Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Prime Time Responde: como é dividida a intertemporada da NFL?

21 de agosto de 2015 2
Bookmark and Share
Foto: Cowboys/Divulgação

Foto: Cowboys/Divulgação

O Prime Time Responde da semana está no ar! Clique aqui para ler as edições anteriores.

Júlio — Mais equipes na MLB: vai acontecer ou não?
Não, por enquanto. A MLB está em processo de perda de popularidade e o mais importante para a liga nesse momento é reverter essa tendência. Os rumores da volta da MLB a Montreal são fortes, mas é muito mais provável que seja através da realocação do Tampa Bay Rays, por exemplo.

Pedro Migão — O que esperar dos Knicks na próxima temporada?
Por ser da Conferência Leste, ir para os playoffs não me parece impossível. Não espere muito mais do que isso.

Leo Gomes — Quais são os times favoritos para chegar às finais da próxima Stanley Cup e os azarões em cada conferência?
Gosto muito do Anaheim Ducks no Oeste. Gastou bem na intertemporada. Tampa Bay Lightning e Pittsburgh Penguins são as forças do Leste. Washington Capitals e St. Louis Blues são times que podem surpreender.

Júnior Bobby — Por que na NFL não faz novos modelos de camisa como acontece no futebol a cada temporada?
Tradição é tudo. Eu adoro ver um jogo dos anos 70 e perceber que as camisas são iguais. Só mudaram os capacetes e o tamanho dos equipamentos. Tomara que nunca mudem.

Bruno Zuanazzi — Quem leva a MLB?
Paulo Orlando traz o anel para o Brasil.

Guga Scapin — Qual a diferença entre no-hitter e jogo perfeito na MLB?
No jogo perfeito, o arremessador tem que passar as nove entradas (pelo menos) sem permitir que nenhum rebatador chegue em base. Seja por rebatida, walk, hit by pitch ou erro. No no-hitter, o arremessador não cede nenhuma rebatida, mas algum rebatador chegou em base de outra forma (walk, hit by pitch ou erro).

Anderson Fraga — Como é dividida a intertemporada da NFL? Quais as etapas de training camps e outros treinamentos envolvidos?
O ano da NFL começa em março. É aí que se abre o mercado. Entre abril e maio, há o draft. Ainda em maio, normalmente, há os rookie minicamps. É uma chance para os novatos recém ou não draftados se aclimatarem ao futebol americano profissional. Entre junho e julho, tem as atividades organizadas dos times (OTAs, em inglês). São treinos bem leves, sem equipamentos, apenas para reunir a equipe. No final de julho, começa o training camp de fato. Mas também há uma limitação, assim como durante toda a temporada, no número de treinos. Os times variam entre os trabalhos com e sem equipamentos. É uma era em que a segurança dos jogadores é tudo. Em agosto, começa a pré-temporada. Os training camps seguem entre os jogos de pré-temporada. Os elencos, nesse período, são gradativamente reduzidos. Até a terceira semana da pré-temporada, cada equipe pode ter até 90 jogadores. Entre a terceira e a quarta semanas, são reduzidos para 75. Até que, ao fim da pré-temporada, os elencos são fechados em 53 jogadores ativos, 10 no practice squad, sem contar os jogadores que ficam nas listas de reservas, por lesão ou suspensão.

Comentários (2)

  • Paulo diz: 21 de agosto de 2015

    Constou de uma resposta: “Eu adoro ver um jogo dos anos 70 e perceber que as camisas são iguais.”
    Essa resposta poderia ser mais precisa. Na verdade só há um time na NFL que realmente não alterou o modelo de camisa desde a década de 70: Oakland/Los Angeles Raiders. Todos os demais alteraram os uniformes, uns mais (Seahawks), outros menos (Steelers), mas alteraram (listras, manga, fonte do número das camisas, etc).

Envie seu Comentário