Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Especial Mês da NBA no Brasil: a história do Washington Wizards

06 de outubro de 2013 0
Bookmark and Share
Jordan encerrou a carreira após duas temporadas no Wizards. Foto: Erik Bedel/AFP

Jordan encerrou a carreira após duas temporadas no Wizards. Foto: Erik Bedel/AFP

O Washington Wizards jogará no próximo sábado contra o Chicago Bulls no Rio de Janeiro no primeiro jogo da história da NBA no Brasil. E a equipe da capital americana tem laços fortes com Chicago. Foi lá, em 1961, que o time foi fundado como Chicago Packers. O nome durou apenas uma temporada e foi alterado para Chicago Zephyrs — que também durou apenas uma temporada.

Depois de dois anos em Illinois, a franquia foi realocada para Baltimore e passou a se chamar Baltimore Bullets. Foram 10 anos em Maryland até a mudança para Washington. Nascia em 1973 o Capital Bullets, que passaria a se chamar Washington Bullets no ano seguinte. Em 1978, comandado por Elvin Hayes e Wes Unseld, fez uma campanha com 44 vitórias e 38 derrotas. Nos playoffs, derrubou os adversários até chegar à final contra o Seattle Supersonics e venceu em emocionantes sete jogos. Foi o único título da história da franquia.

Nos anos 1990, passou a ser discutida a nova mudança de nome do time. Bullet significa bala de revólver em inglês. Com a crescente criminalidade em Washington, os chefões da NBA pensaram que a nomenclatura pudesse ser uma apologia à violência e resolveram mudar para Washington Wizards em 1997.

Entre 2001 e 2003, o Washington Wizards teve mais um capítulo de sua relação com Chicago. Michael Jordan, que fez história com seis títulos pelo Bulls, assinava para jogar as duas últimas temporadas da carreira pelo time da capital. O camisa 23 não estava no auge, mas esbanjava popularidade e ainda era capaz de protagonizar grandes momentos. O Wizards cresceu como franquia. Apesar de não ter tido sucesso como time.

Envie seu Comentário