Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Peyton Manning e Cam Newton poderiam estar em lados opostos no Super Bowl 50

01 de fevereiro de 2016 0
Bookmark and Share
Foto: Getty Images/AFP

Foto: Getty Images/AFP

O Super Bowl 50 será disputado, no domingo, entre Denver Broncos e Carolina Panthers. E, por detalhe, os quarterbacks Peyton Manning e Cam Newton não estão em lados opostos na grande decisão da NFL. Quando foram recrutados para a liga, os dois quase pararam no que será o adversário no Levi’s Stadium.

Peyton Manning perto do Carolina Panthers

manningpanthers

Manning era o grande nome do draft de 1998, apesar da concorrência de Ryan Leaf. Por isso, o então jovem quarterback da Universidade do Tennessee despertava o interesse de alguns times — além do Indianapolis Colts, que o draftaria na primeira posição.

Para contar com Peyton Manning, o Carolina Panthers, que tinha apenas três temporadas de existência à época, fez uma grande oferta ao Colts. O quarterback Kerry Collins, que já tinha uma experiência de quatro anos na NFL, e um pacote de escolhas futuras — uma delas era a 14ª escolha daquele mesmo ano.

O time de Indianapolis preferiu manter a escolha e garantir o futuro com Manning. Com a 14ª escolha, o Panthers selecionou o defensive tackle Jason Peter, que não fez muito sucesso. Kerry Collins acabou perdendo a titularidade durante o ano de 1998 para Steve Beuerlein. O time de Charlotte rodou com vários quarterbacks, incluindo Jake Delhomme, até chegar a uma resposta em alto nível com Cam Newton.

Leia mais sobre a NFL

Cam Newton perto do Denver Broncos

newtonbroncos

Provável MVP desta temporada, Cam Newton não era uma unanimidade antes de entrar na NFL. Durante o draft, ainda que o seu expressivo talento chamasse atenção, o risco de apostar em um quarterback corredor era um alerta para o Carolina Panthers, que tinha a primeira escolha de 2011. Como ele era indiscutivelmente o melhor quarterback da classe, acabou selecionado.

Mas a história poderia ter sido diferente. Andrew Luck cogitou deixar Stanford em 2011, mesmo com um ano de elegibilidade no futebol americano universitário. Se ele tivesse ido para o draft, provavelmente o Panthers teria apostado nele. Neste caso, com a segunda escolha do draft, o Denver Broncos teria o caminho aberto para recrutar Newton — à época, Kyle Orton e Tim Tebow disputavam a posição.

Contudo, Andrew Luck decidiu ficar na NCAA por mais um ano. O Panthers selecionou Newton e restou ao Broncos — o que não foi nada mal — escolher o linebacker Von Miller. Luck seria a primeira escolha do ano seguinte, resultando na saída de Manning do Colts e na ida do veterano para o Broncos.

Envie seu Comentário