Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Especial Mês da NBA no Brasil: a história do Chicago Bulls

03 de outubro de 2013 0
Bookmark and Share
Scottie Pippen e Michael Jordan mudaram a história do Bulls e da NBA. Foto: Facebook/Reprodução

Scottie Pippen e Michael Jordan mudaram a história do Bulls e da NBA. Foto: Facebook/Reprodução

A NBA tinha menos de 20 anos quando surgiu em Chicago, Illinois, uma nova franquia — que se tornaria uma ícone do melhor basquete do mundo trinta anos depois. O ano era de 1966 e a cidade precisava de um time. Antes, já haviam passado Packers/Zephyrs, os atuais Washington Wizards, e o Stags, ambos sem sucesso. O Chicago Bulls viria para ficar.

Logo nos primeiros anos, o time liderado por Jerry Sloan, Bob Love e Chet Walker causou algum impacto, apesar de não conseguir títulos. A partir da segunda metade da década de 1970, o time caiu em declínio e demorou a se recuperar.

No draft de 1984, o Bulls teria apenas a terceira escolha. Mas, com uma pitada de sorte, teria a sua história mudada para sempre. Recrutou Michael Jordan. Ele escolheu a camisa 23 e se tornou o maior jogador de todos os tempos. Em 1987, apenas com a quinta escolha, fez outro grande recrutamento: Scottie Pippen. Entre idas e vindas do maior ídolo, a dupla levou o Bulls a seis títulos — dois tricampeonatos: 1991 a 1993; e 1996 a 1998. Todos as conquistas do Bulls foram naquela época.

Jordan se aposentou — e ainda voltaria para uma passagem de duas temporadas pelo Wizards —, Pippen jogou por Houston Rockets e Portland Trail Blazers. O Bulls nunca mais foi o mesmo dentro das quadras, mas o legado daquele time é eterno. O time lendário deixou fãs da NBA ao redor do planeta, internacionalizou o basquete dos Estados Unidos e começou a fazer da liga o sucesso que ela é hoje.

De volta, Rose tem a missão de reerguer o Bulls. Foto: Instagram/Reprodução

De volta, Rose tem a missão de reerguer o Bulls. Foto: Instagram/Reprodução

Depois de anos de temporadas frustrantes, surgiu uma nova esperança em Illinois. Derrick Rose, um armador rápido e inteligente, que tem nas suas mãos o poder de recolocar o Bulls na trilha dos títulos. Único atleta a tirar o prêmio de jogador mais valioso de LeBron James nos últimos cinco anos, Rose está de volta após perder uma temporada por conta de lesão. Com os coadjuvantes Joakim Noah, Carlos Boozer e Luol Deng, o Bulls aparece como um das principais forças atuais na Conferência Leste.

No dia 12 de outubro, o Chicago Bulls carrega toda a sua história e seu peso para o Rio de Janeiro. Na HSBC Arena, o time faz, contra o Washington Wizards, o primeiro jogo da história da NBA no Brasil.

CONFIRA OUTROS POSTS DA SÉRIE ESPECIAL MÊS DA NBA NO BRASIL:

O que representa o desembarque da liga no país

A organização do evento

Envie seu Comentário