Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Seleções da Copa de 2010: análise tática da Japão

21 de maio de 2010 5

A sequência da série diária de posts sobre as 32 seleções da Copa do Mundo de 2010 segue hoje o passeio pelo Grupo E. O assunto é o Japão, do técnico Takeshi Okada.

A seleção do Japão joga no 4-4-2 em duas linhas bastante comum à maioria das participantes do Mundial da África do Sul. A estratégia prioriza sempre o avanço pelos lados, em dobradinha dos meias-extremos com os laterais. Por dentro, o organizador central também avança, trazendo consigo o meio-campista defensivo para a segunda bola.

Nos vídeos aos quais assisti, entretanto, toda esta volúpia ofensiva do Japão cobra um preço. A seleção japonesa é muito vulnerável aos contra-ataques. Recentemente, em amistoso contra a Sérvia – jogando em casa, apesar da ausência dos principais jogadores – o Japão foi goleado por 3 a 0. Sofreu dois gols de contra-ataque, tendo em seu campo defensivo apenas os dois zagueiros e o lateral do lado oposto (o que não subiu para o apoio). Em clássico com a Coreia do Sul, também em casa – pelas Eliminatórias Asiáticas – houve outra derrota (3 a 1), e um show de contra-ataques concedidos.

Mas a vocação ofensiva deste Japão é muito valorizada, até pelo próprio técnico Okada. Principalmente porque os únicos quatro jogadores “internacionais” convocados na lista definitiva de 23 ocupam as posições de frente: Matsui e Hasebe nos extremos do meio-campo; Honda e Morimoto no ataque. Há ainda o experiente S.Nakamura, ex-Celtic, na articulação central.

Na pesquisa que fiz, não encontrei oportunidades nas quais Okada conseguiu escalar o quarteto simultaneamente no time titular do Japão. A tendência, entretanto, é se utilizar da experiência deles, arriscando-se a vulnerabilizar ainda mais uma equipe que não conta com um balanço defensivo consistente no 4-4-2 em duas linhas. Abe é uma das opções para a meia-extrema, assim como o centroavante Okazaki, alto e bom na bola aérea, dando outra opção à articulação que prioriza bola no chão, movimentação intensa, trocas de passas e infiltrações.

Confira a lista de convocados do Japão:

Goleiros:
Yoshikatsu Kawaguchi – Jubilo Iwata
Seigo Narazaki – Nagoya Grampus
Eiji Kawashima – Kawasaki Frontale

Defensores:
Marcus Tulio Tanaka – Nagoya Grampus
Yuji Nakazawa – Yokohama Marinos
Yuichi Komano – Jubilo Iwata
Daiki Iwamasa – Kashima Antlers
Yasuyuki Konno – FC Tokyo
Yuto Nagatomo – FC Tokyo
Atsuto Uchida – Kashima Antlers

Meias:
Shunsuke Nakamura – Yokohama Marinos
Junichi Inamoto – Kawasaki Frontale
Yasuhito Endo – Gamba Osaka
Kengo Nakamura – Kawasaki Frontale
Daisuke Matsui – Grenoble (FRA)
Yuki Abe – Urawa Reds
Makoto Hasebe – Wolfsburg (ALE)

Atacantes:
Keisuke Honda – CSKA Moscou (RUS)
Keiji Tamada – Nagoya Grampus
Yoshito Okubo – Vissel Kobe
Kishi Yano – Albirex Niigata
Shinji Okazaki – Shimizu S-Pulse
Takayuki Morimoto – Catania (ITA)

Comentários (5)

  • Mini-Crítico diz: 21 de maio de 2010

    Cara… acho que eles vão jogar num 4-4-1-1 menos ousado, com dois volantes centralizados, abrindo Nakamura pela direita e Matsui pela esquerda, deixando o Honda livre como ponta-de-lança e o Okazaki na frente. Acho que esse último deve ser titular pelo ótimo rendimento que teve (aproveitou todas as oportunidades dadas pelo Takeshi Okada). Ah, e corrige aí, o Okazaki é bom cabeceador sim, mas não é alto! Ele tem só 1,73m…

  • sandro diz: 22 de maio de 2010

    Cecconi. Não vi esse time jogar, mas, pelo que vi na internet, o centroavante Okazaki não é alto. Tem apenas, 1,74 m. Suas análises são sempre corretas. Como não vi jogar, não estou discordando da sua, sempre boa, análise. O jogador, que não vi, pode ser bom em bolas aéreas, mas, alto? Pelo que me informei, definitivamente, não é. Abraços e, se puder, verifique a informação.

    Resposta do Cecconi: Sandro, tu e o amigo mini-crítico têm razão. O Okazaki não é tão alto quanto eu imaginava. Mas é bom na bola aérea. Devo ter considerado ele alto na comparação com os demais atacantes do Japão. Nos vídeos que assisti ele cabeceou todas na área adversária. Me passou a impressão de ser mais alto mesmo. Abraços.

  • Yuri diz: 23 de maio de 2010

    quem quiser acordar cedo, tem 7:20 da segunda japao x coreia do sul

  • Jimmy diz: 24 de maio de 2010

    Japão perdeu para a Coréia, nesta segunda, atuando no 4-2-3-1.

    Narazaki; Nagatomo, Nakazawa, Abe, Konno; Hasebe, Endo; Nakamura, Honda, Okubo; Okazaki

  • Claudio Sacramento diz: 25 de maio de 2010

    A seleção japonesa tem bons jogadores ofensivos. Destaques para Shunsuke Nakamura e Honda. Nakamura possui ótimo passe, muita técnica, habilidade e grande resistência física e é certamente o maior jogador da história do país. Honda tem boa visão de jogo, velocidade e habilidade e fez grande temporada pelo CSKA de Moscou. Ambos também são especialistas em cobranças de falta próximas a área. Uma pena que o time deve ser massacrado pela Holanda e engolido por Camarões e Dinamarca por ter tão pouca preocupação defensiva pois o time joga pra frente sempre à procura do gol com bastante velocidade.

Envie seu Comentário