Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Depois de duas décadas, basquete canadense se consolida na NBA

14 de fevereiro de 2016 0
Bookmark and Share
Vince Carter foi um dos responsáveis por estabilizar a NBA no Canadá. Foto: Divulgação

Vince Carter foi um dos responsáveis por estabilizar a NBA no Canadá. Foto: Divulgação

Foi em 1993 que recomeçou a história da NBA no Canadá. Pouco mais de duas décadas depois, finalmente o Norte se estabilizou no melhor basquete do mundo. A ponto de receber, durante este final de semana, o final de semana das estrelas. Algo que até o canadense Steve Nash disse, recentemente, que não acreditaria há cinco ou dez anos.

Leia mais sobre a NBA

Em novembro daquele ano, a NBA confirmou a expansão para Toronto. A liga não tinha um time canadense desde que o Huskies, que jogou apenas a temporada 1946/1947. Pouco depois, em abril de 1994, também foi aprovada a criação do Vancouver Grizzlies. O esforço para dar certo no Canadá era visível, a ponto de deixar a liga com 29 franquias.

Os dois times passaram a jogar a partir da temporada 1995/1996. Mas Vancouver durou pouco. Depois do locaute na temporada 1998/1999 e da desvalorização do dólar canadense, a franquia se tornou inviável economicamente e acabou movida para Memphis, no Tennessee, em 2001. O Raptors, aos trancos e barrancos, se manteve. Muito pela popularidade de Vince Carter.

Uma das grandes estrelas da NBA no início do Século XXI, Carter jogou no Raptors entre 1998 e 2004. Ele provavelmente foi a diferença entre o sucesso do Raptors e o fracasso do Grizzlies — além, é claro, de Toronto ser um mercado esportivo mais aquecido do que Vancouver. Curiosamente, Carter defende desde 2014 o Grizzlies.

A estabilidade financeira do Raptors permitiu que a NBA pensasse em Toronto como uma cidade no mesmo patamar das americanas que têm franquias. Por isso, passou a organizar com cada vez mais frequência eventos no Canadá — isso incluía jogos em outras cidades e clínicas de basquete. Até que chegou a hora do All-Star Game.

Neste domingo, mais do que celebrar o mais alto nível do basquete, a NBA comemora o sucesso que teve no Canadá. Mais de vinte anos depois.

Envie seu Comentário