Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

24 de dezembro de 1994: o último dia em que Los Angeles viu a NFL

26 de dezembro de 2014 1
Bookmark and Share
Torcedores do Rams protestaram no último jogo da franquia em Los Angeles. Foto: Getty Images/AFP

Torcedores do Rams protestaram no último jogo da franquia em Los Angeles. Foto: Getty Images/AFP

Sem saber à época, a véspera de Natal de 1994 foi o último dia em que Los Angeles veria a NFL — pelo menos, num período de 20 anos. Estabelecidos no segundo maior mercado dos Estados Unidos, Raiders e Rams se despediriam da temporada em casa.

O Rams já estava eliminado. Tinha a pior campanha da NFC Oeste e uma das piores da NFL. O Raiders, no entanto, chegaria aos playoffs em caso de vitória sobre o Kansas City Chiefs. Tudo deu errado naquele 24 de dezembro de 1994. E a despedida de LA foi melancólica.

Los Angeles é mais valiosa para a NFL fora da liga

Em Anaheim, cidade da região metropolitana de Los Angeles, o Rams recebia o Redskins. Já com rumores de que deixaria o local, o time sofreu com a falta de incentivo do público — o jogo teve menos torcida do que um confronto de ensino médio realizado no mesmo Anaheim Stadium oito dias antes.

As arquibancadas do estádio, prioritariamente erguido para jogos de beisebol, eram marcadas por grandes vazios e protestos onde havia gente. A derrota por 24 a 21 para o Washington Redskins ficou em segundo plano. A realocação parecia inevitável. E, em fevereiro, foi oficializada. A mudança para St. Louis foi referendada em abril na aprovação dos donos das outras equipes.

O Raiders ainda era o time de Los Angeles. Apesar dos problemas financeiros da região na época e da média de público decepcionante em função do tamanho exagerado do Memorial Coliseum para as necessidades da franquia, uma mudança era pouco provável.

O dia 24 de dezembro de 1994 marcou a despedida de Joe Montana em temporada regular. Uma vitória do Chiefs por 19 a 9 colocou um ponto final. Não na carreira de um dos maiores de todos os tempos, que chegaria aos playoffs. Mas na passagem de Los Angeles pela NFL.

Em junho do ano seguinte, Al Davis insistiu e desistiu de um novo estádio no sul da Califórnia. Recebeu e aprovou a intenção de Oakland em ter o Raiders de volta. Depois de 12 anos em LA, a franquia voltaria para o seu local de origem. Em agosto, a mudança foi aceita.

Duas décadas depois, Rams e Raiders ainda deixam saudades em Los Angeles. Os fãs mais convictos não perdoam os antigos donos. E esperam, ainda sem respostas claras, pelo retorno dos ídolos. Enquanto isso, as novas gerações angelinas cresceram vendo o melhor futebol americano do mundo pela televisão.

Comentários (1)

  • Phelipe Carmona diz: 26 de dezembro de 2014

    “Enquanto isso, as novas gerações angelinas cresceram vendo o melhor futebol americano do mundo pela televisão.” pode se dizer que a mudança foi um ato de egoísmo :(

Envie seu Comentário