Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Como os quarterbacks draftados foram na pré-temporada da NFL

02 de setembro de 2016 2
Bookmark and Share
Prescott foi o grande nome da pré-temporada. Foto: Stephen Dunn/Getty Images/AFP

Prescott foi o grande nome da pré-temporada. Foto: Stephen Dunn/Getty Images/AFP

A pré-temporada da NFL chegou ao fim nesta quinta-feira. Até sábado, os elencos precisam ser reduzidos para 53 jogadores. Nesta análise, estão os 15 quarterbacks selecionados na última edição do draft. A princípio, o único que será titular na semana 1 é Dak Prescott, do Dallas Cowboys, devido a uma lesão de Tony Romo.

As duas primeiras escolhas do draft, Jared Goff e Carson Wentz, iniciam a temporada regular como os terceiros quarterbacks de seus times.

Leia mais sobre a NFL

Jared Goff (1, Los Angeles Rams)
Goff sofreu com a falta de consistência da linha ofensiva e também não conseguiu ser consistente. Os números e, sobretudo, o desempenho são inicialmente preocupantes, mas o camisa 16 tem um longo caminho pela frente. Por enquanto, está atrás de Case Keenum e Sean Mannion no depth chart do Rams.

Carson Wentz (2, Philadelphia Eagles)
Wentz fez um primeiro jogo decente na pré-temporada, mas logo sofreu uma lesão que limitou o seu tempo em campo durante a pré-temporada. Assim, precisará de tempo durante a temporada regular para ganhar ritmo e se desenvolver. Como já era previsto, está atrás de Sam Bradford e Chase Daniel.

Paxton Lynch (26, Denver Broncos)
Lynch surpreendeu positivamente. Com uma boa movimentação e um braço potente, o jogador mostrou que pode ser a resolução a longo prazo para a posição de quarterback do Broncos. Por ainda não estar pronto, a opção da comissão técnica foi por iniciar a temporada com Trevor Siemian. Mark Sanchez ficou em segundo plano na disputa com os jovens.

Christian Hackenberg (51, New York Jets)
Hackenberg demorou a jogar e, quando entrou em campo, mostrou que não está pronto. Contra o Eagles, na quinta-feira, completou apenas 11 de 31 passes para 54 jardas e uma interceptação. A menos que o Jets consiga troca ou se desfaça de Geno Smith ou Bryce Petty, Hackenberg inicia o ano como o quarto quarterback do elenco.

Jacoby Brissett (91, New England Patriots)
Brissett entrou em um sistema eficiente para quarterbacks. Por isso, teve bons números e mostrou alguns flashes interessantes. Ele inicia a temporada como reserva imediato de Jimmy Garoppolo durante a suspensão de Tom Brady, mas cairá para a terceira posição no depth chart quando o futuro integrante do Hall da Fama voltar.

Cody Kessler (93, Cleveland Browns)
A grande preocupação em relação a Kessler era sua falta de potência no braço, mas o camisa 5 mostrou um nível decente nas primeiras aparições. Fica atrás de Robert Griffin III e Josh McCown no elenco de Cleveland, mas pode crescer sob o comando de Hue Jackson.

Connor Cook (100, Oakland Raiders)
Nem espetacular, nem problemático. Cook dá os primeiros passos no caminho de ser um quarterback seguro. Terá tempo, já que o Raiders está confortável com Derek Carr. Matt McGloin é o reserva imediato.

Dak Prescott (135, Dallas Cowboys)
Ajudado pelo elenco forte do Cowboys, Prescott pode ser facilmente considerado o MVP da pré-temporada. Foram três jogos em alto nível antes de ser poupado na semana 4 para iniciar a temporada regular como titular. Apesar de ter sido apenas o oitavo quarterback selecionado, dá indicativos extremamente positivos.

Cardale Jones (139, Buffalo Bills)
Jones tem um porte físico que chama a atenção e um bom nível atlético para o tamanho. Ainda tem problemas em leituras e na movimentação dentro do pocket, mas pode ser um reserva sólido a médio prazo. Por enquanto, fica atrás de Tyrod Taylor e E.J. Manuel no Bills.

Kevin Hogan (162, Kansas City Chiefs)
Hogan teve atuações discretas no pouco tempo em que jogou. Seu primeiro objetivo é ficar no elenco de 53 jogadores, já que o Chiefs tem Alex Smith, Nick Foles, Tyler Bray e Aaron Murray (que deve ser trocado ou cortado). Não seria surpresa se Hogan fosse cortado e adicionado ao practice squad.

Nate Sudfeld (187, Washington Redskins)
Sudfeld ganhou bastante tempo de jogo pelo fato de o Redskins ter apenas três quarterbacks no elenco da pré-temporada. Atrás de Kirk Cousins e Colt McCoy, o calouro aproveitou o tempo extra e fez partidas sólidas.

Jake Rudock (191, Detroit Lions)
O Lions precisa de um bom reserva, porque Dan Orlovski não é. E Jake Rudock parece ter sido uma escolha interessante, apesar da posição baixa no draft. Com bastante tempo em campo contra o Bills, na quinta, conseguiu 14 de 23 passes completos, 171 jardas e três touchdowns. Ainda não em 2016, mas não é de se surpreender que ele seja promovido a reserva imediato de Matthew Stafford em breve.

Brandon Allen (201, Jacksonville Jaguars)
O Jaguars está bem na posição de quarterback. Tem Blake Bortles em crescimento, e Chad Henne como um reserva seguro e experiente com contrato até 2017. Brandon Allen teve atuações boas, mas não espetaculares, na pré-temporada. Será um prospecto interessante para se desenvolver sem pressa na Flórida.

Jeff Driskel (207, San Francisco 49ers)
Driskel chegou a possivelmente o pior elenco da NFL. E isso tem seu preço. Com uma linha ofensiva ineficiente e alvos fracos, o jogador teve números ruins. Pelo menos, terá tempo para se desenvolver com Chip Kelly enquanto Blaine Gabbert e Colin Kaepernick disputam a titularidade.

Brandon Doughty (223, Miami Dolphins)
Desde que encontrou Ryan Tannehill, o Dolphins busca um bom reserva. O primeiro passo, depois de uma pré-temporada discreta, mas sólida, é fazer parte do elenco. Matt Moore é o reserva imediato, então Doughty briga por um lugar no grupo com Zac Dysert, que já é mais experiente. Caso não faça parte dos 53, o novato tem a chance de integrar o practice squad.

Comentários (2)

  • Diego diz: 3 de setembro de 2016

    Oi Wendell, já saiu a lista de transmissões da semana 1? Abs

Envie seu Comentário