Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Corinthians deve manter estrutura tática em 2010

09 de fevereiro de 2010 11

O 4-5-1 (ou 4-2-3-1, para quem preferir) que levou o Corinthians ao título da Copa do Brasil em 2009 – variando para o 4-3-3 com Dentinho e Jorge Henrique adiantados pelos lados – deve se repetir neste ano. Esta é a projeção do amigo Dassler Marques, do Terra Esportes, que faz acompanhamento tático e compilação de bancos de dados para o jornalista Mauro Beting, referente aos “quatro grandes” paulistas. Convidei o Dassler para falar sobre o Corinthians no terceiro post da série sobre os brasileiros na Copa Libertadores 2010 no blog Preleção. A palavra é dele:

“Apesar de o 4-2-3-1 ter sido o esquema de sucesso do segundo semestre de 2008 e em toda a temporada 2009, Mano Menezes iniciou 2010 indicando a possibilidade de alteração para o 4-4-2 (*com dois volantes e dois meias articuladores).

Nesse ano, ele começou com o 4-2-2-2, mas rapidamente percebeu que o time e o perfil do elenco são realmente propensos ao 4-2-3-1. Entre muitos fatores, Jorge Henrique rende mais pela faixa externa, e não pode ser meia ou segundo atacante no 4-2-2-2, pois isola o centroavante.

A defesa, por mais que Chicão e William não repitam o nível de outros tempos, deve permanecer assim, com Alessandro e Roberto Carlos nas laterais. Ao contrário de André Santos, RC é mais seguro na defesa. À direita no início do meio-campo, Elias é intocável. Seu parceiro está indefinido. Marcelo Mattos e Ralf, dois ótimos marcadores, disputam a posição. Hoje, a vantagem é do ex-Barueri, mas a história de Marcelo no Parque São Jorge pode pesar.

Na linha de três armadores, há dois nomes encaminhados. Jorge Henrique, provavelmente à direita, e Danilo, à esquerda. Tcheco seria o meia centralizado, mas isso pode mudar, com o trio mudando seu posicionamento: Tcheco na direita, Danilo por dentro e J.Henrique pela esquerda. Tudo depende do adversário e de como o time se encaixar melhor. Dentinho e Defederico são outras opções nesse setor, além de Iarley, que em tese é reserva de Ronaldo”.

Assisti no final de semana à goleada do Corinthians sobre o Sertãozinho, e percebi esta segunda alternativa tática explicada pelo Dassler Marques acima. Mas com outro desenho. Sem Ronaldo e Danilo, Mano Menezes jogou no 4-4-2 em duas linhas. No meio-campo, Elias e Marcelo Mattos jogaram por dentro; Tcheco posicionou-se aberto pela direita, e Jorge Henrique pela esquerda. Na frente, Iarley e Dentinho. Foi aberto pela direita que Tcheco fez a jogada do primeiro gol, e formou boa dupla com Alessandro. No outro lado, J.Henrique apoiava Roberto Carlos.

O treinador do Corinthians poderia ter mantido o 4-5-1 de sua predileção – aquele com cara de 4-3-3 do ano passado, recuando Dentinho e centralizando Tcheco (que cumpriria o papel de Douglas, hoje no Grêmio). Mas preferiu adiantar Dentinho, para jogar ao lado de Iarley na frente, e abrir Tcheco em um posicionamento semelhante ao que Paulo Autuori determinava a ele na temporada passada. São pelo menos três alternativas táticas proporcionadas pelo bom elenco do Corinthians. Isso que ficaram alijados, além de Defederico e Dentinho na projeção de time titular, nomes como Edno e Morais.

Comentários (11)

  • Leonardo M. diz: 9 de fevereiro de 2010

    O Corinthians ém, pra mim, muito favorito. Tem o elenco com mais opções. E o trabalho mais consistente da comissão tecnica. Quanto à análise, acho que o Danilo não joga pelo meio, é meio atacante, jogador da beirada, como gosta de dizer o Mano. Acho que o lado esquerdo vai ficar mesmo com o Dentinho ou o Defederico, que é um grande jogador e ainda pode contribuir na articulação da equipe.

  • Roberto diz: 9 de fevereiro de 2010

    gosto dessa coluna sempre leio…

    …mas, sou bairrista, e ja existem muitos veiculos de comunicação falando desse time ai, não precisa de propaganda aqui no estado tbm. já estão privando o povo de ver um grenal da tv aberta pra ver o corinthians, são paulo e flamengo… tão querendo o que? que meus filhos e meus sobrinhos acompanhem mais essas porcarias, que já tem 3/4 canais que só falam desses times, do que acompanhar a dupla?
    entendo a importancia da tv para o futebol, mas duvido que enquanto nós olhamos aqui um classico paulista ao inves do grenal que aconteça o mesmo lá… duvido que o grenal seja transmitido la em cima.

    Resposta do Cecconi: isso não é propaganda, é uma análise tática de um clube, como já fiz do Livorno, do Rubin Kazan, do Caxias…se formos falar só de dupla Gre-Nal, em análise tática apenas, o blog vai durar dois dias. Esse blog é sobre análises táticas, não sobre cores clubísticas. Abraços.

  • Alessandro Hokama diz: 9 de fevereiro de 2010

    Eduardo, você vai fazer analise de qual jogo de quarta-feira?
    Queria ver o mesmo jogo.
    Abraço

    Resposta do Cecconi: Alessandro, não sei ainda. Vou tentar analisar algum jogo de time que não fiz análise recente, para não deixar o blog repetitivo. Veremos o que Sportv, ESPN e Globo vão oferecer na noite de quarta…hehehehe…na hora eu escolho. Abraços.

  • Rodrigo de Lima diz: 9 de fevereiro de 2010

    O Corinthians tem um elenco muito bom mesmo. Vale lembrar o Edu que está recuperando a forma física e tem feito bons jogos quando entra (até cansar e pedir pra sair). Todo mundo acha que o ponto mais forte do Corinthians é o ataque, por ter Jorge Henrique e Ronaldo, mas na minha opinião o meio deles é que desequilibra. Todos os volantes marcam e sabem jogar. E os meias são muito bons também.

  • Luiz Gustavo diz: 9 de fevereiro de 2010

    Ae velho, deves arrebentar no Football Manager! hahahaha
    Mas sério, devias te posicionar para entrar no ramo como técnico.
    Abraços!

  • Rafael Garibotti diz: 9 de fevereiro de 2010

    Primeiramente, PARABÉNS!! Muito boa a coluna…

    Como bom corinthiano, vamos aos comentários: o timão jogava com o 4-3-3 no ano passado, pois não tinha muitas opções na meia, e tinha 2 atacantes rápidos (Dentinho e Jorge Henrique), mas para este ano, ele vai recuar um pouco, até porque Libertadores é mais cadenciado, não é correria.

    Concordo contigo dos volantes para trás, mas do meio para frente, acho que ficará um pouco diferente. Tirando o Ronaldo que é titular absoluto na frente, pra mim nenhum dos outros é titular incontestável, alias vão ser 4 jogadores para 3 vagas (Iarley, Jorge Henrique, Tcheco e Danilo), que vão se alternar entre eles dependendo do momento e de possíveis lesões. Mas ficará assim: Jorge Henrique/Iarley(Esq.), Danilo/Tcheco(Meio), Tcheco/Jorge Henrique(Dir.) e Ronaldo/Iarley(Centroavante), sendo a 1ª opção a titular e a 2ª no caso de algum deles não estiver em condições de jogo.

    No banco, Dentinho e Defederico são opções para Jorge Henrique e Iarley, e Morais e Edu opções para Tcheco e Danilo.

    Abraços.

  • Twitter Trackbacks for Preleção » Blog Archive » Corinthians deve manter estrutura tática em 2010 [clicrbs.com.br] on Topsy.com diz: 9 de fevereiro de 2010

    [...] Preleção » Blog Archive » Corinthians deve manter estrutura tática em 2010 wp.clicrbs.com.br/prelecao/2010/02/09/corinthians-deve-manter-estrutura-tatica-em-2010/ – view page – cached O 4-5-1 (ou 4-2-3-1, para quem preferir) que levou o Corinthians ao título da Copa do Brasil em 2009 – variando para o 4-3-3 com Dentinho e Jorge Henrique adiantados pelos lados – deve se repetir neste ano. Esta é a projeção do amigo Dassler Marques, do Terra Esportes, que faz acompanhamento tático e compilação de bancos de dados para o jornalista Mauro Beting, referente aos ”quatro… Read moreO 4-5-1 (ou 4-2-3-1, para quem preferir) que levou o Corinthians ao título da Copa do Brasil em 2009 – variando para o 4-3-3 com Dentinho e Jorge Henrique adiantados pelos lados – deve se repetir neste ano. Esta é a projeção do amigo Dassler Marques, do Terra Esportes, que faz acompanhamento tático e compilação de bancos de dados para o jornalista Mauro Beting, referente aos ”quatro grandes” paulistas. Convidei o Dassler para falar sobre o Corinthians no terceiro post da série sobre os brasileiros na Copa Libertadores 2010 no blog Preleção. A palavra é dele: View page [...]

  • Daniel Colorado diz: 9 de fevereiro de 2010

    Ja ouvi gente dizer que esse time do Corinthians eh velho (alias, li isso de um colunista da ZH)… nada disso! Que elenco! Se o Inter conseguir fazer uma boa Libertadores, vamos ter que trocar farpas com eles de novo! E nao vai ser nada facil…

  • Vinícius diz: 9 de fevereiro de 2010

    Que time tem o meu Corinthians!
    Meu time para o centenário: Felipe; Alessandro, Chicão, William e R. Carlos; JUCILEI, Elias e Tcheco (Defederico); J. Henrique, Danilo e Ronaldo. No 4-3-3.
    Abraço, ótimo texto! escreva mais sobre o Corinthians.

  • Lucas Garcia Batageli diz: 10 de fevereiro de 2010

    Esse time é exatamente o Corinthias que eu gostaria de ver e espero poder ver.

    Sempre que falavam dessa escalação, falavam mal e diziam que Tcheco, não pode jogar no Corinthians e tal, pra mim ele não pode sair do time.

    Iarley é bom jogador, mas acho que tem que ser banco (e apagar a existencia de Souza…) e ainda espero um bom rendimento de Defederico, acho que o moleque pode ser um bom nome para o time, craque acho que ainda está longe.

  • Emerson diz: 10 de fevereiro de 2010

    Cecconi, parabéns pelo blog que descobri recentemente e (diga-se)por acaso quando pesquisava sobre esquemas táticos no futebol (aqui em sampa você ainda não é muito conhecido).Parabéns pela série sobre a evolução tática no futebol.
    O meu coringão em 2010 deve começar a Libertadores de fato com a formação que você aponta acima,porém não creio que esta seja a formação ideal, pois o time com Danilo e Tcheco juntos fica demasiadamente lento por isto prefiro a equipe mais parecida com a do primeiro semestre do ano passado com um meia centralizado (neste caso Danilo) e dois jogadores abertos pelas beiradas com (são)Jorge Henrique aberto à direita e Defederico ou Dentinho à esquerda.Um abraço,meu.

Envie seu Comentário