Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Kobe evita comparações com grandes da história: "Tento olhar para o meu legado"

22 de dezembro de 2015 0
Bookmark and Share
Kobe se aposentará ao fim da temporada. Foto: Robyn Beck/AFP

Kobe se aposentará ao fim da temporada. Foto: Robyn Beck/AFP

Kobe Bryant atendeu a imprensa internacional em uma conferência telefônica na noite desta segunda-feira por cerca de meia hora. Satisfeito com a decisão de se aposentar ao final da temporada pelo Los Angeles Lakers, o ala-armador reafirmou que é o momento certo para parar e ressaltou o seu legado para o basquete.

É o momento certo para se aposentar?
Me sinto muito bem. Minha carreira tem sido linda. É um belo momento para parar, com 20 anos de carreira. Não poderia imaginar algo melhor. Foi importante lidar com o sucesso, entender as coisas. Isso eu vou carregar para sempre junto comigo. Estou tendo uma caminhada incrível.

Quais são os cinco melhores times e cinco melhores jogadores que você enfrentou?
Eu cito Spurs, Kings, Celtics, Pistons e Bulls. É mais difícil escolher os jogadores, porque eu atravessei duas ótimas gerações. Oljuwon, Jordan, Durant, LeBron e Clyde Draxler.

Em que posição você se coloca entre os grandes da história?
Somos todos jogadores diferentes. Nunca haverá outro Bird, outro Michael, porque somos pessoas diferentes, com corpos diferentes. Há vários jovens talentos na liga hoje. Tento olhar para o meu legado. Não me comparo com os grandes de todos os tempos. O mais importante é você sentir como as próximas gerações se espelham em você, se você impacta nos jogadores dos próximos anos. Isso é muito mais significativo.

Você cogita jogar fora da NBA nos próximos anos?
Eu adoraria jogar fora dos Estados Unidos por uma temporada, mas isso não vai acontecer. Meu corpo não me permite. Estou bem assim.

Como o Lakers pode se reconstruir sem você?
Fazer decisões inteligentes, fazer escolhas inteligentes. Trocas inteligentes, boas escolhas no draft e construir o time.

Você jogará pela última vez no TD Garden, em Boston, no dia 30. Como se sente?
Sempre foi um dos meus lugares favoritos para jogar. Os fãs conhecem o jogo e há muita história.

Você melhorou o seu aproveitamento de arremessos desde que anunciou a sua aposentadoria. Tem a ver com estar mais relaxado para jogar?
Não tem a ver com o aspecto emocional. O meu corpo não respondeu bem nos últimos três anos e não tive a chance de jogar muito. Agora, estou recuperando ritmo com treino e paciência, acreditando que poderia voltar. Foi o que aconteceu.

Envie seu Comentário