Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "New York Yankees"

Yankees reforça o bullpen e troca para ter Aroldis Chapman

29 de dezembro de 2015 0
Bookmark and Share
Foto: MLB/Reprodução

Foto: MLB/Reprodução

O New York Yankees decidiu reforçar o seu bullpen. Nesta segunda-feira, o time anunciou a contratação do arremessador Aroldis Chapman em uma troca junto ao Cincinnati Reds. Os nova-iorquinos enviaram a Ohio no negócio quatro prospectos — entre eles o arremessador Rookie Davis e o terceira base Eric Jagielo.

Chapman se une ao canhoto Andrew Miller e ao destro Dellin Betances no bullpen do maior campeão da MLB — possivelmente o melhor conjunto da liga no setor. O cubano de 27 anos atua nas grandes ligas desde 2010 — esta é sua primeira troca de time no nível máximo do beisebol profissional.

O arremessador tem mais um ano de contrato, avaliado em US$ 8,05 milhões. No entanto, um caso de punição pode ser útil ao Yankees. O jogador é investigado por um caso de violência doméstica e, caso seja suspenso por 46 jogos ou mais, seu vínculo é estendido automaticamente por mais um ano. Chapman tem quatro aparições no All-Star Game (entre 2012 e 2015).

Campeão pan-americano no Rio de Janeiro, em 2007, com a seleção cubana, Aroldis Chapman desertou do seu país durante uma competição na Holanda, em 2009. Ele estabeleceu residência em Andorra e se tornou um agente livre na MLB. Assim, conseguiu assinar, em 2010, um contrato de seis anos com o Reds.

Ainda bem que Alex Rodriguez escolheu jogar beisebol

19 de outubro de 2015 1
Bookmark and Share
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Alex Rodriguez é um dos maiores jogadores de beisebol da história. E teve sorte em escolher o esporte certo, porque no futebol americano o seu talento não parece tão evidente. Em um programa pré-jogo da Fox dos Estados Unidos, o infielder do New York Yankees conseguiu a façanha de quebrar uma TV ao tentar um passe com a bola oval.

Natural do estado de Nova York, A-Rod chegou a jogar futebol americano no ensino médio, na Flórida. Além de ser shortstop no time de beisebol em Westminster Christian School, ele foi quarterback na equipe de futebol americano.

Ele chegou a ser recrutado para jogar como quarterback na Universidade de Miami, mas optou por ir direto para o beisebol profissional ao ser draftado em 1993.

Astros e Cubs vencem wild card e vão para as séries divisionais na MLB

08 de outubro de 2015 0
Bookmark and Share
Cubs passa de fase nos playoffs pela primeira vez desde 2003. Foto: Jared Wickerham/Getty Images/AFP

Cubs passa de fase nos playoffs pela primeira vez desde 2003. Foto: Jared Wickerham/Getty Images/AFP

New York Yankees e Pittsburgh Pirates (outra vez) são as vítimas do jogo único na pós-temporada da MLB. Os vencedores da rodada de wild card, Houston Astros e Chicago Cubs — ambos que tiveram pior campanha em relação aos adversários na temporada regular —, seguem para as séries divisionais que começam nesta quinta-feira com duas partidas da Liga Americana.

Na terça-feira, o Astros foi a Nova York e venceu o Yankees por 3 a 0. Na quarta, foi a vez do Cubs manter vivo o sonho do título — que seria o primeiro desde 1908 — ao derrotar o Pirates na Pensilvânia por 4 a 0 — é o segundo ano consecutivo que o time de Pittsburgh cai na rodada de wild card. O Cubs avançou em uma fase de playoffs pela primeira vez desde 2003, quando havia derrotado o Atlanta Braves na série divisional.

Nesta quinta, começam as duas semifinais da Liga Americana. Às 16h30min, no Canadá, o Toronto Blue Jays recebe o Texas Rangers. Às 20h30min, o Houston Astros volta a campo e visita o Kansas City Royals no Missouri. As séries divisionais da Liga Nacional começam nesta sexta com dois jogos — St. Louis Cardinals x Chicago Cubs às 19h30min e Los Angeles Dodgers x New York Mets às 22h30min.

As séries divisionais ocorrem em melhor de cinco partidas. Os classificados disputarão as finais de liga em melhor de sete — mesmo formato da World Series.

Lenda do Yankees, Yogi Berra morre aos 90 anos

23 de setembro de 2015 0
Bookmark and Share
Yogi Berra em 2000, durante o primeiro arremesso na abertura da temporada do Yankees. Foto: Henry Ray Abrams/AFP

Yogi Berra em 2000, durante o primeiro arremesso na abertura da temporada do Yankees. Foto: Henry Ray Abrams/AFP

O mundo do beisebol está de luto. Lenda do New York Yankees, Yogi Berra morreu nesta terça-feira, aos 90 anos, de causas não reveladas. Natural de Montclair, Nova Jersey, Lawrence Peter Berra nasceu em 1925 e dedicou uma vida ao esporte que o consagrou.

Como jogador, Yogi defendeu o Yankees entre 1946 e 1963. Foram 10 títulos da World Series e 18 aparições no All-Star Game. Em 1951, 1954 e 1955, o catcher foi eleito o jogador mais valioso da Liga Americana. Antes de se aposentar, ainda retornou em 1965 para uma temporada pelo New York Mets.

Yankees e Mets seguiram na vida de Berra como manager. Seu primeiro trabalho foi no Yankees, em 1964 — no ano em que ficou aposentado pela primeira vez. Depois da aposentadoria definitiva, foi manager do Mets entre 1972 e 1975. Seu último trabalho na MLB foi novamente como manager do Yankees entre 1984 e 1985.

O legado de Yogi Berra é eterno para os nova-iorquinos e para a MLB. O jogador tem a camisa 8 aposentada pelo Yankees e está na seleção do Século 20.

Quais são os estádios mais caros e mais baratos da MLB

28 de agosto de 2015 0
Bookmark and Share
Yankee Stadium custou à franquia US$ 2,5 bilhões em valores atuais. Foto: Yankees/Divulgação.

Yankee Stadium custou à franquia US$ 2,5 bilhões em valores atuais. Foto: Yankees/Divulgação.

Nesta quinta-feira, falamos sobre o preço de construção dos estádios da NFL. Desta vez, é hora de falarmos da MLB. E nada supera o New York Yankees quando o assunto é beisebol. O maior campeão da World Series gastou, em valores corrigidos, US$ 2,5 bilhões para a construção do novo Yankee Stadium, inaugurado em 2009.

Assim como no futebol americano, os estádios antigos foram erguidos com preços muito baixos. Por isso, Fenway Park e Wrigley Field estão em preços que hoje são totalmente fora do mercado.

No ranking abaixo, constam apenas os valores da construção inicial, sem a inclusão de reformas posteriores. Os valores foram corrigidos de acordo com o Consumer Price Index, índice utilizado oficialmente pelos Estados Unidos para medir os níveis de inflação e variação do dólar. O Rogers Centre, que tem os valores divulgados em dólares canadenses, teve a atualização da moeda feita antes e, em seguida, a conversão para o dólar americano.

Custo da construção dos 30 estádios da MLB em valores atuais:

1. Yankee Stadium (New York Yankees) – US$ 2,5 bilhões
2. Citi Field (New York Mets) – US$ 1 bilhão
3. Nationals Park (Washington Nationals) – US$ 768,1 milhões
4. Safeco Field (Seattle Mariners) – US$ 741,4 milhões
5. Rogers Centre (Toronto Blue Jays) – US$ 706,5 milhões
6. Marlins Park (Miami Marlins) – US$ 659 milhões
7. Target Field (Minnesota Twins) – US$ 606,2 milhões
8. Citizens Bank Park (Philadelphia Phillies) – US$ 578,6 milhões
9. Petco Park (San Diego Padres) – US$ 568,5 milhões
10. Miller Park (Milwaukee Brewers) – US$ 539,3 milhões
11. Chase Field (Arizona Diamondbacks) – US$ 518 milhões
12. AT&T Park (San Francisco Giants) – US$ 494,7 milhões
13. Coors Field (Colorado Rockies) – US$ 469,7 milhões
14. Busch Stadium (St. Louis Cardinals) – US$ 432 milhões
15. Comerica Park (Detroit Tigers) – US$ 415,7 milhões
16. Kauffman Stadium (Kansas City Royals) – US$ 376,2 milhões
17. Great American Ball Park (Cincinnati Reds) – US$ 376,1 milhões
18. Minute Maid Park (Houston Astros) – US$ 346,4 milhões
19. Turner Field (Atlanta Braves) – US$ 310,7 milhões
20. Globe Life Park in Arlington (Texas Rangers) – US$ 307,5 milhões
21. U.S. Cellular Field (Chicago White Sox) – US$ 292,6 milhões
22. PNC Park (Pittsburgh Pirates) – US$ 291,2 milhões
23. Progressive Field (Cleveland Indians) – US$ 281,8 milhões
24. Tropicana Field (Tampa Bay Rays) – US$ 237,3 milhões
25. O.co Coliseum (Oakland Athletics) – US$ 187,8 milhões
26. Oriole Park at Camden Yards (Baltimore Orioles) – US$ 187,1 milhões
27. Dodger Stadium (Los Angeles Dodgers) – US$ 181,7 milhões
28. Angel Stadium of Anaheim (Los Angeles Angels of Anaheim) – US$ 176,7 milhões
29. Fenway Park (Boston Red Sox) – US$ 15,7 milhões
30. Wrigley Field (Chicago Cubs) – US$ 5,9 milhões

Onde estão os principais nomes do título do New York Yankees em 1996

19 de agosto de 2015 0
Bookmark and Share

yankees96

O New York Yankees começou em 1996 uma dinastia que conquistou quatro títulos de World Series em cinco anos. Foi o mesmo ano completo de Derek Jeter no elenco principal. Na temporada regular, foram 92 vitórias e 70 derrotas. Na pós-temporada, a equipe eliminou Texas Rangers e Baltimore Orioles até bater o Atlanta Braves em seis jogos na decisão.

Dezenove anos depois, o Prime Time relembra onde estão os principais nomes da conquista.

Os nomes da conquista:

Joe Girardi (catcher) — Está em sua oitava temporada como manager do New York Yankees.

Derek Jeter (shortstop) — Aposentou-se em 2014 e criou The Player’s Tribune, uma nova plataforma para os atletas escreverem seus artigos.

Tino Martinez (primeira base) – Chegou a ser treinador dos rebatores do Marlins, mas pediu demissão em 2013 após alegações de comportamento abusivo. Atualmente, trabalha nas ligas menores do Yankees.

Mariano Rivera (arremessador) — Aposentou-se em 2013 e atualmente é pai de atleta: seu filho, Mariano Rivera III, foi draftado pelo Washington Nationals.

Bernie Williams (center fielder) — Depois de se aposentar em 2006, passou a se dedicar à música. Com dois discos gravados, chegou a ser indicado ao Grammy.

Andy Pettitte (arremessador) — Também aposentou-se em 2013 e atualmente tem um filho que joga na Universidade de Rice.

Mariano Duncan (segunda base) — Um dos mais experientes daquele elenco, parou de jogar em 1998. Já foi treinador de primeira base do Dodgers e atualmente é treinador dos rebatedores no farm system do Cubs.

Wade Boggs (terceira base) – Aposentado desde 1999, tem algumas aparições na televisão. Atualmente, faz participações no seriado It’s Always Sunny in Philadelphia.

Paul O’Neill (right fielder) — Ele era o jogador mais bem pago do Yankees na temporada do título e ganhou US$ 5,3 milhões em 1996. Depois de se aposentar em 2001, passou a ser comentarista dos jogos do Yankees na YES Network, função que exerce até hoje.

Como comemorar uma vitória após 16 entradas

12 de agosto de 2015 0
Bookmark and Share

Foto: Jason Miller/Getty Images/AFP

Foto: Jason Miller/Getty Images/AFP

O Cleveland Indians, do brasileiro Yan Gomes, precisou de 16 entradas para bater o New York Yankees por 5 a 4 na noite desta terça-feira. E a maturidade para comemorar uma vitória como essa foi esquecida por um momento — e, cá entre nós, qualquer um de nós poderia agir da mesma forma: o outfielder Michael Brantley conseguiu uma rebatida simples que impulsionou a corrida de Jose Ramirez e definiu a vitória. Para celebrar, foi usada uma moderna arminha de água semiautomática.

O Yankees chegou à quarta derrota consecutiva. Apesar de seguir na liderança da divisão Leste da Liga Americana, com 61 vitórias e 50 derrotas, já vê a aproximação do Toronto Blue Jays. O Cleveland Indians tem apenas 52 vitórias e 59 derrotas. Na lanterna da AL Central, o time está virtualmente eliminado dos playoffs.

Dodgers, Yankees e Nets têm as maiores médias salariais dos esportes americanos

22 de maio de 2015 0
Bookmark and Share
Dodgers tem a maior média salarial dos esportes americanos. Foto: Stephen Dunn/Getty Images/AFP

Dodgers tem a maior média salarial dos esportes americanos. Foto: Stephen Dunn/Getty Images/AFP

A NBA é a liga americana de melhor média salarial entre os esportes americanos. Os jogadores de basquete da maior competição do esporte no mundo recebem, em média, US$ 4,6 milhões por ano. Na sequência, vem a MLB — que não tem teto salarial —, com US$ 4,2 milhões por ano. O levantamento foi feito pela ESPN americana.

O Los Angeles Dodgers é a franquia dos Estados Unidos que melhor paga seus jogadores — US$ 8 milhões por ano por atleta. O time da Califórnia é seguido por New York Yankees, Brooklyn Nets e Detroit Tigers.

A NHL, a mais pobre das grandes ligas em valores gerais, tem no New York Rangers o maior pagador — US$ 3,3 milhões anuais por atleta —, seguido por Pittsburgh Penguins, Chicago Blackhawks e Los Angeles Kings.

Com um teto salarial muito restritivo e grandes elencos, a NFL aparece embaixo na lista. A maior média é do Miami Dolphins (US$ 2,3 milhões), seguido por Detroit Lions, Cincinnati Bengals e Green Bay Packers.

10 franquias americanas com maiores médias salariais por ano:

1. Los Angeles Dodgers (MLB) – US$ 8 milhões
2. New York Yankees (MLB) – US$ 7,3 milhões
3. Brooklyn Nets (NBA) – US$ 6,2 milhões
4. Detroit Tigers (MLB) – US$ 6,2 milhões
5. San Francisco Giants (MLB) – US$ 6,2 milhões
6. New York Knicks (NBA) – US$ 5,9 milhões
7. Washington Nationals (MLB) – US$ 5,7 milhões
8. Boston Red Sox (MLB) – US$ 5,7 milhões
9. Los Angeles Clippers (NBA) – US$ 5,3 milhões
10. Sacramento Kings (NBA) – US$ 5,1 milhões

Torcedor do Orioles se recusa a ver Alex Rodriguez no bastão

14 de abril de 2015 0
Bookmark and Share

A temporada de suspensão de Alex Rodriguez por conta de um caso de doping deixou uma marca em sua imagem na MLB. Principalmente sobre os fãs dos times rivais. O New York Yankees viajou para uma sequência de 10 jogos fora de casa e, na segunda-feira, enfrentou o Baltimore Orioles em Maryland.

E a cada vez que A-Rod se encaminhava para o bastão, um torcedor se virava de costas para o campo. Além disso, as vaias eram muito fortes em cada aparição do jogador — mas ele sempre foi um jogador vaiado por rivais.

Apesar do protesto do torcedor do Orioles, o Yankees venceu por 6 a 5. A-Rod foi ao bastão quatro vezes, com um aproveitamento de 25%.

Recuperado de lesão, Tanaka será o ace do Yankees em 2015

28 de março de 2015 0
Bookmark and Share
Tanaka teve bom desempenho enquanto esteve saudável em 2014. Foto: MLB/Divulgação

Tanaka teve bom desempenho enquanto esteve saudável em 2014. Foto: MLB/Divulgação

A lesão que atrapalhou a parte final da primeira temporada de Masahiro Tanaka no New York Yankees não é mais problema para o japonês. Recuperado da contusão no cotovelo, Tanaka será o arremessador principal do time em 2015 — e, por isso, será titular na abertura da temporada contra o Toronto Blue Jays, no Opening Day, em 6 de abril.

C.C. Sabathia, que foi o ace do Yankees nas últimas seis temporadas, se tornou apenas o terceiro na rotação da franquia — atrás ainda de Michael Pineda. Nathan Eovaldi será o quarto, e o quinto ainda não foi definido pelo manager Joe Girardi.

O New York Yankees vive um momento crítico e ficou fora dos playoffs por dois anos seguidos pela primeira vez desde o início da década de 1990. O último título da World Series foi conquistado em 2009.