Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Você sabia que Michael Jordan também usou as camisas 12 e 45 no Chicago Bulls?

26 de março de 2014 0
Bookmark and Share
Foto: Montagem sobre fotos de Reprodução

Foto: Montagem sobre fotos de Reprodução

O ala Michael Jordan se consagrou na NBA e é considerado o melhor jogador de todos os tempos com a eterna camisa 23. Quando pensamos em Jordan, automaticamente o relacionamos ao número. Mas esta não foi a única camisa usada pelo astro ao longo da carreira. Ainda no Chicago Bulls, Jordan usou os números 12 e 45 por alguns jogos.

A história do número 12

Jordan usou a camisa 12 por apenas um jogo na carreira — e por um acidente total. A camisa 23 de Jordan, que estava no vestiário, foi furtada antes de uma partida contra o Orlando Magic em 1990, no Valentine’s Day — o Dia dos Namorados americano. Jordan chegou a experimentar um uniforme juvenil que havia à disposição, mas simplesmente não serviu.

O astro não teve opção, a não ser pegar uma camisa qualquer. Ele usou uma de número 12, que estava disponível, e sem o seu nome. O Bulls perdeu por 135 a 129, mas Jordan ficou em quadra 47 dos 48 minutos de jogo e anotou 49 pontos, além de sete rebotes e duas assistências.

O número 45 por meia temporada

Michael Jordan abandonou a NBA após a morte de seu pai para realizar um sonho de James: jogar beisebol. Durante seu período nas ligas menores da MLB, o Bulls aposentou a camisa 23. Como não é muito comum um jogador voltar à atividade depois de ter um número aposentado, não havia um exemplo de ação a ser tomada quando Jordan anunciou sua volta ao basquete em janeiro de 1995.

Por isso, Jordan preferiu manter a 23 aposentada e adotou a 45, número que utilizou na curta passagem pelo beisebol. Foram 27 jogos com o novo número pelo Bulls, 17 na temporada regular e 10 na pós-temporada.

O time de Chicago eliminou o Charlotte Hornets na primeira rodada dos playoffs por 3 a 1 — na época, a primeira fase da pós-temporada era em melh0r de cinco —, mas caiu para o Orlando Magic na semifinal da Conferência Leste por 4 a 2.

Para Jordan, o novo número deu azar. E ele voltou a usar a 23 nas temporadas seguintes. Coincidência ou não, foram mais três títulos pelo Bulls. Quando retomou a carreira mais uma vez, pelo Washington Wizards, entre 2001 e 2003, seguiu com a número 23.

As melhores jogadas de Jordan com o número 45:

Imagens: YouTube

Envie seu Comentário