Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Seleções da Copa de 2010: análise tática da Grécia

09 de maio de 2010 6

Há dois empecilhos para se fazer uma análise precisa da seleção da Grécia, integrante do Grupo B da Copa do Mundo de 2010. O primeiro é a carência de informações sobre a equipe do técnico alemão Otto Rehhagel – há poucos vídeos com lances de partidas recentes, e raros artigos da imprensa europeia; o segundo é a característica de trabalho do treinador.

Otto Rehhagel é conhecido por adaptar o sistema de suas equipes ao adversário. Portanto, não enfatiza a repetição de uma estrutura tática.

Encontrei uma estatística que aponta o uso do 3-4-3 em cinco de dez jogos da Grécia durante a fase de grupos das Eliminatórias. Mas ele também jogou com linha defensiva de quatro jogadores, em variações do 4-4-2 ou até mesmo do 4-3-3. Portanto, não posso atestar que a formação especulada no diagrama tático seja o padrão.

Ainda conforme este levantamento, o 3-4-3 foi um entre cinco sistemas: ele, mais o 4-4-2, o 4-3-3, o 4-5-1, e o 5-3-2. No sistema que parece ser o preferencial, o trio de zagueiros tem Dellas, Papadopolous e Kyrgiakos; na frente, a parelha se forma com Samaras, Gekas e Charisteas. No meio, atuam por dentro Karagounis e Katsouranis, e pelos lados podem ser Seitaridis, Torosidis, Salpingidis ou Amanatidis. Com linha de quatro, Vyntra e Spiropoulos são os laterais.

No início deste mês, o treinador fez uma pré-convocação de apenas nove jogadores – os estrangeiros. São eles:

Kyrgiakos (ZAG-Liverpool), Moras (ZAG-Bologna), Papastathopoulos (ZAG-Genoa), Samaras (ATA-Celtic), Charisteas (ATA-Nuremberg), Gekas (ATA – Hertha Berlim), Kapetanos (ATA-Steaua Bucareste),  Tziolis (VOL-Siena) e Patsatzoglou (VOL-Omonia).

Comentários (6)

  • Genésio Nunes diz: 9 de maio de 2010

    Cecconi, faltou o Katsuranis ali no meio.

    Pq excluíste os goleiros dos diagramas táticos? Pobres goleiros!

    Tem umas seleções que serão tensas de conseguir informação! Imagino a Coréia do Norte… =P

    Bom trabalho, Cecconi!

  • Lucas Lightspeed diz: 10 de maio de 2010

    Sempre muito ótimas as postagens, mas não posso deixar passar a brincadeira: onde entra o FMI no esquema?

  • Johnny diz: 10 de maio de 2010

    Cecconi, no diagrama a bolinha foi posta propositalmente na grande área? Se for, isso indica que a Grécia não possua nenhum jogador que organize as jogadas??

  • Bruno diz: 10 de maio de 2010

    pq dois Karagounis?

  • As 32 seleções » Blog Archive diz: 11 de maio de 2010

    [...] PRELEÇÃO: ANÁLISE TÁTICA DA GRÉCIA [...]

  • Pedro Silas diz: 15 de maio de 2010

    Dois Karagounis porque ele errou, oras…rs, brincadeira.

    E também fiquei com a dúvida sobre a bola estar perto do goleiro. Na seleção da Nigéria não tem a bola, isso quer dizer que eles “só correm”?? haha

    Parabéns pelo trabalho, muito bom o blog.

Envie seu Comentário