Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O terceiro título estadual do Caxias

06 de setembro de 2011 5

Em pé: Juca, Puccini, Ivo Meyer, Arno Hoppe, Hélio e Joel; agachados: Filo, Boca, Cleuson, Didi e Carioca.

Os anos 50 foram de glória para o Caxias Futebol Clube. Com a reestruturação feita pela diretoria, principalmente no elenco, o alvinegro joinvilense conquistou dois títulos estaduais seguidos, quebrando um jejum que vinha desde 1929, quando foi campeão pela primeira vez. O segundo deles foi no dia 6 de setembro de 1955, quando bateu o Palmeiras de Blumenau, no jogo desempate, por 2 a 0.
Os dois primeiros confrontos entre as duas equipes, em Joinville e Blumenau, respectivamente, terminaram empatados em 2 a 2. O título foi conquistado em um campo neutro, em Florianópolis. Assim como no Citadino, o Caxias levou o título de forma invicta e teve ainda Didi como artilheiro, com seis gols.
A final:
Caxias 2 x 0 Palmeiras
Data: 6/9/1955
Local: Florianópolis
Caxias:
Puccini; Juca e Ivo; Joel, Hélio e Hope; Filó, Boca, Didi, Cleuson e Carioca.
Palmeiras:
Juca; De Lucas e Lazildo; Zé Gaúcho, Gordinho e Lupércio; Michel, Lazinho, Yeger, Martins e Telmo.

Comentários (5)

  • Paulo Sérgio Meyer diz: 6 de setembro de 2011

    Sendo filho de Ivo Meyer é uma satisfação muito grande ver o que ele representou para o futebol do Caxias e de Joinville. Quando servi o Exército em Joinville no 62º BI tive o prazer de encontrar váras pessoas que lembravam da passagem de meu falecido pai pela cidade, sempre lembrado de forma admirável pelas pessoas.

  • Norberto Gottschalk diz: 6 de setembro de 2011

    Parabéns pela materia .
    Sempre é bom relembrar os grandes feitos do passado .
    Poucos sabem mas esse time foi Bi campeao INVICTO de Santa Catarina, um feito inédito e jamais alcançado até os dias de hoje .

  • Marvado diz: 7 de setembro de 2011

    O Caxias já foi um timaço. Hoje em dia comemora até empate com o Joaçaba.

  • Jeferson Nascimento diz: 7 de setembro de 2011

    Ivo Meyer,segundo relatos de seus contemporâneos,foi um dos maiores “center-half” do futebol catarinense do século passado.Já Vilmar Puccini,deveria ter uma estátua erigida em praça pública,tamanha importância que ele teve na história do Caxias Futebol Clube e,consequentemente,no futebol de Joinville.

  • Douglas Caxiense diz: 7 de setembro de 2011

    Quem sabe, a nova geração formada por Giso, Lourival e Cia não ajude a enriquecer, ainda mais, a galeria de trófeus alvinegra com uma quarta taça em 2012? Força Gualicho, você tem condições de sair dessa e voltar a orgulhar o futebol joinvilense e de SC!

Envie seu Comentário