Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O que significa a escolha de LeBron James por se tornar agente livre

29 de junho de 2015 0
Bookmark and Share
Manobra de LeBron já era prevista há um ano. Foto: Jonathan Daniel/Getty Images/AFP

Manobra de LeBron já era prevista há um ano. Foto: Jonathan Daniel/Getty Images/AFP

LeBron James definiu, há um ano, retornar ao Cleveland Cavaliers. Assinou um contrato de duas temporadas com a possibilidade de se tornar agente livre depois de apenas uma. E fará isso. Em julho, o camisa 23 será agente livre e, teoricamente, pode assinar com qualquer time da NBA. Mas ele já definiu: é claro que seguirá no Cavaliers.

A manobra de James já era esperada quando ele assinou seu vínculo há um ano. A NBA criou regras (vamos falar mais sobre isso ao longo da agência livre) para facilitar que os jogadores sigam em seus times atuais — com a possibilidade do pagamento de salários maiores.

Por isso, LeBron tinha uma limitação ao chegar ao Cavs como agente livre do Miami Heat. Agora, como é agente livre do próprio Cavaliers, tem a possibilidade de maximizar seus ganhos. Por que nem todos os jogadores da NBA usam esse artifício? A maioria prefere a estabilidade de um contrato longo. LeBron sabe que é um caso específico. Ele não precisa de um vínculo grande para ter estabilidade.

A situação com Kevin Love não é tão garantida. O ala-pivô também optou por se tornar agente livre. É mais provável que ele volte a jogar pelo Cavaliers, mas o jogador está disposto a ouvir outras propostas. LeBron prometeu interferir o mínimo possível nas negociações do Cavs. Mas apenas o fato dele estar no elenco é um bom motivo para quem quer tentar um título na próxima temporada.

Envie seu Comentário