Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Seahawks vence o Lions com polêmica de arbitragem no fim do jogo

06 de outubro de 2015 0
Bookmark and Share
Arbitragem alegou, ao fim do jogo, que interpretou lance não-intencional de Wright. Foto: Stephen Brashear/Getty Images/AFP

Arbitragem alegou, ao fim do jogo, que interpretou lance não-intencional de Wright. Foto: Stephen Brashear/Getty Images/AFP

Seattle Seahawks, Monday Night Football e erro de arbitragem na jogada que decidiu a partida. Poderia ser uma crônica da semana 3 de 2012, quando a Fake Mary decidiu a vitória do time do estado de Washington sobre o Green Bay Packers. Mas foi outro time da NFC Norte o derrotado da vez: o Detroit Lions. Uma falha das zebras — não tão grave como da outra vez — definiu a vitória do Seahawks por 13 a 10 no jogo que encerrou a semana 4 nesta segunda-feira.

Saints vence o Cowboys na prorrogação do SNF e sobrevive na temporada

Nos três primeiros quartos, era do Seahawks o domínio da partida. Mesmo sem Marshawn Lynch, lesionado, o time controlava as ações — sobretudo com uma boa atuação defensiva. Um passe de Russell Wilson para Doug Baldwin e dois field goals longos de Steven Hauschka contra apenas um field goal de Matt Prater pelo Lions deixaram os donos da casa na frente.

Chiefs perde, mas atuação de Cairo Santos é um dos destaques da rodada

O Lions reagiu no quarto período graças a um esforço ofensivo. O time forçou dois fumbles de Wilson, um deles retornado por Caraun Reid para a end zone, deixando o jogo em 13 a 10. No fim, o time de Detroit estava à beira da end zone para virar o jogo nos momentos finais.

Matthew Stafford conectou bom passe para Calvin Johnson, que estava a poucos centímetros de pontuar quando Kam Chancellor fez uma grande jogada. O safety do Seahawks deu um soco na bola, forçando o fumble. A bola saiu pelo fundo de campo e os árbitros marcaram touchback — assim, a bola voltou para o time da casa na linha de 20 jardas para vencer a partida.

No entanto, uma ação ilegal passou despercebida pelos árbitros. O linebacker K.J. Wright deu um tapa deliberado na bola para mandá-la ao fundo da end zone — o que é proibido. Como o Seahawks não chegou a ter a posse em nenhum momento, a arbitragem deveria ter marcado “illegal batting” e repetir a descida com a bola do Lions e uma punição de metade da distância para o goal. Sem a possibilidade de revisar a marcação de falta ou sem chance de desafio dos técnicos para qualquer falta ou em qualquer lance nos dois minutos finais de cada tempo, o lance não teve chance de reversão.

Russell Wilson completou 20 de 26 passes para 287 jardas e um touchdowns. Matthew Stafford conseguiu 24 passes completos em 35, com 203 jardas.

Com a vitória, o Seahawks (2-2) está em terceiro lugar na NFC Oeste, com a mesma campanha do St. Louis Rams. O Arizona Cardinals (3-1) lidera a divisão e o San Francisco 49ers (1-3) é o lanterna. No domingo, o time visita o invicto Cincinnati Bengals em Ohio.

O Detroit Lions (0-4) é o último da NFC Norte e viu a chance de playoffs ser reduzida drasticamente. A divisão é liderada pelo Green Bay Packers (4-0), seguido por Minnesota Vikings (2-2) e Chicago Bears (1-3). O Lions recebe o Arizona Cardinals no domingo, em Michigan.

Confira todos os resultados da semana 4:

Pittsburgh Steelers 20-23 Baltimore Ravens
Miami Dolphins 14-27 New York Jets
Indianapolis Colts 16-13 Jacksonville Jaguars
Buffalo Bills 10-24 New York Giants
Tampa Bay Buccaneers 23-37 Carolina Panthers
Washington Redskins 23-20 Philadelphia Eagles
Chicago Bears 22-20 Oakland Raiders
Atlanta Falcons 48-21 Houston Texans
Cincinnati Bengals 36-21 Kansas City Chiefs
San Diego Chargers 30-27 Cleveland Browns
San Francisco 49ers 3-17 Green Bay Packers
Arizona Cardinals 22-24 St. Louis Rams
Denver Broncos 23-20 Minnesota Vikings
New Orleans Saints 26-20 Dallas Cowboys
Seattle Seahawks 13-10 Detroit Lions

Envie seu Comentário