Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Pentágono teria pago US$ 6,8 milhões a times profissionais para "eventos patrióticos"

05 de novembro de 2015 2
Bookmark and Share
Foto: US Army/Divulgação

Foto: US Army/Divulgação

O Pentágono, departamento de defesa dos Estados Unidos, teria usado US$ 6,8 milhões em dinheiro público para bancar eventos patrióticos durante competições esportivas. De acordo com um relatório publicado pelos senadores John McCain e John Flake, do Arizona, o departamento assinou contratos com franquias profissionais de ligas americanas para garantir a participação de setores da defesa do país nos jogos.

Ao todo, foram assinados 72 acordos com times da NFL, MLB, NHL e MLS em um escândalo que está sendo chamado de “patriotismo pago” nos Estados Unidos. Os times de futebol americano foram os mais beneficiados com as verbas, segundo o relatório — US$ 6 milhões.

Os times que mais receberam verbas foram Atlanta Falcons (US$ 879 mil), New England Patriots (US$ 700 mil), Buffalo Bills (US$ 650 mil), Atlanta Braves (US$ 450 mil) e Minnesota Wild (US$ 570 mil).

Em um dos eventos supostamente patrocinados em Atlanta, 80 membros da guarda nacional entraram no gramado do Georgia Dome com uma bandeira dos Estados Unidos. Em outro caso, por US$ 49 mil, o Milwaukee Brewers concordou que membros da Guarda Nacional do Exército de Wisconsin cantasse a tradicional música “God Bless America” durante um jogo.

O relatório aponta que o dinheiro foi investido pelo Pentágono e, nas contas federais, o valor era apontado como campanhas de recrutamento. As negociações começaram em 2012 mas, desde então, a NFL proibiu seus times de entrarem nos acordos.

Comentários (2)

  • Zé diz: 5 de novembro de 2015

    O que tu queria que fosse usado esse dinheiro para os políticos viajarem com tudo paga pelos cofres públicos. Lá pelo menos usam para algo relevante.

  • Fernando diz: 6 de novembro de 2015

    A questão é que esses eventos não foram simplesmente apoio, foi dinheiro usado de forma errada. Se os norte americanos estão vendo como algo errado aqui que vamos achar certo?
    Talvez por achar certo esse tipo de coisa que o Brasil é o quê é!
    Mau uso do dinheiro público, assim, como diversas coisas erradas vemos como normal ou não muito relevante.
    Aqui temos o cumulo de ver achar “normal” sonegar impostos, comprar produtos falsíficos.
    Sendo que tínhamos de brigar pela revisão da tabela do imposto de renda, uma menor tributação dos produtos.

Envie seu Comentário