Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "New York Yankees"

Dodgers, Yankees e Nets têm as maiores médias salariais dos esportes americanos

22 de maio de 2015 0
Bookmark and Share
Dodgers tem a maior média salarial dos esportes americanos. Foto: Stephen Dunn/Getty Images/AFP

Dodgers tem a maior média salarial dos esportes americanos. Foto: Stephen Dunn/Getty Images/AFP

A NBA é a liga americana de melhor média salarial entre os esportes americanos. Os jogadores de basquete da maior competição do esporte no mundo recebem, em média, US$ 4,6 milhões por ano. Na sequência, vem a MLB — que não tem teto salarial —, com US$ 4,2 milhões por ano. O levantamento foi feito pela ESPN americana.

O Los Angeles Dodgers é a franquia dos Estados Unidos que melhor paga seus jogadores — US$ 8 milhões por ano por atleta. O time da Califórnia é seguido por New York Yankees, Brooklyn Nets e Detroit Tigers.

A NHL, a mais pobre das grandes ligas em valores gerais, tem no New York Rangers o maior pagador — US$ 3,3 milhões anuais por atleta —, seguido por Pittsburgh Penguins, Chicago Blackhawks e Los Angeles Kings.

Com um teto salarial muito restritivo e grandes elencos, a NFL aparece embaixo na lista. A maior média é do Miami Dolphins (US$ 2,3 milhões), seguido por Detroit Lions, Cincinnati Bengals e Green Bay Packers.

10 franquias americanas com maiores médias salariais por ano:

1. Los Angeles Dodgers (MLB) – US$ 8 milhões
2. New York Yankees (MLB) – US$ 7,3 milhões
3. Brooklyn Nets (NBA) – US$ 6,2 milhões
4. Detroit Tigers (MLB) – US$ 6,2 milhões
5. San Francisco Giants (MLB) – US$ 6,2 milhões
6. New York Knicks (NBA) – US$ 5,9 milhões
7. Washington Nationals (MLB) – US$ 5,7 milhões
8. Boston Red Sox (MLB) – US$ 5,7 milhões
9. Los Angeles Clippers (NBA) – US$ 5,3 milhões
10. Sacramento Kings (NBA) – US$ 5,1 milhões

Torcedor do Orioles se recusa a ver Alex Rodriguez no bastão

14 de abril de 2015 0
Bookmark and Share

A temporada de suspensão de Alex Rodriguez por conta de um caso de doping deixou uma marca em sua imagem na MLB. Principalmente sobre os fãs dos times rivais. O New York Yankees viajou para uma sequência de 10 jogos fora de casa e, na segunda-feira, enfrentou o Baltimore Orioles em Maryland.

E a cada vez que A-Rod se encaminhava para o bastão, um torcedor se virava de costas para o campo. Além disso, as vaias eram muito fortes em cada aparição do jogador — mas ele sempre foi um jogador vaiado por rivais.

Apesar do protesto do torcedor do Orioles, o Yankees venceu por 6 a 5. A-Rod foi ao bastão quatro vezes, com um aproveitamento de 25%.

Recuperado de lesão, Tanaka será o ace do Yankees em 2015

28 de março de 2015 0
Bookmark and Share
Tanaka teve bom desempenho enquanto esteve saudável em 2014. Foto: MLB/Divulgação

Tanaka teve bom desempenho enquanto esteve saudável em 2014. Foto: MLB/Divulgação

A lesão que atrapalhou a parte final da primeira temporada de Masahiro Tanaka no New York Yankees não é mais problema para o japonês. Recuperado da contusão no cotovelo, Tanaka será o arremessador principal do time em 2015 — e, por isso, será titular na abertura da temporada contra o Toronto Blue Jays, no Opening Day, em 6 de abril.

C.C. Sabathia, que foi o ace do Yankees nas últimas seis temporadas, se tornou apenas o terceiro na rotação da franquia — atrás ainda de Michael Pineda. Nathan Eovaldi será o quarto, e o quinto ainda não foi definido pelo manager Joe Girardi.

O New York Yankees vive um momento crítico e ficou fora dos playoffs por dois anos seguidos pela primeira vez desde o início da década de 1990. O último título da World Series foi conquistado em 2009.

Jogador do Yankees é hospitalizado após se chocar contra cerca

23 de março de 2015 0
Bookmark and Share
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Jose Pirela mostrou que faria de tudo para conseguir uma vaga no elenco do New York Yankees. Mas a estratégia pode não ter dado muito certo, porque o outfielder literalmente bateu com a cara na parede e teve que ser hospitalizado neste domingo, depois da partida contra o New York Mets.

Pirela tentou salvar uma rebatida de Juan Lagares, mas se chocou contra a cerca do ballpark. A batida foi tão forte que o jogador teve uma concussão. De quebra, Lagares conseguiu um inside-the-park home run.

Joe Girardi, manager do Yankees, já havia dito que eram pequenas as chances de Pirela seguir nas grandes ligas — e elas se tornam ainda menores com o encurtamento no espaço da participação do jogador no Spring Training. Na partida deste domingo, o Mets venceu o Yankees por 6 a 0.

Como o Yankee Stadium ficou para receber um jogo de futebol

16 de março de 2015 0
Bookmark and Share

Neste domingo, o Yankee Stadium recebeu pela primeira vez um jogo oficial do New York City FC pela MLS. O time, que é uma sociedade entre o New York Yankees e o Manchester City, venceu o New England Revolution por 2 a 0, com gols de David Villa e Patrick Mullins, e chegou a quatro pontos em dois jogos.

O Yankee Stadium receberá jogos do New York City FC pelas próximas duas temporadas, até que a equipe de futebol tenha sua própria casa na Big Apple. Na primeira partida, o público foi de 43.507 torcedores – mais que a média de público do Yankees na temporada passada na MLB, que foi de 42.420 pessoas.

Veja como o estádio de beisebol ficou para receber o futebol:

Foto: Elsa/Getty Images/AFP

Fotos: Elsa/Getty Images/AFP

New England Revolution v New York City FC New England Revolution v New York City FC New England Revolution v New York City FC

Jogadores do Yankees reclamam de jogos do New York City FC no estádio de beisebol

12 de março de 2015 0
Bookmark and Share
Yankee Stadium receberá jogos da MLS por dois. Foto: Yankees/Divulgação.

Yankee Stadium receberá jogos da MLS por dois anos. Foto: Yankees/Divulgação.

O New York City FC entrou na MLS nesta temporada. Enquanto o estádio próprio não fica pronto, o time jogará no Yankee Stadium — já que o New York Yankees é sócio no clube de futebol. Mas os jogadores do Yankees não ficaram muito felizes com a utilização do estádio.

— Isso será definitivamente causar um problema, mas não é algo que possamos controlar, então não podemos nos preocupar. É horrível para o campo. A grama, sujeira, tudo isso fica desarrumado — disse o primeira base Mark Teixeira.

Brendan Ryan é tido como o maior fã de futebol no elenco do Yankees. Mas mesmo ele se mostrou preocupado com os prejuízos causados ao gramado, com possíveis desníveis. O outfielder Brett Gardner afirmou que as partidas de futebol podem prejudicar o crescimento da nova grama, plantada normalmente durante a intertemporada do beisebol.

O New York City FC jogará no Yankee Stadium nas próximas duas temporadas, enquanto o seu novo estádio é erguido. Em um caso nesta temporada, o estádio terá que ser convertido de um esporte para o outro em menos de três dias.

Letras do antigo Yankee Stadium serão leiloadas

10 de março de 2015 0
Bookmark and Share
Foto: Yankees/Divulgação

Antigo estádio foi desativado ao fim da temporada 2008. Foto: Yankees/Divulgação

Se você quer um pedaço do antigo Yankee Stadium, agora tem uma boa oportunidade de conseguir — se você for rico, pelo menos. As letras da inscrição YANKEE STADIUM na velha casa do New York Yankees serão leiloadas até abril pelo dono Reggie Jackson, integrante do Hall da Fama.

De acordo com informações da agência AP, o ex-jogador pretende arrecadar entre US$ 300 mil e US$ 600 mil com as vendas. São 13 pedaços — as 13 letras que formam o Yankee Stadium — de três metros de altura. A estrutura é feita de alumínio com a pintura em azul.

A placa com o nome foi colocada no antigo estádio na reforma de 1976 e perdurou até o seu fechamento, em 2008. A demolição do palco terminou em 2010. O novo Yankee Stadium, que recebeu o mesmo nome da casa anterior da franquia, foi inaugurado em abril de 2009.

Ídolo de geração vencedora, Andy Pettitte terá o número aposentado pelo Yankees

16 de fevereiro de 2015 0
Bookmark and Share
Pettitte terá o número 46 retirado pela franquia. Foto: MLB/Divulgação

Pettitte terá o número 46 retirado pela franquia. Foto: MLB/Divulgação

Um dos grandes nomes da geração supercampeã do New York Knicks entre as décadas de 1990 e 2000, o arremessador Andy Pettitte será homenageado oficialmente pela franquia com mais títulos na MLB. No dia 23 de agosto — que passa a ser o Pettitte Day —, ele terá o número 46 aposentado.

Pettitte teve três passagens pelo Yankees (1995-2003; 2007-2010; e 2012-2013). O único outro time que defendeu foi o Houston Astros, entre 2004 e 2006. O arremessador chegou a se aposentar ao fim da temporada 2010, mas voltou um ano depois para jogar mais duas temporadas em Nova York.

O pitcher teve três aparições no All-Star Game (1996, 2001 e 2010) e conquistou cinco títulos da World Series.

Os grandes momentos de Andy Pettitte:

Imagens: YouTube

Números já aposentados pelo Yankees:

1 – Billy Martin
3 – Babe Ruth
4 – Lou Gehrig
5 – Joe DiMaggio
6 – Joe Torre
7 – Mickey Mantle
8 – Yogi Berra and Billy Dickey
9 – Roger Maris
10 – Phil Rizzuto
15 – Thurman Munson
16 – Whitey Ford
23 – Don Mattingly
32 – Elston Howard
37 – Casey Stengel
42 – Mariano Rivera (and Jackie Robinson)
44 – Reggie Jackson
49 – Ron Guidry

Arremessador escolhido em primeira rodada pelo Yankees é hospitalizado após agressão

09 de janeiro de 2015 0
Bookmark and Share
Hensley, de 21 anos, joga no nível Short-Season A. Foto: Yankees/Divulgação

Hensley, de 21 anos, joga no nível Short-Season A. Foto: Yankees/Divulgação

O arremessador Ty Hensley, recrutado pelo New York Yankees na primeira rodada do draft da MLB em 2012, foi hospitalizado após agressões sofridas durante o período de festas de final de ano. O jogador já foi liberado e se recupera em casa.

As circunstâncias da agressão não foram reveladas no comunicado oficial divulgado pelos advogados do atleta. Ele teve “significativas lesões faciais”, incluindo múltiplas fraturas na mandíbula. O incidente ocorreu em uma casa no subúrbio de Oklahoma City.

Segundo os representantes de Hensley, de 21 anos, será apresentada queixa — mas não há registros disso até o momento.

Ty Hensley foi a 30ª escolha do draft de 2012. Depois de perder a temporada 2013 com uma lesão na costela e uma cirurgia de hérnia, o destro teve um ERA de 2,93 e 40 strikeouts com 30 entradas e 2/3 em 2014 pelo Staten Island Yankees, filial do nível Short-Season A.

Pela primeira vez, Yankees é superado em multa por excesso na folha salarial

21 de dezembro de 2014 0
Bookmark and Share
Maior folha da MLB, Dodgers foi eliminado na rodada divisional pelo St. Louis Cardinals. Foto: Saeed Khan/AFP

Maior folha da MLB, Dodgers foi eliminado na rodada divisional pelo St. Louis Cardinals. Foto: Saeed Khan/AFP

A MLB instituiu uma taxa para excesso na folha salarial em 2003. Desde então, o New York Yankees sempre dominou a lista e pagava os maiores valores. Depois da temporada 2014, pela primeira vez, o maior pagador não é o time nova-iorquino, e sim o Los Angeles Dodgers.

A franquia californiana terminou a temporada com uma folha salarial de 257.283.410, um recorde histórico na MLB — mais de US$ 20 milhões acima da marca anterior, que era do Yankees. Com isso, o Dodgers pagará uma multa — a chamada luxury tax — de US$ 26,6 milhões.

O Yankees, que ficou fora dos playoffs, conseguiu reduzir sua folha salarial em relação a 2013 e pagou uma taxa de US$ 18,3 milhões por excesso salarial.