Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Jogos Históricos: Bahia campeão brasileiro de 1988

19 de fevereiro de 2014 0
Em pé: João Marcelo, Ronaldo, Paulo Rodrigues, Tarantini, Paulo Robson e Claudir; agachados: Marquinhos, Bobô, Charles, Zé Carlos e Gil

Em pé: João Marcelo, Ronaldo, Paulo Rodrigues, Tarantini, Paulo Robson e Claudir; agachados: Marquinhos, Bobô, Charles, Zé Carlos e Gil

Há exatos 25 anos, um time baiano conquistava o Brasil. Com um empate sem gols em pleno Beira-rio, o Bahia conquistou o título do Campeonato Brasileiro de 1988, que só terminou em fevereiro de 1989.

No primeiro jogo, disputado na Fonte Nova, a equipe comandada por Evaristo de Macedo e que tinha Bobô como grande referência venceu por 2 a 1 e foi para Porto Alegre precisando de um empate contra o Internacional para confirmar o primeiro título. E foi o que aconteceu.

Mas para chegar até a final, o caminho do Bahia não foi nada fácil. Em mais uma daquelas fórmulas malucas que só o futebol brasileiro pode produzir. Vamos ao regulamento: 24 times divididos em dois grupos (o Bahia estava no B) e no turno os integrantes de uma chave enfrentam o da outra e os dois melhores de cada se garantiram na segunda fase.

No returno, os confrontos eram dentro do grupo e novamente os dois melhores passavam. Como o Vasco ficou em primeiro nos dois turnos, o Bahia, que teve a maior soma de pontos, ficou com a última vaga.

No mata-mata, a equipe baiana passou por Sport e Fluminense antes de chegar na decisão. Em 29 partidas, venceu 13, empatou 11 e perdeu cinco, com 33 gols marcados e 23 sofridos. O artilheiro foi Nilson, do Inter, com 15 gols marcados.

Ficha técnica
Internacional 0 x 0 Bahia
Data: 19/2/1989
Local: Beira Rio, Porto Alegre (RS)
Público: 79.598 pessoas
Juiz: Dulcídio Wanderley Boschilia (SP)
Cartões Amarelos: Norberto (I), João Marcelo e Gil (B)
Internacional:
Taffarel; Luís Carlos Winck, Norton, Aguirregaray e Casemiro; Norberto, Luís Fernando e Luís Carlos Martins; Maurício (Heider), Nílson e Edu Lima (Diego Aguirre)
Técnico: Abel Braga
Bahia:
Ronaldo; Tarantini, João Marcelo, Claudir (Newmar) e Paulo Róbson; Paulo Rodrigues, Gil Sergipano, Zé Carlos e Bobô (Osmar); Charles e Marquinhos.
Técnico: Evaristo de Macedo.

Envie seu Comentário