Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O Fluminense que Muricy pode apresentar contra o Grêmio

29 de abril de 2010 10

Não surpreende que Muricy Ramalho, sem tempo para realizar treinos táticos desde que assumiu o Fluminense, indique a manutenção do 3-5-2 legado pelo ex-técnico da equipe, Cuca, na partida de hoje contra o Grêmio. É de se imaginar que, mesmo com todo o tempo do Mundo, o novo treinador do pó-de-arroz ainda assim teria se decidido pela permanência do sistema com três zagueiros.

É arriscado, sem assistir aos treinos, projetar o que Muricy pretende em sua partida de estreia. A base do post de hoje vem do noticiário da imprensa carioca – projetando a escalação, das declarações de Muricy sobre a base tática de Cuca, e de um post que publiquei no dia 08 de março sobre o Fluzão – leiam aqui.

O 3-5-2 do Fluminense deve ter três zagueiros convencionais, dois alas apoiadores, dois volantes que fazem boa saída de jogo, um meia que centraliza a articulação, um atacante de movimentação, e um centroavante de referência. O desenho provável do meio-campo é o triângulo de base baixa, o que sugere um desdobramento em 3-4-1-2, para quem gosta da descrição em quatro faixas de campo.

Pela característica de seus alas, o Fluminense deve jogar muito pelos lados do campo. Mariano é excelente jogador, e Júlio César (ex-Goiás) tem os requisitos exigidos pela função – principalmente a incursão em diagonal do lado para o meio. Sem Conca, Marquinho deve ser o organizador, mantendo a perna canhota na articulação do tricolor.

Na frente, sem Alan, jogará o garoto prodígio Wellington Silva. Jogador rápido e driblador com a bola. Imagino, entretanto, que sem a posse Muricy pedirá que o futuro atacante do Arsenal recue centralizadamente, variando para o 3-6-1, no combate ao primeiro volante gremista – Adilson, certamente – enquanto Marquinho encaixe a marcação em Willian Magrão, permitindo a Diguinho e Everton pegar os meias do tricolor gaúcho. Assim, dois zagueiros podem cuidar de Jonas e Borges, sobrando um para as coberturas.

A estratégia, além da saída em velocidade com os alas, suponho que seja “à Muricy”: bola longa para o centroavante de referência. Fred é um jogador que sabe atuar de costas, no pivô, utilizando-se do corpo do zagueiro como referência. Nesta ligação direta, ele segura a transição e dá tempo para a chegada dos alas, do segundo atacante e do meia, jogadores com os quais pode tabelar para o giro e a conclusão.

Também imagino que Muricy aposte muito nas jogadas de bola parada – faltas laterais (Wellington Silva deve cavá-las) e escanteios nascidos das jogadas em profundidade dos alas. Isso porque, com bola rolando, apenas Fred é cabeceador. Com a bola parada, os zagueirões podem subir.

Segundo a imprensa carioca, Muricy testou ainda um 4-4-2 com Equi Gonzalez no lugar de Digão. Seria uma grande surpresa para mim o Fluminense jogar neste sistema tático, em dia de estreia do “pai do 3-5-2″ no histórico recente do futebol brasileiro.

Comentários (10)

  • wilson finamori de souza diz: 29 de abril de 2010

    O Fluminense vence com sobras no Maracanã, o Gremio volta do Rio com uma derrota e com a defesa humilhada com os dribles do garoto Wellington Silva.
    Saudaçoes tricolores, o legitimo – o resto são times de 3 cores.

  • Daniel Vicente diz: 29 de abril de 2010

    Ou seja, Cecconi! Parada duríssima! Ainda mais do jeito q gramado deverá estar no maraca. A propósito, oq vc achou da arbitragem ontem no jogo do inter!? Tô vendo a imprenssa inteira dizer q o inter foi roubado, mas o único lance de erro q vi foi o gol mal anulado do Banfield! E já assiste aos lances ditos polêmicos umas 20 vezes…

  • Ratofx diz: 29 de abril de 2010

    Aproveito pra perguntar. Ao teu ver, enquanto o Maylson não volta, quem se encaixa mais no estilo do Grêmio atual, o Hugo ou o Leandro? Digo isso pois não vejo o Leandro como 4° homem do meio campo, pra mim ele disputa vaga com o Jonas. Já o Hugo faria melhor esse função? Atrapalha o fato do Douglas e ele serem ambos canhotos?
    E parabéns pela analise praticamente as cegas, já que o Muricy assumiu 2 ante ontem.

  • PEDRO GAUCHO diz: 29 de abril de 2010

    PELO COMENTÁRIO, O FLUMINENSE TINHA QUE SER CAMPEÃO CARIOCA. TANTAS OPÇÕES E TANTAS JOGADAS. GENTE, O GRÊMIO SÓ NÃO VOLTA DO RIO COM VITÓRIA SE O SILAS MANDAR SEGURAR O JOGO. O PIOR É QUE EU ACHO QUE É EXATAMENTE ISTO QUE ELE VAI FAZER.

  • Polon diz: 29 de abril de 2010

    Hj o grêmio toka uns 3×0, e semana quem vem no monumental mais uns 3, e que veha o galo q flu é 2° divisão, Borges e Jonas matadores! o jogo de hj ta mais facil q o GRENAL!
    Nada mais apaga essa historia GREMIO IMORTAL! o time mais copero do brasil!

  • ribeiro diz: 29 de abril de 2010

    feito então wilson, vamos ver mais tarde, depois do jogo, aqui neste blog se você ainda estará com a mesma opinião…

  • jóbson diz: 29 de abril de 2010

    Fluminense: Um time de segunda divisão que possui um centroavante aplicado e um bom meia-armador, Conca, que hoje o mais perto que chega do campo será pra jogar o pó de arroz… Grêmio só não vence se o Silas colocar o time todo atrás da linha da bola.

  • Felipe Corbellini diz: 29 de abril de 2010

    Cecconi, só discordo em relação ao meio do Flu, pois o Marquinho é volante de origem, acho até que o Everton possa jogar mais adiantado ou haver um revezamento entre os dois… mas convenhamos, esse time do Flu não assusta ninguém… apenas cuidar mto bem do Fred e pronto… OBS: espero que o Grêmio não entre dormindo no 1º tempo como contra o Avaí ou mesmo no Gre-Nal. Abs

  • Vinicius Ryazantsev diz: 30 de abril de 2010

    Grêmio venceu com todos os méritos

    Cecconi, se tiver como, seria bom fazer uma tradução ou adaptação desse texto do Jonathan Wilson
    http://www.guardian.co.uk/football/blog/2010/apr/27/the-question-fulham-roy-hodgson
    sobre o Fulham, umas coisas eu consegui ker e assimilar, mas tem umas palavras que ele usa que pra entender é meio tenso
    abraços

  • Bernardo de Biase diz: 30 de abril de 2010

    Éverton, Diguinho e Mariano jogaram muito. Digão foi bem, amarelo injustamente aplicado, comprometeu o jogo do Fluminense, por que forçou o Muricy a substituí-lo(e deixar Leandro Euzébio, que falhou claramente em dois gols, em campo). Ezequiel Gonzales se mostrou mais uma vez um jogador muito bom.

    Marquinho, Leandro Euzébio e Júlio César são muito ruins. André Lima é um cone e Wellington Silva muito verde. Rafael não teve culpa nos gols que sofreu.

    Por mais que tenha custado a classificação, esse jogo evidenciou muito bem os fortes e fracos do Fluminense. Sem os dois principais jogadores do Fluminense ficou muito difícil mesmo, o time foi aguerrido e mostrou bom futebol, mas sem o poder de decisão do Fred e do Conca, o Fluminense não passa por uma pedreira nesse nível.

    Grêmio jogou bem no ataque e se virou bem na defesa, principalmente com o Neuton. Miolo de zaga TITULAR do grêmio é muito bom. Mas o sistema defensivo é fraco, só a entrada do Ezequiel Gonzales conseguiu colocar pressão na zaga do Grêmio, evidenciando a falta qualidade do Marquinho.

    O trio de frente do Grêmio é dos melhores do Brasil. Jonas é muito bom, Douglas muito habilidoso, e Borges tem ótima participação no jogo protegendo pra quem vem de trás. Lembra o trio do próprio Flu ano passado com Conca, Maicon e Fred. São jogadores diferentes no estilo de jogo, mas basicamente possuem as mesmas funções. E é impressionante como essa combinação de funções torna um ataque mais eficiente e imprevisível.

    Foi uma excelente partida com dois times jogando com muita vontade.

Envie seu Comentário