSATTI COLOCAR UM NOVO ESQUEMA EM PRÁTICA, ACHARAM O TREINADOR EQUIVOCADO. É ABSURDO. O CARA NEM NUNCA JOGOU OFICIALMENTE AINDA, E JÁ ESTÁ SENDO COLOCADO NA CRUZ. O FUTEBOL ATUAL, ESTÁ CARENTE DE JORNALISTAS E TÉCNICOS CORAJOSOS E INOVADORES. NINGUÉM MAIS QUER TESTAR O NOVO, OU EXPOR IDÉIAS NOVAS, COM MEDO DE SER MAL FALADO/INTERPRETADO. PARABÉNS PELO SEU COMENTÁRIO. “SIRVAM NOSSAS FAÇANHAS DE MODELO A TODA TERRA”. É LINDA, MAS QUE ESTA FRASE TAMBÉM SEJA USADA PARA ENCORAJAR QUEM QUER VENCER.

  • Filipe Baggio D´Avila diz: 22 de janeiro de 2010

    Olá Eduardo, tudo bem?
    Te peço uma gentileza:
    Eu e alguns colegas de escritório estávamos discutindo sobre a possibilidade se se jogar um 3-5-2 sem alas, mas com meias atacantes em seus lugares. Uns criticam (pois julgam que o time perderia velocidade) enquanto outros defendem (achando que pode ser compensado com marcação e chegada em bloco à frente).
    Não lembro de ter visto um time jogando assim…!
    Esta tese foi levantada quando um amigo meu sugeriou que o esquema ideal para o Grêmio deveria ter Victor; Mário, Maurício, Réver; Souza, Adílson, Rochemback, Douglas, Hugo; Jonas, Borges.
    Então, te peço a gentileza de escrever a respeito…! Todos somos fãs de teu blog, sendo que gostaríamos de ter nossa discussão levantada!
    Um grande abraço e bom final de semana…!
    Filipe

  • Bernardo Reisdorfer diz: 22 de janeiro de 2010

    Eduardo, O Grêmio não ficaria um pouco mais organizado jogando num 4-4-2 Inglês? pense bem: Adilson na frente da zaga, Souza trabalhando como box-to-box, Hugo como winger do lado esquerdo e Leandro do lado direito. Jonas e Borges na frente. Acredito que este sistema possibilita maior variaçao tática durante os jogos.

    P.S.: Por favor faça um post para o Fifa 2010 também!

    Bernardo Reisdorfer

  • Gustavo F. Barbosa diz: 23 de janeiro de 2010

    Vamos sim torcer para o “Muricybol” cair em desuso. Pelo bem do futebol brasileiro.
    Quanto à falta de sincronia é o que sempre comento aqui. Falta ao treinador brasileiro dar ênfase ao que mais importa desde o primeiro minuto da temporada, O JOGO. Treinar as vertentes em função DO JOGO, e não o jogo em função de outros aspectos. Se assim fosse, teríamos melhores times desde o início da temporada e um futebol de maior qualidade na sua continuação.

    Grande abraço.

  • João diz: 23 de janeiro de 2010

    Olá Secconi…
    Acompanho seu blog há algum tempo (sem me pronunciar até então). Admiro bastante sua lucidez e capacidade de analisar e debater tática. Acho que isso é o que falta nas ‘mesas redondas’ da mídia brasileira.
    Caso não se importe, gostaria que me enviasse e-mail identificando-se, a fim de debater um pouco de forma informal alguns acontecimentos do futebol brasileiro. Claro, se isso não lhe for incomodo.
    Grato!

  • Wagner diz: 23 de janeiro de 2010

    Cecconi..

    .. postei isto há uns dias…

    —————————
    Wagner diz:

    11 de janeiro de 2010 às 7:23 pm
    Finalmente o clicRBS seguiu sua madrinha Globo, resolveu ser democrático nos blogs…já vi q tem vários blogs sem limite de caracteres, agora não será necessário postar vários comentários pra concluir um raciocínio…te liga Cecconi e entra nesta logo…vou avisar o Nando também..

    ————–

    Só hoje apareci aqui e vi que teu blog já está modernizado…o nosso parceiro Nando, faz uma semana me falou que fez o pedido..demora tanto assim?

    Outra hora apareço para dar uns pitacos…

    Parabéns

  • Marco diz: 23 de janeiro de 2010

    Estou torcendo para que tu coloques algo referente a Holanda de 74.

  • juliano diz: 25 de janeiro de 2010

    o que você acharia de um 4-4-2 em losango pro grêmio? (sem o hugo e sem o souza, seria uma formação que nao existiria, infelizmente, mas eu gostaria de ver)

    como não tem dois exatamente “box-to-box” seria um volante mais louco(adilson) e um meia que marca bem (leandro)

Envie seu Comentário