Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de outubro 2008

Led Zeppelin "Stairway to Heaven"

31 de outubro de 2008 0

Postado por Cláudio Prisco

Remanejamento no colegiado

31 de outubro de 2008 0

A intenção do governador é destinar a Secretaria da Coordenação e Articulação a Valter Galina, que sucederia Ivo Carminatti, já eleito pelo Conselho de Administração da SC Parcerias para pilotar a empresa.

Há seis anos que Valter Galina respondia pela Secretaria Regional da Grande Florianópolis, já reservada ao vereador da Capital Gean Loureiro (PMDB). Galina e Loureiro são pré-candidatos do PMDB à Assembléia, em 2010.

Postado por Cláudio Prisco

Australian Crawl - 1981 "Boys light Up"

31 de outubro de 2008 0

Postado por Cláudio Prisco

Contraste regional

31 de outubro de 2008 0

Causou mal estar entre deputados federais e senadores a inexpressiva presença de prefeitos na reunião de ontem do Fórum Parlamentar Catarinense, em Florianópolis. Em compensação, mais de 40 (entre atuais e eleitos) compareceram ao encontro de Criciúma, numa representatividade invejável.

No Sul do Estado, foi possível constatar o indiscutível reconhecimento das lideranças suprapartidárias aos investimentos do governo Lula na região.

Postado por Cláudio Prisco

Revés eleitoral

31 de outubro de 2008 1

O deputado federal Nelson Goetten de Lima está comemorando a eleição, em segundo turno, dos vice-prefeitos de Joinville e Florianópolis, que pertencem ao PR.

O parlamentar só esqueceu-se que seus dois irmãos, que concorreram em Rio do Sul e Taió, foram derrotados.

Postado por Cláudio Prisco

Articulação judicial

31 de outubro de 2008 0

Como a decisão no TRE foi por unanimidade, os advogados de Luiz Henrique e Leonel Pavan vão querer se utilizar deste julgamento de quarta-feira à noite para tentar influenciar ministros do TSE, onde tramitam outros dois processos pedindo a cassação do mandato do governador e do vice, por abuso do poder econômico e utilização da máquina pública na campanha de 2006.

Neste intervalo prolongado no Tribunal Superior Eleitoral, as informações que chegam são de os juristas Fernando Neves e Eduardo Alckmin (coincidentemente ex-ministro do TSE) já teriam montado uma forte estratégia para livrar LHS e Pavan da ofensiva oposicionista.

Postado por Cláudio Prisco

Olhos nos olhos

31 de outubro de 2008 0

Em foto não há como fazer leitura labial, mas na conversa de quarta-feira, em São Paulo, na abertura do Salão do Automóvel, Luiz Henrique parece estar contestando um argumento de Lula da Silva sobre alguma questão eleitoral de Santa Catarina.

Poderia ter relação com o pleito de Joinville, onde LHS estaria observando ao presidente que fez jogo de cena no segundo turno para preservar a tríplice aliança no Estado, mas que não moveu uma palha para prejudicar o deputado federal Carlito Merss (PT) no confronto final com o deputado estadual Darci de Matos (DEM). Basta constar que a vantagem do petista sobre o liberal foi de 22%.

Enquanto Lula convidou Luiz Henrique para a reunião dos governadores no Planalto, em novembro, LHS arrancou a confirmação presidencial para o congresso mundial de turismo, se efetivamente for realizado em Florianópolis.

Postado por Cláudio Prisco

Polêmica peemedebista

31 de outubro de 2008 0

“Ao deixar o governo, o governador Luiz Henrique vai ter que dar explicações a seu partido”. A declaração é do presidente estadual do PMDB, Eduardo Moreira, ao participar do programa “Palavras Cruzadas”, da TV-COM.

A observação foi feita diante do próprio vice-governador Leonel Pavan (PSDB), que seria o beneficiado direto com a renúncia de LHS, em março de 2010.

Moreira e Pavan são pré-candidatos na próxima sucessão.

Postado por Cláudio Prisco

Primeira mudança no secretariado

30 de outubro de 2008 0

Luiz Henrique da Silveira já acertou com os prefeitos reeleitos de Florianópolis, Dário Berger, e de Palhoça, Ronério Heiderscheidt, além do eleito em São José, Djalma Berger, o nome do novo secretário Regional da Grande Florianópolis.
O trio fechou com o nome do vereador mais votado da Capital, Gean Loureiro (PMDB), que vai substituir Valter Galina. O martelo já foi batido por LHS, para desespero do líder do PSDB na Assembléia, Marcos Vieira, arquiinimigo de Loureiro.

Para quem não sabe, Gean Loureiro só desembarcou do PSDB e buscou abrigo no PMDB, quando Dário Berger também trocou de endereço partidário, em princípio de outubro de 2007, porque temia não ter seu nome homologado na convenção dos tucanos em Florianópolis. É que o partido na Capital é comandado pelo desafeto Marcos Vieira.

Como a eleição acabou e o PSDB florianopolitano não respaldou formalmente o projeto de reeleição do prefeito, Dário decidiu que Loureiro será candidato a deputado estadual em cima do líder tucano.

Postado por Cláudio Prisco

Democratizando

30 de outubro de 2008 0

Numa iniciativa da senadora Ideli Salvatti, Florianópolis e Criciúma vão sediar hoje o seminário regional promovido pelo Fórum Parlamentar Catarinense em todo o Estado, com o objetivo de debater com prefeitos, vereadores, associações comerciais e industriais, e representantes da sociedade civil as propostas para elaboração das emendas de bancada ao Orçamento para 2009. Enquanto que na Capital o encontro será no início da manhã, no Sul no meio da tarde.

Coordenadora do Fórum, Ideli já confirmou um seminário amanhã em Lages e na segunda-feira em Chapecó, fechando o ciclo, iniciado em Joinville e Blumenau. No dia 5, senadores e deputados reúnem-se em Brasília para bater o martelo nas reivindicações do Estado.

Postado por Cláudio Prisco

Família Berger

30 de outubro de 2008 0

O deputado federal Djalma Berger (PSB) ocupou ontem a tribuna da Câmara para enaltecer a reeleição do prefeito Dário Berger (PSDB) em Florianópolis.

Djalma não fez nenhuma referência a sua eleição em São José!

Postado por Cláudio Prisco

Alento acadêmico

30 de outubro de 2008 0

Secretário de Articulação Internacional, Vinicius Lummertz conversou com os presidentes da Assembléia, Júlio Garcia, e do Tribunal de Justiça, Francisco Oliveira, que se colocaram como parceiros na implementação da Escola de Administração Pública de Santa Catarina (ENA-SC), a ser concebida pelo convênio que será assinado pelo governador, em Paris, no próximo dia 13.

A ENA é a mais renomada escola de administração pública do mundo e é sempre lembrada por sua reluzente safra de ex-alunos, com destaque para Jacques Chirac (ex-presidente francês), Helmut Kohl (ex-premiê alemão) e Seégoléne Royal, candidata derrotada na última eleição presidencial francesa.

Postado por Cláudio Prisco

Delegação catarinense

30 de outubro de 2008 0

Os prefeitos de Rio do Sul e Blumenau, Milton Hobus e João Paulo Kleinubing, ambos do DEM, integram comitiva formada por 18 prefeitos de todo o Brasil que farão uma viagem para a Alemanha, entre 9 e 15 de novembro. O senador Raimundo Colombo também confirmou presença, além do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

O grupo pretende conhecer práticas aplicadas em gestão política, reforma administrativa, mobilidade urbana e práticas de gestão de meio ambiente em cidades como Stuttgart, Augsburg e Ludwigsburg, região sul do país.

Ontem pela manhã, Milton Hobus foi recebido pelo governador, no Centro Administrativo. Luiz Henrique ficou de consultar sua agenda para ver da possibilidade de fazer uma escala na Alemanha, quando de sua viagem a Inglaterra e França.

Postado por Cláudio Prisco

Composição providencial

30 de outubro de 2008 1

Nas conjecturas de Santa Catarina, dois seriam os encaminhamentos palatáveis: a tríplice aliança completa ou apenas PSDB e DEM, com o PMDB correndo na companhia de outras siglas de menor porte, como o PPS ou o PDT.

Reeditada a coligação de 2006, Leonel Pavan poderia ter Raimundo Colombo de vice, com o liberal repetindo o gesto do tucano, ao trocar o Senado pela presença na chapa ao governo. Até porque no DEM tem dois nomes em condições de serem recrutados: os prefeitos reeleitos de Blumenau (João Paulo Kleinubing) e de Chapecó (João Rodrigues).

Ao PMDB seriam reservadas as duas vagas ao Senado, com Luiz Henrique e Eduardo Moreira. Se Pavan e Colombo forem eleitos e se o maior partido do Estado eleger os dois senadores (assim como ocorreu em 1986 com Dirceu Carneiro e Nelson Wedekin), Casildo Maldaner também retornaria ao Senado, formando uma trinca tipicamente peemedebista.

Postado por Cláudio Prisco

Ventos sopram na direção de Pavan

30 de outubro de 2008 0

O vice-governador Leonel Pavan (PSDB) embarca amanhã para um roteiro pela Europa convencido de que sua situação eleitoral ganha contornos cada vez mais favoráveis para 2010. O seu raciocínio está alicerçado não apenas o panorama político de Santa Catarina, mas também o contexto nacional, a partir da reeleição do prefeito paulistano, Gilberto Kassab (DEM), que ao agradecer a recondução ao cargo que comanda o terceiro maior orçamento da República, creditou a vitória a dois grandes conselheiros: o tucano José Serra e o liberal Jorge Bornhausen.

No Estado, a posição de Pavan é privilegiada não apenas porque estará no exercício do governo com a renúncia de Luiz Henrique, mas também porque com ele a fila anda e mais rápido, considerando o pleito sucessório de 2014. Se o candidato da tríplice aliança vier a ser Eduardo Moreira (PMDB) ou Raimundo Colombo (DEM), tanto um quanto o outro poderá tentar a reeleição. No caso de Leonel Pavan, a sucessão estadual se esgota em 2010, já que assumirá no atual mandato, cujo titular é LHS.

No plano federal, Pavan também leva vantagem. A radiografia nacional das urnas abriu um boqueirão para o governador de São Paulo. A articulação de Serra e Bornhausen é no sentido de eleger o liberal Guilherme Afif Domingos para o governo paulista, reservando as vagas do Senado para o peemedebista Orestes Quércia e o tucano Geraldo Alckmin.

Como noiva mais cobiçada do pedaço, o PMDB vai valorizar o passe na disputa entre o PT de Lula da Silva e o PSDB de José Serra. Como nunca deixou de ser uma grande frente (desde os tempos do velho MDB), o partido até pode buscar abrigo no muro, não indicando o vice nem de Serra nem de Dilma Rousseff. Assim, não racha a sigla e facilita a vida da legenda nos Estados, para composições as mais variadas, tendo em vista o critério da verticalização.

Postado por Cláudio Prisco