Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Jogos Históricos: Os 40 anos do primeiro título brasileiro do Vasco

01 de agosto de 2014 0
Em pé: Andrada, Miguel, Alcir, Fidélis, Moisés e Alfinete. Agachados: Jorginho Carvoeiro, Zanata, Ademir, Roberto Dinamite e Luis Carlos

Em pé: Andrada, Miguel, Alcir, Fidélis, Moisés e Alfinete. Agachados: Jorginho Carvoeiro, Zanata, Ademir, Roberto Dinamite e Luis Carlos

O Vasco foi o primeiro time carioca a conquistar o Campeonato Brasileiro (nos moldes atuais), um feito que completa 40 anos neste dia 1º de agosto. O troféu foi erguido depois de uma vitória por 2 a 1 contra o Cruzeiro, diante de um Maracanã lotado, com gols de Ademir e Jorginho Cavalheiro.
Mas a partida foi cercada de polêmicas. A começar pela escolha do local da decisão. Vasco e Cruzeiro terminaram empatados em pontos no quadrangular final e o regulamento previa um jogo extra com mando do time que tivesse a melhor campanha na soma de todas as fases – no caso, o Cruzeiro. Mas por causa de uma confusão no jogo contra o próprio Vasco, ainda pelo quadrangular, quando os dirigentes do clube mineiro invadiram o gramado, a confederação puniu com a reversão do mando de campo.
Para completar a reclamação cruzeirense, o árbitro Armando Marques (escalado por uma sugestão dos mineiros) anulou um gol de Zé Carlos no fim da partida, alegando que Nelinho cometeu falta no lance.
Independente de toda essa polêmica, a conquista coroou uma geração que via Roberto Dinamite começar a despontar. Ele foi o artilheiro daquela competição, com 16 gols marcados.

Ficha técnica

Vasco 2 x 1 Cruzeiro
Data: 1/8/1974
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Público: 112.933 pessoas
Árbitro: Armando Marques
Gols: Ademir (V) aos 14min e Nelinho (C) aos 19min do primeiro tempo; Jorginho Carvoeiro (V) aos 33min do segundo.
Vasco:
Andrada; Fidélis, Miguel, Moisés e Alfinete; Alcir, Jorginho Carvoeiro e Zanata; Ademir, Roberto Dinamite e Luís Carlos. Técnico: Mário Travaglini.
Cruzeiro:
Vítor; Nelinho, Perfumo, Darci e Vanderlei; Piazza, Zé Carlos e Dirceu Lopes; Roberto Batata, Palhinha (Joãozinho) e Eduardo (Baiano). Técnico: Ilton Chaves.

Envie seu Comentário