Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Futebol Gaúcho"

Três estádios inaugurados em 12 de setembro

12 de setembro de 2013 0

Estádio Moisés Lucarelli

Nome: Estádio Moisés Lucarelli
Apelido: Majestoso
Inauguração: 12/9/1948 (65 anos)
Cidade: Campinas (SP)
Primeiro jogo: Ponte Preta 0 x 3 15 de Piracicaba
Primeiro gol: Sato
Remodelado: 2005
Proprietário e mandante: Ponte Preta

Stadio SantElia

Nome: Stadio Sant’Elia
Inauguração: 12/9/1970 (43 anos)
Cidade: Cagliari (Itália)
Primeiro jogo: Cagliari 1 x 4 Massese
Reestruturação: 1990 e 2002
Proprietário: Prefeitura de Cagliari
Mandante: Cagliari
Jogos da Copa do Mundo de 1990: Inglaterra 1 x 1 Irlanda; Inglaterra 0 x 0 Holanda; Inglaterra 1 x 0 Egito (todos válidos pela primeira fase)

Estádio Francisco Stédile

Nome: Estádio Francisco Stédile
Apelido: Centenário
Inauguração: 12/9/1976 (37 anos)
Cidade: Caxias do Sul (RS)
Primeiro jogo: Caxias 2 x 1 Internacional
Primeiro gol: Osmar (Caxia)
Proprietário e mandante: Caxias/RS

Dois estádios inaugurados em 3 de abril

03 de abril de 2013 0

Nome: Estádio Estrelão
Cidade: Porto Alegre (RS)
Inauguração: 3/4/1977 (36 anos)
Capacidade: 1,5 mil pessoas
Primeiro jogo: Cruzeiro/RS 0 x 0 Pelotas
Proprietário e mandante: Cruzeiro/RS
Origem do nome: Referência ao apelido do clube (Estrelado).

Nome: Estádio Francisco Cardoso de Moraes
Apelido: Moraisão
Cidade: Maranguape (CE)
Inauguração: 3/4/2002 (11 anos)
Capacidade: 5 mil pessoas
Proprietário: Prefeitura de Maranguape
Mandante: Maranguape FC
Origem do nome: Terreno foi doado por Gilvan Moraes, filho de Francisco Cardoso de Moraes, conhecido esportista da cidade.

Aniversariante do Dia: FC Santa Cruz

26 de março de 2013 0

Clube: Futebol Clube Santa Cruz
Fundação: 26/3/1913 (100 anos)
Cidade: Santa Cruz do Sul (RS)
Estádio: dos Plátanos (6 mil lugares)
Site: www.fcsantacruz.com.br
Principais Títulos: Nenhum
Situação atual: Lanterna do Grupo 2 do returno do Campeonato Gaúcho com nenhum ponto conquistado nos três jogos disputados. No primeiro turno, fez apenas sete pontos.
História
André Klarmann reuniu um grupo de garotos no Hotel Schmidt, em 26 de março de 1913, para iniciar o processo da criação de um clube de futebol. Na cidade, já existia um time, o Concórdia, justamente o primeiro adversário do FC Santa Cruz, em 3 de abril de 1913 (os registros não apontam o resultado do jogo). Também não há registro de quando o time iniciou as atividades profissionais, mas na década de 1920 já disputava as eliminatórias do Campeonato Estadual.

Hino Oficial

Em 1913
Debaixo de um céu muito azul
Nasceu o esporão de ouro
Nos verdes campos do sul
Hoje, o Rio Grande inteiro
Rola vencido, a teus pés
Os plátanos são teu terreiro
E todos sabem quem és

Galo! Me chamam de galo
Preto e Branco, tuas cores
E vamos sempre amá-lo
Clube dos nossos amores

Teus torcedores te adoram
Vibram com grande emoção
Fica eterna, te imploram
Do fundo do coração.

Galo! Me chamam de galo!

És o clube mais amado
Na derrota ou na vitória
Estamos sempre ao teu lado
Com o peito cheio de glória

Homens fiéis, decididos
Fizeram a tua história
Mesmo que tenham partido
Vivem na tua memória

Estádios inaugurados em 15 de março

15 de março de 2013 0

Nome: Estádio Ildo Meneghetti
Apelido: Estádio dos Eucaliptos
Cidade: Porto Alegre (RS)
Inauguração: 15/3/1931 (82 anos)
Capacidade: 20 mil lugares
Primeiro jogo: Internacional 3 x 0 Grêmio
Primeiro gol: Javel (fez os três gols da partida)
Que foi Ildo Meneghetti?: Político gaúcho, ex-prefeito de Porto Alegre e ex-governador do Rio Grande do Sul (em ambos, por duas vezes).
Por que Eucaliptos?: Por causa dos eucaliptos que cercavam o estádio.
Jogos da Copa do Mundo de 1950: Iugoslávia 4 x 1 México; México 1 x 2 Suíça
Atualmente: Foi demolido e dará lugar a um condomínio residencial

Nome: Estádio Municipal Doutor Mário Martins Pereira
Apelido: Martins Pereira
Cidade: São José dos Campos (SP)
Inauguração: 15/3/1970 (41 anos)
Capacidade: 16,5 mil lugares
Primeiro jogo: Atlético/MG 1 x 0 Internacional
Primeiro gol: Dadá Maravilha
Quem foi Martins Pereira: Um dos fundadores do São José EC
Proprietário: Prefeitura de São José dos Campos
Mandantes: São José e Joseense

Jogos Históricos: Inter conquista o tricampeonato gaúcho em 1952

25 de janeiro de 2013 1

O título gaúcho do Internacional de 1952 foi o terceiro consecutivo. Mas o quadrangular decisivo aconteceu apenas em 1953. Na época, os campeões de cada uma das regiões disputavam o campeonato e, além do Colorado, também participaram Floriano, de Novo Hamburgo, 14 de Julho, de Livramento, e Brasil, de Pelotas.
Os quatro times se enfrentaram em jogos de ida e volta no sistema de pontos corridos. E o Colorado conquistou o título com uma rodada de antecedência, ao vencer o Floriano por 2 a 1, fora de casa. Nem mesmo a derrota para o Brasil de Pelotas, por 1 a 0 no encerramento da competição, estragou a festa do Internacional.

FLORIANO 1 x 2 INTERNACIONAL
Data:
25/1/1953
Local: Novo Hamburgo (RS)
Gols: Salvador e Solis (I) – o autor do gol do Floriano não foi identificado
INTERNACIONAL:
Milton; Florindo e Lindoberto; Salvador, Oreco e Odorico; Luizinho, Jerônimo, Bodinho, Mujica e Solis.
Técnico: Teté.
FLORIANO:
Não identificado

Os dez mais de Grêmio e Internacional

07 de janeiro de 2013 0

Dez ídolos em dez histórias. Este pode ser o resumo de dois livros lançados pela Maquinária Editora. Os autores fizeram um resumo da história de dez dos principais jogadores de cada um dos principais clubes gaúchos. Listas são sempre polêmicas, mas vale a pena para conhecer um pouco mais da história de cada um dos clubes.

“Os dez mais do Grêmio”
Autor: Marcelo Ferla
Preço: R$ 32,00
Os dez tricolores: Eurico Lara, Luiz Carvalho, Foguinho, Airton, Gessy, Everaldo, Alcindo, Hugo de Léon, Renato e Valdo.

“Os dez mais do Internacional”
Autor: Kenny Braga
Preço: R$ 30,00
Os dez colorados: Carlitos, Tesourinha, Oreco, Claudiomiro, Valdomiro, Manga, Carpeggiani, Figueroa, Falcão e Fernandão.

Aniversariantes do Dia: CRB e Guarani de Alegrete

20 de setembro de 2012 0

Clube: Clube de Regatas Brasil
Fundação: 20/9/1912 (100 anos)
Cidade: Maceió (AL)
Estádio: Severiano Gomes Filho (6 mil pessoas)
Site: www.crbalagoas.com.br
Principais Títulos: 26 Campeonatos Alagoanos (1927/30/37-40/50/51/61/64/69/70/72/73/76-79/83/86/87/92/93/95/20/12)
Situação atual: É o 16º colocado na Série B com 28 pontos, a três da zona de rebaixamento e a 18 do acesso. Vem de empate, em casa, por 3 a 3 com o ABC, e neste sábado viaja para enfrentar o São Caetano. Ficou em terceiro lugar no Campeonato Alagoano 2012.
História
As origens do CRB remontam ao Clube Alagoano de Regatas, fundado em 1912 na rua do Comércio. Apesar do nome, não havia o departamento de remo na agremiação. Logo depois, os fundadores foram procurados por Lafaiete Pacheco, que tinha a ideia de montar um clube na praia de Pajuçara, até hoje um dos principais cartões postais de Maceió. Então, em 20 de setembro de 1912, foi criado o Clube de Regatas do Brasil, hoje conhecido como CRB.

Hino Oficial (pode ser baixado no site oficial)
Autor: Jayme Altavilla

Ao remo! Pois nosso norte
De glórias traçado está.
Façamos o peito forte
Que a pátria forte será. Argonautas da esperança,
Vamos bem longe embalar
Nosso sonho de bonança.
Ao mar! Ao mar! Amamos a natureza,
O mar verde e o céu de anil.
Avante! Pela grandeza
De nosso caro Brasil.
Nos momentos mais extremos
A pátria em nós terá fé.
E o futuro esperaremos
Alegres, firmes, de pé. Em nossas veias ardentes,
De marujo o sangue corre.
Mocidade, pra frente,
Que a mocidade não morre!

Clube: Guarani Futebol Clube
Fundação: 20/9/1912 (100 anos)
Cidade: Alegrete (RS)
Estádio: Municipal Farroupilha
Site: Não tem
Principais Títulos: Campeonato do Interior (1922/31)
Situação atual: Licenciado
História
O clube foi fundado por três irmãos que foram de Bagé para Alegrete. Apaixonados por futebol, e pelo Guarany de Bagé, resolveram criar um clube homônimo. E foi justamente o clube inspirador quem fez o primeiro jogo, que terminou 0 a 0. Durante a história, se dividiu entre competições profissionais e amadoras.

Jogos Históricos: Grêmio bicampeão da Libertadores

30 de agosto de 2012 1

Em pé: Arce; Danrlei, Adilson, Dinho, Rivarola e Roger; agachados: Jardel, Luís Carlos Goiano, Paulo Nunes, Arilson e Carlos Miguel

Hoje a festa é para os amigos gremistas. No dia 30 de agosto de 1995, o tricolor gaúcho empatava em 1 a 1 com o Atlético Nacional, na Colômbia, e conquistava o bicampeonato da Libertadores. Com um timaço formado por Danrlei, Adilson, Arce, Paulo Nunes e Jardel, ainda era comandado no banco por Luis Felipe Scolari. Chegou no confronto de volta com uma boa vantagem, depois de ter vencido em casa por 3 a 1.
Um time inesquecível, brigador e também muito técnico. Confirmou a fama de copeiro e levou a segunda Libertadores da história, antes mesmo do rival Inter saber o que era conquistá-la.

ATLÉTICO NACIONAL 1 x 1 GRÊMIO
Data:
30/8/1995
Local: Estádio Atanásio Girardot, Medellín (Colômbia)
Árbitro: Salvatore Imperatore (Chile)
Cartões Amarelos: Danrlei, Arce, Rivarola, Dinho, Paulo Nunes e Alexandre (G), Foronda, Serna e Gutierrez (AN)
Cartão vermelho: Luís Carlos Goiano (G)
Público: 49 mil pessoas
Gols: Aristizábal (AN), aos 12 min do primeiro tempo e Dinho (G), de pênalti, aos 40 do segundo.
ATLÉTICO NACIONAL:
Higuita; Santa (Herrera), Marulanda, Foronda e Mosquera (Pabón); Serna, Gutierrez, Arango (Matamba) e Alexis Garcia; Angel e Aristizábal.
Técnico: Juan José Peláez.
GRÊMIO:
Danrlei; Arce, Rivarola, Adilson e Roger; Dinho, Luís Carlos Goiano, Arilson (Luciano) e Carlos Miguel; Paulo Nunes (Alexandre Xoxó) e Jardel (Nildo).
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Abaixo, um compacto dos dois confrontos decisivos

Jogos Históricos: Inter octacampeão gaúcho

22 de agosto de 2012 0

Foto comemorativa ao octacampeonato gaúcho. 1ª fila: Gentil, Gilberto Tim, Otacílio, Hermínio, Mujica, Claudio, Ilo, Schneider, Manga, Gasperim, Marinho, Figueroa, Gardel e Osmar. 2ª fila: Mottini, Duran, Valdomiro, Chico Fraga, Beretta, Tadeu, Falcão, Rubens Minelli, Vacaria, Dario, Valdir, Zé Maria, Escurinho e Alexandre. 3ª fila: Claudio, Batista, Luiz Fernando, Borjão, Pedro, Jair, Paulo César, Caçapava, Lula, Moura e Antonio Rosa.

O Internacional teve um ano iluminado em 1976. Depois do primeiro título nacional, no ano anterior, o Colorado repetiu o feito em 1976. Mas, antes do bicampeonato brasileiro, a equipe gaúcha atingiu outro feito importante para a história. No dia 22 de agosto de 1976, venceu o Grêmio por 2 a 0, com gols de Lula e Dario, na final do Gaúchão. A vitória deu ao Colorado o oitavo título estadual consecutivo, consagrando uma geração comandada, entre outros, por Falcão, Figueroa, Carpegiani e Valdomir.
Vídeo abaixo mostra um pouco deste octacampeonato, com os gols das finais de 1974, 1975 e 1976.

Aniversariante do Dia: EC Uruguaiana

19 de maio de 2012 4

Clube: Esporte Clube Uruguaiana
Fundação: 19/5/1912 (100 anos)
Cidade: Uruguaiana (RS)
Estádio: Felisberto Fagundes Filho (1,5 mil lugares)
Site: www.esporteclubeuruguaiana.com.br
Principais Títulos: Nenhum
Situação Atual: Licenciado
História:
O EC Uruguaiana nasceu da fusão do SC Riachuelo e do SC Wanderers no mesmo ano em que foi criado o SC Brasil Progresso. Começou disputando competições regionais e diversos amistosos contra equipes uruguaias. Orgulha-se por ter revelado Eurico Lara, que foi tão importante na história do Grêmio que está até no hino oficial.

Hino Oficial
Autor
: João de Almeida Neto

Lá vem o jaldinegro da baixada
O Esporte Clube Uruguaiana
Que quando joga luta, luta e vence
E mesmo na disputa sempre irmana.

Quando a camisa do vovô entra no campo
É o nosso time jaldinegro que lá vai
Correndo com fé, com a bola no pé
Parece até a correnteza do Uruguai.

Uruguaiana é o jaldinegro
Uruguaiana é raça e tradição
Tem o nome da nossa cidade
E é o time do meu coração

Desde 1912
Existe o jaldinegro da baixada
Honrando as cores amarela e preta
Da sua camisa listrada.

Foram nossos craques do passado
A exemplo de Lara e Gessi
Que com honra e com glória fizeram a história
E a vitória morar por aqui.

Abaixo, lances de um jogo contra o Ferro Carril, o maior rival do Uruguaiana, em 2010