Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A grande exibição brasileira na história da Copa das Confederações

13 de junho de 2013 0

Foto: Fifa

Um dos grandes jogos da história recente do Brasil foi em 2005, na final da Copa das Confederações. A Seleção Brasileira massacrou a Argentina por 4 a 1, em grande atuação de Adriano, que marcou duas vezes.
Só que para chegar até lá, o caminho não foi fácil. O time brasileiro, comandado por Carlos Alberto Parreira, quase não passou da primeira fase, terminando em segundo lugar atrás apenas do México (sim, foi contra eles a única derrota na competição daquele ano).
Antes de chegar na final, o Brasil fez um jogaço contra a Alemanha, vencendo por 3 a 2, também com dois gols de Adriano. A Argentina, por sua vez, chegou na decisão ao vencer o México nos pênaltis, depois do empate por 1 a 1 no tempo normal.

Os jogos

Grupo A
Alemanha – 7
Argentina – 7
Tunísia – 3
Austrália – 0

Argentina 2 x 1 Tunísia
Alemanha 4 x 3 Austrália
Tunísia 0 x 3 Alemanha
Austrália 2 x 4 Argentina
Austrália 0 x 2 Tunísia
Argentina 2 x 2 Alemanha

Grupo B
México – 7
Brasil – 4
Japão – 4
Grécia – 1

Japão 1 x 2 México
Brasil 3 x 0 Grécia
Grécia 0 x 1 Japão
México 1 x 0 Brasil
Grécia 0 x 0 México
Japão 2 x 2 Brasil

Semifinal
Alemanha 2 x 3 Brasil
México 1 (5) x (6) 1 Argentina

Terceiro lugar
Alemanha 4 x 3 México

A final
Brasil 4 x 1 Argentina
Data:
29/6/2005
Local: Waldstadion, Frankfurt (Alemanha)
Público: 45.591 pessoas
Árbitro: Lubos Michel (ELV)
Cartões amarelos: Ronaldinho Gaúcho (B); Coloccini, Cambiasso, Sorín e Aimar (A)
Gols: Adriano (2), Kaká e Ronaldinho Gaúcho (B); Aimar (A)
Brasil:
Dida; Cicinho (Maicon), Lúcio, Roque Júnior e Gilberto; Émerson, Zé Roberto, Kaká (Renato) e Ronaldinho Gaúcho; Robinho (Juninho Pernambucano) e Adriano.
Técnico: Carlos Alberto Parreira.
Argentina:
Germán Lux; Zanetti, Coloccini, Heinze e Placente; Cambiasso (Aimar), Riquelme, Bernardi e Sorín; Delgado (Galetti) e Figueroa (Tévez).
Técnico: José Pekerman

Veja a campanha brasileira na competição

Envie seu Comentário