Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Seleções da Copa de 2010: análise tática da Sérvia

17 de maio de 2010 12

Responsável pela ida dos franceses à repescagem, a Sérvia entra na Copa do Mundo 2010 herdando a tradição iugoslava de bom futebol, historicamente associando qualidade técnica e força física. Hoje, a equipe treinada por Radomir Antic, integrante do Grupo D, é o assunto da série diária de posts do blog Preleção sobre as 32 seleções do Mundial da África do Sul.

Nas Eliminatórias e nos amistosos mais recentes, a Sérvia se utilizou do 4-4-2 em duas linhas comum aos clubes espanhois e alemães. Sem a bola, os meias-extremos recuam para se alinhar aos centrais defensivos, formando então o paredão de oito jogadores que marcam por zona em pares – um exercendo pressão sobre a bola, o outro na cobertura.

Com a bola, entretanto, este 4-4-2 se difere um pouco do sistema clássico na Inglaterra. Os wingers assumem um posicionamento mais avançado, enquanto os meias centrais fazem o oposto – permanecem recuados. E os laterais se desprendem da base. Na transição ofensiva, isto pode significar a perda da segunda bola. É uma estratégia que descentraliza a articulação, passando para os lados do campo as zonas principais de progressão com a bola.

Os protagonistas na execução desta estratégia aplicada ao 4-4-2 em duas linhas “europeu” são os wingers. Principalmente Krasic pela direita. O jogador do CSKA reproduz na Sérvia a função que executa no clube russo. Nos vídeos aos quais assisti, durante a pesquisa necessária à análise tática da seleção, a saída em profundidade se dá preferencialmente na esquerda, com Jovanovic.

Krasic, na direita, faz a diagonal para o meio, entrando na área como um terceiro atacante. Krasic, neste movimento, reúne-se à dupla Pantelic-Zigic (ou Lazovic), dois atacantes de muita força física, qualidade na bola alta, mas também alguma habilidade para a conclusão pelo chão. Eles ou os wingers são municiados pela saída de bola executada por Stankovic, que na seleção atua com posicionamento mais fixo e defensivo.

Para completar, é importante destacar a competência defensiva da Sérvia. Vidic, um dos melhores zagueiros do Mundo, é o líder de uma linha que conta ainda com Ivanovic na lateral-direita – levando à seleção o improviso que deu certo no Chelsea. Kolarov, da Lazio, é o outro lateral. Resta a definição do substituto de Dragutinovic, do Sevilla, excluído da Copa devido a uma séria lesão no joelho – pode ser Lukovic, ou então o próprio Ivanovic, escolhendo-se outro lateral.

Confira a lista de 30 pré-convocados por Antic:

Goleiros:
Vladimir Stojkovic – Wigan (ING)
Zeljko Brkic – Vojvodina
Bojan Isailovic – Cukaricki Belgrado
Andjelko Djuricic – Leiria (POR)

Defensores:
Branislav Ivanovic – Chelsea (ING)
Antonio Rukavina – 1860 Munique (ALE)
Nemanja Vidic – Manchester United (ING)
Neven Subotic – Borussia Dortmund (ALE)
Aleksandar Lukovic – Udinese (ITA)
Ivan Obradovic – Zaragoza (ESP)
Aleksandar Kolarov – Lazio (ITA)
Jagos Vukovic – PSV Eindhoven (HOL)

Meio-campistas:
Dejan Stankovic – Inter de Milão (ITA)
Nenad Milijas – Wolverhampton (ING)
Milos Krasic – CSKA Moscou (RUS)
Milan Jovanovic – Standard Liege (BEL)
Milos Ninkovic – Dynamo Kiev (UCR)
Zdravko Kuzmanovic – Stuttgart (ALE)
Zoran Tosic – Colonia (ALE)
Miralem Sulejmani – Ajax (HOL)
Gojko Kacar – Hertha Berlin (ALE)
Nemanja Matic – Chelsea (ING)
Radosav Petrovic – Partizan Belgrado
Nemanja Tomic – Partizan Belgrado

Atacantes:
Nikola Zigic – Valencia (ESP)
Marko Pantelic – Ajax (HOL)
Danko Lazovic – Zenit St. Petersburg (RUS)
Dragan Mrdja – Vojvodina
Dejan Lekic – Estrela Vermelha

Comentários (12)

  • Bruno Matos diz: 17 de maio de 2010

    Perfeito. Só trocaria o Lukovic por Subotic no time titular, e deixava o resto do jeito que está. Pode ser a grande surpresa da Copa do Mundo, será a minha grande torcida.

  • Jimmy diz: 17 de maio de 2010

    Lukovic é canhoto. Logo, é o quarto zagueiro, não o zagueiro central.

  • Felipe diz: 17 de maio de 2010

    Essa Seleção promete

  • Daniel Hoppe diz: 17 de maio de 2010

    Na zaga, eu botaria o Subotic no lugar do Lukovic. E o Zoran Tosic também tá jogando muita bola, não me assustaria se ele pintasse no time titular…

  • juliano diz: 18 de maio de 2010

    jimmy, essas definições são mais obsoletas do que o 2-3-5

    ainda mais na servia onde ninguem nunca se referiu a zagueiros desse jeito

  • Eduardo D² diz: 18 de maio de 2010

    Eu pelo contrário, colocava o Cracovic na meia-direita, quase como um ponta, no lugar do já vetereno e irregular jovanov. Mas e cadê o Petkovic nesta seleção?

    Ei Cecconi. Vai ter análise do enfrentamento de volta entre Grêmio x Santos ? Quem marca quem e quais os coitados que jogarão improvisados nas laterais e terão que marcar Robinho e neymar?

  • Leonardo diz: 18 de maio de 2010

    Faz o Inter com o Tinga

  • Jimmy diz: 18 de maio de 2010

    Lógico que são obsoletas. Apenas as utilizei para exemplificar melhor. Se o Lukovic é canhoto, fica óbvio que ele joga pela esquerda do miolo defensivo. O blog é bom, mas peca no desconhecimento de alguns jogadores.

    Esses dias vi Belhadj como lateral direito na análise da Argélia, sendo que o cara sempre foi lateral esquerdo e, inclusive, é titular do Portsmouth nesta função. O mesmo aconteceu com o Salcido na análise do México. Pô, o cara sempre foi lateral esquerdo, jogou Libertadores, UCL e a Copa de 2006 ali, e aparece invertido com o Juárez na análise do México. E o que dizer de Salpingidis e Anamatidis, ambos atacantes, como alas na análise da Grécia?

    Repito, o blog é bom, mas peca no desconhecimento de alguns jogadores. Ah, e não se pode pegar um jogo isolado – ou situações de jogo, como no caso do Salpingidis, que até pode ser ala na hora do abafa – e ter isso como produto final.

    Resposta do Cecconi: Jimmy, é por isso que eu chamo o blog Preleção de um “fórum de debates”. Sou uma pessoa apenas, e é impossível ter visto todos os jogos das eliminatórias e os amistosos de todas as 32 seleções. Tu critica os jogos isolados ou as situações usados como ponto de observação, mas não há outra alternativa. Assisto a vídeos, leio matérias, pego fichas de jogos, e tento fazer o possível. Nos casos que tu citas, infelizmente nos jogos aos quais assisti os compactos – sabe-se lá por quê motivo – essas situações aconteceram. Eu vi o Belhadj na lateral-direita. Não sei o que aconteceu, se tinha alguém lesionado, mas eles estavam lá. O mesmo aconteceu com os dois gregos que tu citas. Eles cumpriram essas funções nos jogos aos quais tive acesso. Abraços.

  • marcelo diz: 18 de maio de 2010

    Boa tarde Eduardo,
    gostaria de fazer um comentário referente à ilustração referente ao jogo de grêmio x santos pela copa do brasil onde você citou os 4 homens de marcação do grêmio sobre os jogadores da meia cancha do santos, gostaria apenas de lembra-lo dos avanços constantes dos laterais santistas, que proporcionam trinagulações com um meia e um atacante nas laterais do campo onde o Hugo até tenta auxiliar na marcação já o Douglas nem perto disto, este espaço foi bastante aproveitado no primeiro jogo e tenho medo que se repita neste também.

    GRANDE ABRAÇO

  • Danilo diz: 18 de maio de 2010

    como vc consegue ter a pecepção de cada posição e movimentos dos jogadores?

  • Claudio Sacramento diz: 25 de maio de 2010

    A Sérvia pode superar Gana e avançar na Copa. São 4 os destaques: Ivanovic, Vidic, Stankovic e Krasic. Ivanocic é versártil. Executa bem as funções de lateral pela direita, com boa marcação, saindo pro jogo quando necessário e fazendo cruzamentos precisos. É muito bom no jogo aéreo. Atua com eficiência também como zagueiro. Vidic é um excelente zagueiro. Um dos melhores da atualidade. É ótimo no jogo aéreo, tanto defendendo quanto atacando, seguro, raçudo e de muita força física. Stankovic possui ótimo passe e controle de bola, boa noção de marcação e tem um pontente e preciso chute de fora da área. Versátil, joga de meia executando as funções de armação e marcação, podendo atuar com mais liberdade ligando o meio com o ataque ou mais fixo como volante. Por fim Krasic. Muito habilidoso, esperto e veloz joga pelo lado direito do meio de campo com afunilações e presença na área, normalmente executando assistências.

  • ana luisa diz: 6 de junho de 2010

    essa seleção não é paga para o Brasil
    Brasil rumo ao hexa !!!!

Envie seu Comentário