Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Jogo central é bom caminho para o Grêmio

19 de maio de 2010 28

O comentário mais usual que se faz durante partidas de futebol é: tem que jogar pelos lados. É quase consensual esta premissa. O jogo lateral é uma boa alternativa na maioria das partidas, mas não pode ser considerado a única, ou a principal estratégia. Como em qualquer planejamento tático, ela depende das circunstâncias da partida – elenco disponível, características do adversário, modelo de disputa do campeonato, eventuais vantagens ou desvantagens anteriores…

Hoje, parece-me, o melhor caminho para a classificação do Grêmio contra o Santos é o oposto: o jogo central. Levo em consideração nesta análise os sistemas táticos das duas equipes, os jogadores que estarão em campo, e as necessidades de ambos no desfecho desta semifinal de Copa do Brasil.

Silas equivocou-se no planejamento do jogo de ida. Abdicou do 4-4-2 com meio-campo praticamente em quadrado, com o qual converteu as cobranças iniciais em elogios e reconhecimento. E, no 3-5-2, cedeu ao Santos – que jogou no 4-4-2 – superioridade no setor fundamental para a mecânica proposta por Dorival Júnior. Adilson, Willian Magrão e Douglas foram soterrados pelo quarteto santista (Arouca, Wesley, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso). Somente após sofrer 2 a 0 Silas repensou a estratégia, recuperou o 4-4-2, e conseguiu a virada.

A lógica segue a mesma: supremacia no meio-campo. E o Santos está confirmado no 4-3-3 com triângulo de base alta no meio-campo. O adversário gremista terá o leve volante Rodriguinho na proteção da linha defensiva, com Wesley e Paulo Henrique na articulação, e o trio ofensivo formado por Robinho, Neymar e André.

Certamente a proposta santista será controlar a posse de bola no campo do Grêmio, com movimentação constante e trocas de passes até que surjam espaços para a assistência vertical em velocidade. Obviamente, qualquer equipe que enfrentar este Santos, com este sistema e esta estratégia, limitando-se à defesa – sem posse de bola – será massacrada. É impossível resistir ao ataque constante por 90min sem cometer nenhum erro defensivo.

Minha sugestão é centralizar o jogo sobre Rodriguinho. A matemática é óbvia: Hugo e Douglas são dois, o volante santista é apenas um. É mais prudende ao Grêmio abdicar do jogo lateral, mantendo Edilson e Joílson na base – até para que, na basculação defensiva, o Grêmio sempre tenha sobra de um jogador na comparação com os três atacantes rivais.

A articulação central sobre o volante do Santos pode aumentar o tempo de posse de bola do Grêmio, retirar velocidade da partida, e também privilegiar Borges. O centroavante tricolor gosta do pivô à frente da área, prendendo com o corpo os zagueiros. Com Douglas e Hugo próximos e centralizados, Borges completaria um trio de jogadores responsáveis pela permanência do Grêmio no campo de ataque. E o resultado disto pode ser a saída de um zagueiro à caça de um dos meias, abrindo espaços para Borges ou Jonas, ou então o recuo de um dos meias santistas, arrefecendo a pressão sobre a defesa gremista.

Não há certeza de sucesso desta estratégia. É uma sugestão, uma teoria. Não sei se Silas pensa da mesma forma, se vai atuar desta maneira, e se na prática tudo o que foi projetado aqui vai acontecer. Acredito que seja melhor planejar-se para jogar sobre as supostas fragilidades do Santos, do que apenas para se defender e orar pelo final da partida.

Comentários (28)

  • Carlos diz: 19 de maio de 2010

    Sem dúvida vai ser um jogo muito dificil.
    Se o gremio conseguir colcoar ordem na defesa reserva e não cair no jogo e na pressâo inicial, temos chance.
    Não podemos cair na pressão e levar gols, porque lá não é bem assim de virar. E essa tua perfeita análise do meio campo deles vai pro espaço com o estádio vindo abaixo se eles estiverem na frente!
    O Gremio tem que ter muita cabeça fria para poder esfriar o ataque deles (é dificil) para poder jogar no erro e na fragilidade que é a defesa deles!

    abraço, cecconi

  • Felipe Goettems diz: 19 de maio de 2010

    Perfeita a análise do jogo. Acrescentaria que esse seria o jogo ideal para jogar com Neuton e Mario Fernandes nas laterais, onde ficariam fixos marcando Neymar e Robinho respectivamente e liberando os meias Douglas e Hugo para se juntar a Jonas e Borges, sobrecarregando o sistema defensivo do Santos.

  • Roberto Gudolle Zacouteguy diz: 19 de maio de 2010

    Tá loco o Eduardo é muito inteligênte… ele sim entende de tática, estou aprendendo muito lendo esta coluna. Muita gente “entendida” do futebol deveria ler também, inclusive certos técnicos. E realmente esse é o caminho certo para a vitória. O Grêmio tinha que aproveitar isso logo no começo do jogo e abrir uns 2 a 0, para quando o Dorival Junior pensar “bah eu errei em colocar só um volante” a vaca já foi pro brejo, e depois… depois a garra, a imortadade e o espirito copeiro do grêmio resolve tudo. E bola pro mata que o jogo é de campeonato. Abraçosss

  • Bruno Simi diz: 19 de maio de 2010

    Muito boa a analise.
    Uma coisa esta certa, se jogar-mos no 3-5-2 estamos perdidos.

  • Jão diz: 19 de maio de 2010

    Pow! Falou muito bem. É essa estratégia que eu colocaria se eu fosse o Silas.
    Parabéns pelo blog e pela clareza da explanação.

    Abraço

  • LINCOLN BIANCONERI diz: 19 de maio de 2010

    Considero quase impossível a missão do Grêmio na noite de hoje. Apesar de concordar que o sistema defensivo do Santos apresenta uma certa fragilidade, a defesa – RESERVA – do Gremio terá uma grande dificuldade de segurar o ataque santista. Como você mesmo já falou aqui no Preleção, as vezes o sistema tático pode ser o ideal, porém a estratégia de jogo é o que pode definir o finalista, ou seja, os gremistas em maior número no meio campo terão uma participação decisiva na partida, acredito que por estar jogando fora de casa os meio-campistas gremistas terão um papel mais importante na marcação e não no ataque. Terão que auxiliar a defesa e rezar para encaixar contra-ataques rápidos. Na minha humilde e santista opinião dá Santos na final. Um abraço…

  • Guilherme Ortiz diz: 19 de maio de 2010

    E se ele colocar um dos ponteiros (Robinho ou Neymar) para flutuar nas costas dos volantes? Vai ter um espaço e tanto para trabalhar ali, não?

    Acompanho sempre teu blog, parabéns. Abraços.

  • Vinicius Krewer diz: 19 de maio de 2010

    SAUDAÇÕES TRICOLORES CECCONI, AQUI FALA UM GAÚCHO RESIDENTE NO INTERIOR DE GOIÁS, QUE CONCORDA PLENAMENTE COM TUA OPINIÃO, VAI SER UM JOGÃO, O MELHOR DO 1º SEMESTRE NO BRASIL COM CERTEZA, SAIREMOS VENCEDORES, MAS DEPENDENDO DAS CIRCUNSTANCIAS DE JOGO, UTILIZARIA O MAYLSON NESSE JOGO, ELE TAMBÉM TEM QUALIDADE PARA RECOMPOR A DEFESA E SABE SAIR EM VELOCIDADE NO CONTRA ATAQUE, NÃO A TOA É O VICE- ARTILHEIRO DO TRICOLOR ESSE ANO.
    UM ABRAÇO.

  • Cristiano diz: 19 de maio de 2010

    Ótimo comentário. Gostei muito da análise tática dos times.
    Parabéns!

  • SIDNEI diz: 19 de maio de 2010

    Penso exatamente como voce Cecconi, mas certamente não tenho o teu brilho para expor o pensamento. Hoje, por ex., não dá para abrir alguém na esquerda para fazer o 1-2 com o lateral que passa. Hoje a defesa tem que jogar posicionada e avançada, tem que “povoar” o meio certo de que, se alguem bater com o lateral, vai ter a sobra. Mas os volantes nao vao poder recuar, de jeito nenhum. E a posse de bola vai ser fundamental. Douglas vai ser fundamental.

  • Rui diz: 19 de maio de 2010

    Boa teoria, mas Eduardo quem marcaria a subido dos laterais?!
    Na minha ótica Hugo marcaria o lateral direito e acho que Jonas o esquerdo(seria um sacrificio).
    Que você acha?!

  • Rodrigo De Ros diz: 19 de maio de 2010

    Os dois times vão partir para cima. Vai ser mais um jogo emocionante e inesquecível, tomara Deus, para o Grêmio. Como irão jogar os times? Confira em http://hojesporte.blogspot.com/2010/05/pra-cima-deles.html

  • Junior diz: 19 de maio de 2010

    Concordo! Tambem acho que o Gremio tem que fechar o meio com os laterais , deixando os laterais do santos cruzar a bola , evitando tabelas pelo meio

  • Rodrigo Cazeiro diz: 19 de maio de 2010

    Penso a mesma coisa, Cecconi. O Grêmio deve segurar Edílson e Joílson (Edílson, Joílson, Adílson…só faltou o Jadílson, hehehe). E ter sempre um na sobra na defesa. Aproveitar o vigor físico da Adílson, Magrão e Hugo´pra fazer o vai e vem da bola e liberar Douglas para criar. Sim, por que o Santos vai dar espaços. E os lançamentos de Douglas são primorosos. A única ressalva que faço é que na minha opinião deveria ter alguém marcando o Ganso individualmente. Pois são dos pés dele que saem as maiores jogadas santistas.

  • Ratofx diz: 19 de maio de 2010

    Sempre me irritei com esse mantra do ” tem que jogar pelas laterais”. Tem um comentarista da Globo que inclusive ja foi técnico da seleção e vive falando disto.
    Em relação aos laterias do Grêmio pra esse jogo, concordo que eles devessem ficar mais. Todavia, não tenho convicção que o Joilson consiga cumprir esse papel (Parar os ataques). Grande falta vao fazer os meninos da azenha nas laterais.
    Perguntinha, aonde estão Saimon e outros piás das bases? Não estão inscritos na copa do brasil? Pois se não me engano, o Rodrigo vai a Santos só pra passear!
    Abraço e parabéns pelo blog.

  • markus vinicius diz: 19 de maio de 2010

    eu Acho assim: os 2 times são bons, e tem um forte poder ofensivo.
    pra miim o jogo vai ser resolvido em uma jogada individual. e ele tem robinho , neymar e ganso, pra fazer isso.
    só que se neutralizar-mos eles no inicio do jogo, e não tomarmos gol nos primeiros 30 minutos, o jogo vai ficar interessante. e teremos chance de ir a final.
    mas se tomarmos gol cedo… pode ir preparando as malas, por que correr atraz de resultado contra o santos em plena vila belmiro… é complicado.

  • marcio2 diz: 19 de maio de 2010

    no papel funciona q eh uma blz…. heheheheheheh…. acredito q seria mais interessante ter um meia destro (maylson/mithyue) do q 2 meis canhos (hugo/douglas)….. marcaçao individual no ganso eh suicidio… hehehhehehe

  • Flávio Jr. diz: 19 de maio de 2010

    Muito boa análise. Já pensou em treinar uma equipe? Abraços,

  • Joannes Soares diz: 19 de maio de 2010

    E aí Eduardo blz!? Sempre acompanho teu blog e gosto muito das matérias mas tenho que discordar de ti por uma simples questão: Se Adílson e Magrão se concentrarem na marcação dos dois meias do Santos quem protegera a defesa??? Por que dessa forma que tu mostraste um dos atacantes do Santos pode se movimentar livremente nas costas dos volantes sem marcação alguma e sabemos que isso acontece muito no time santista. André mesmo, o centroavante volta sempre pra fazer o pivô e buscar jogo! Se isso acontecer e um zagueiro acompanhá-lo na marcação, irá se desfazer a linha de defesa gremista! Eu aconselharia a entrada de Maylson no lugar do Hugo Pra marcar os dois meias deixando assim o Adílson na sobra cobrindo os meio campistas e também protegendo a zaga! Mesmo assim não ficaríamos com um time retrancado pois Maylson sempre faz gols e sabe sair pra jogar! Contra-ataque rápido com Maylson, Magrão e Douglas! O que tu achas!?? Abraço!

  • André Lage diz: 19 de maio de 2010

    Ola Cecconi, blz? Concordo com vc que o Grêmio tem que fazer isso para conseguir a classificação. Atuando com um quadrado no meio contra 3 do Santos, um dos dois laterais santista terá que subir para fechar Douglas ou Hugo. E dessa forma abrirá espaço na defesa santista. Basta apenas o Hugo não ficar preso a faixa esquerda do campo e o Douglas encaixar seu jogo que o Grêmo tem tudo para se classificar.

    Um abs

    André Lage – batalhatatica.blogspot.com

  • gustavo diz: 19 de maio de 2010

    Muito bom. Na teoria, claro, mas muito bom.

  • Vítor diz: 19 de maio de 2010

    O melhor dos blogs do portal. Completo, sempre com análises táticas interessantes dos mais variados times. Parabéns, continuem assim. Garanto que há muito técnico por ai que não tem essa visão de jogo.

  • Billi Scherer diz: 19 de maio de 2010

    Brilhante análise Eduardo.
    Também penso que o jogo é bem mais do que simples movimentação vertical (compactação entre o ataque e a defesa).
    Contra um time como o Santos, com o meio campo e o ataque que tem hoje, é imprescindível a prévia avaliação de todas as situações de jogo possíveis, o que raros técnicos fazem atualmente.
    Mas penso que o Silas tem tudo pra dar um nó tático no Dorival, veremos.
    Abraço!

  • Carlos Bender diz: 19 de maio de 2010

    Dah-lhe Grêmio ! É chegado a ora de assar o peixe !
    Realmente, a descrição da postura tática descrita no post apresenta-se como uma grande opção.
    Se ocorrer isso, o Imortal tem tudo para passar. Espero apenas que a Joilson, Ozeia e Rafa Marques tenham o jogo das suas vidas na noite de hj !

    Parabéns pelo blog Eduardo ! Está muito bom e interessante !
    Abraço,
    Carlos Bender

  • Bruno diz: 19 de maio de 2010

    n seria melhor o santos jogar num 3-4-3 sem alas?

    com para, rodriguinho, ph ganso e marquinhos no meio e atras bruno aguiar, edu e durval

    com neymar, robinho e andre no ataque fatalmente o gremio n ira soltar os laterais, e encaixando o meio campo do santos com o do gremio alem de ter um a mais na zaga contra a perigosa dupla de ataque gremista facilitaria as coisas pro santos…

  • [CB'10 SF V] SANTOS x GRÊMIO: EXPECTATIVA | heliopaz diz: 19 de maio de 2010

    [...] 4-4-2, que é o mais bem-sucedido na caminhada gremista pelos gramados em 2010 até aqui. Logo, é pelo meio que partiremos preferencialmente pra cima deles! [...]

  • adriano tricolor diz: 19 de maio de 2010

    òtima analise , porem é aí que me preucupa o grêmio , manter a posse de bola coisa que o tricolor ainda não aprendeu a fazer.. seguidamente arma ataques com passes errados e pressa ….

  • Jonas Rafael diz: 20 de maio de 2010

    Estava dando certo ontem. Até a volta do vestiário e os jogadores gremista começarem a caminhar em campo. Ou faltou perna, ou o discurso desmobilizou o time na volta. Parecia o Grêmio de Autuori ano passado jogando fora de casa. Parece que o Silas quis amorcegar o jogo, diminuir o ritmo, cozinhar o time do Santos. Não aprenderam aidna que o grêmio não sabe jogar assim. Acaba jogando lento, sem conseguir fazer o adversário ficar lento. Depois, quando toma gol, não sabe acelerar o ritmo de novo. Entrar no 3-5-2 em POA foi a burrada do ano no futebol brasileiro e custou a classificação. Mas parece que ninguém na direção concordo com isso, está tudo certo, não houve erro, era pra ser assim mesmo. Então tá. Quem não sabe porque perde continua a perder.

Envie seu Comentário