Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Freio de Ouro"

Pelotas é palco de grande espetáculo do cavalo Crioulo

21 de maio de 2012 0

O Parque de Exposições Ildefonso Simões Lopes, localizado em Pelotas/RS, sediou um verdadeiro espetáculo nos dias 18, 19 e 20 de maio. A Classificatória da Região 1 para o Freio de Ouro 2012 reuniu animais e ginetes de excelente nível que em uma pista excelente e diante de um gado de qualidade muito elogiada por jurados e competidores conseguiram mostrar todo o potencial de seus cavalos. Juego do Infinito e El Embeleco Esperame ficaram com o lugar mais alto do pódio e são grandes apostas para o maior evento da raça crioula deste ano.

O tempo também colaborou com a final do evento, disputada na manhã de domingo, dia 20, que foi disputada frente a um bom e participativo público sob uma temperatura agradável em um dia ensolarado. As médias finais do evento foram altas e apenas quatro animais – duas fêmeas e dois machos – dos 20 que disputaram a final não conseguiram obter a média mínima de 18 pontos.

Juego do Infinito, montado por José Fonseca Macedo, o Zeca, arrancou em segundo lugar na prova morfológica disputada na manhã de sexta-feira e desde as primeiras provas funcionais liderou a competição. Esta é a terceira vez que o animal se classifica para a final de um Freio de Ouro, porém nas duas oportunidades anteriores não havia conseguido participar. O cavalo de propriedade de Roberto Davis conquistou a nota mais alta do evento, 21,147, e é uma grande aposta para o Freio 2012.

O já experiente e campeão de Freio Zeca disse que cada vitória como esta sempre é importante, pois cada disputa é um desafio pessoal também, já que ele busca sempre evoluir. O ginete tentará vaga à final do Freio com outros animais, mas afirma apostar muito em Juego do Infinito por ser um cavalo “fantástico”. Agora as expectativas do profissional estão voltadas à Expo-FiCCC que será disputada a partir do dia 24, em Montevidéu, no Uruguai.

A campeã entre as fêmeas, El Embeleco Esperame, da Cabanha Don Marcelino, de Lavras do Sul/RS, teve média final 20,699 e já é conhecida nas grandes provas com o cavalo Crioulo. Quarto lugar no Freio de Ouro de 2010 e finalista no ano passado, a égua tem mostrado evolução em pista e gera boas expectativas em seu proprietário Gonçalo Porto Silva.

“Ela é uma égua muito diferenciada, além do temperamento incrível ela tem evoluído muito”, diz o expositor que ainda destaca: “No final de 2011 ela foi para as mãos do já experiente Lindor Collares Luiz e esta união deu muito certo”.

Competição traz surpresas

A grande surpresa do evento foi o cavalo Baralho da Quinta e o ginete David de Lima Flores. Mesmo entre profissionais e cavalos renomados, com títulos do Freio na bagagem, o conjunto conseguiu fazer ótima performance e se destacar. Após arrancar em 17° entre 20 animais na morfologia, ginete e cavalo tiveram de mostrar ótimo desempenho nas provas funcionais para conseguirem ficar com o vice-campeonato.

O talento de Flores foi reconhecido pelo corpo de jurados formado por André Luiz Narciso Rosa, Lauro Varela Martins e Luiz Alberto Martins Bastos que o elegeu Ginete Destaque da competição. O cavalo Baralho da Quinta também gera expectativas, pois é jovem e esta foi recém a segunda prova de sua trajetória. David é ginete profissional há três anos e chegou pela primeira vez à final de uma classificatória neste evento.

“Eu não esperava ser eleito ginete destaque e fico emocionado, pois a gente trabalha forte para evoluir e este é um reconhecimento disso, sinal de que está em evolução. Esta é a segunda prova deste animal e acho que ele tem corrida para disputar o Freio sim, ainda mais por esta ser recém a segunda prova dele. Temos só que ajustar alguns detalhes que precisam melhorar”, diz Flores.

Qualidade elogiada

A qualidade apresentada em pista e o excelente gado cedido pela Estância da Tamanca, de Santa Vitória do Palmar/RS, foram elogiados tanto pelos jurados como pelo técnico credenciado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) que supervisionou a prova, Cláudio Neto de Azevedo.

“Que esta classificatória aqui sirva de exemplo para todos nós, pois quando é oferecida uma excelente organização, além de pista em um ótimo estado como esta e gado excelente a competição proporciona e dá todas as condições para que os competidores consigam tirar o máximo de seus cavalos e isso gera uma prova de médias altas como esta aqui”, afirma Lauro Martins.

O jurado ainda ressalta: “É claro que vale destacar que os competidores tiveram potencial e talento para tirar proveito destas condições. Acho que esses animais aqui chegarão à final do Freio e no domingo que encerra a prova estarão brigando pelo título”.

Luiz Alberto e André Luiz reafirmaram tudo o que foi dito pelo colega. Luiz ainda falou que o alto nível já era esperado já que ginetes e animais renomados estavam em pista. Para ele a grande surpresa do evento foi mesmo o conjunto formado pelo ginete David Flores e Baralho da Quinta.

Próximas classificatórias

Esta foi a quarta etapa classificatória ao Freio de Ouro 2012, com os oito animais classificados em Pelotas foram preenchidas 24 das 96 vagas disponíveis para a grande competição. Ainda restam oito etapas que serão disputadas em Montevidéo/UR (24 a 27 de maio), Cachoeira do Sul/RS (31/05 a 03/06), Santa Rosa/RS (07 a 10/06), Caxias do Sul/RS (14 a 17/06), Carazinho/RS (21 a 24/06), Lages/SC (05 a 08/07), Esteio/RS (12 a 15/07) e Brasília/DF (26 a 29/07).

Veja os resultados

Fêmeas

1º lugar

El Embeleco Esperame, filha de LA Amanecida Esperando e El Embeleco Chismosa; criador Marcelo Rivas Alonso, Santiago-CH, expositor Gonçalo Porto Silva, Cabanha Don Marcelino, Lavras do Sul/RS

Ginete: Lindor Collares Luiz

Credenciadora: Rio Grande/RS (Média: 20,280)

Classificatória: Média 20,699

2º lugar

Nevasca da Boa Vista, filha de Juquiri do Purunã e Garoa da Boa Vista; criador Fazenda Boa Vista, Vacaria/RS, expositor Zuleika Borges Torrealba, Cabanha da Maya, Bagé/RS

Ginete: Raul Lima

Credenciadora: São Lourenço do Sul/RS (Média: 19,100)

Classificatória: Média 20,065

3º lugar

Farra de Santa Edwiges filha de Rodopio de Santa Edwiges e Tormenta de Santa Edwiges; criador Daniel Anzanello, Porto Alegre/RS, expositor Daniel Anzanello, Cabanha Santa Edwiges, São Lourenço do Sul/RS

Ginete: Milton Castro

Credenciadora: Rio Grande/RS (Média: 18,695)

Classificatória: Média 19,417

4º lugar

Boneca da Anita, filha de Ganadero da Harmonia e Boneca da Harmonia; criador: Giovana Ely Flores/Augusto Luís G. Dias, Porto Alegre/RS, expositor Carla F. Musa/ Onécio Silveira Prado Jr, Estância Tamareira, Santa Rita do Passo Quatro/SP

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Credenciadora: Rio Grande/RS (Média: 18,880)

Classificatória: Média 19,413

Machos

1º lugar

Juego do Infinito, filho de Cônsuelo do Infinito e Peumo Chico Clavera, criador e expositor Roberto Sidney Davis Júnior, Porto Alegre/RS, Agropecuária Infinito Ltda, São Sepé/RS

Ginete: José Fonseca Macedo.

Credenciadora: Rio Grande/RS (Média: 20,014)

Classificatória: Média 21,147

2º lugar

Candidato do Ribeirão Bonito, filho de Acalanto de Santa Angélica e Delta de Rosazul; criador Arison Jung, Guarapuava/PR, expositor Amaro Cardoso Arteiro Neto, Cabanha Dom Arteiro, Portão/RS

Ginete: Adriano A. Streck

Credenciadora: Santa Vitoria do Palmar (Média: 18,233)

Classificatória: Média 19,733

3º lugar

Baralho da Quinta, filho de BT Faceiro do Junco e Anahi da Quinta; criador Estância da Quinta Ltda., Porto Alegre/RS, expositor Mauro de Vargas Morales, Cabanha do Angico, Cachoeira do Sul/RS

Ginete: David de Lima Flores

Credenciadora: Jaguarão/RS (Média: 17,317)

Classificatória: Média 19,592

4º lugar

SJ Velho Barreiro, filho de BT Mouro e SJ Nogueira; criador e expositor Lugajo Agricultura e Pecuária Ltda., São Lourenço do Sul/RS, Fazenda São João, São Lourenço do Sul/RS,

Ginete: Maurício Idiart

Credenciadora: Arroio Grande/RS (Média: 19,249)

Classificatória: Média 19,504

Recordes inéditos na final do Bocal de Ouro

23 de abril de 2012 0

O Bocal de Ouro 2012 sintetizou a difundida busca pelo animal completo e premiou com notas expressivas aqueles que mostraram ser, além de belos, bons. A disputa, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), entre os dias 19 e 22 de abril, no Parque de Exposições Assis Brasil em Esteio/RS, encerrou com recorde histórico de pontuação e classificou oito conjuntos à final do Freio de Ouro.

A decisão, realizada na manhã de domingo (22), começou com a segunda etapa de mangueira na qual o resultado parcial já indicava alguns favoritos. Com a presença de bom público, o título que premia os melhores animais inéditos na modalidade só foi definido, porém, na pista de campo – ainda molhada pela forte chuva que caiu no sábado. Entre as fêmeas, o nível excepcional dos conjuntos elevou a emoção e a competitividade da seletiva. Oraca do Itapororó venceu o Bocal de Ouro e ficará na história da modalidade, não só pela maior nota morfológica e recorde de pontuação da modalidade, mas também pela forma como encantou e causou empatia no público presente. “Para mim ela não é dez, é onze”, disse orgulhoso o proprietário, Aldo Vendramin.

Oraca foi a sensação do Bocal e alcançou, desde o primeiro dia números impressionantes. No julgamento morfológico, a égua recebeu a maior nota da história de um jurado (10) e ainda alcançou a maior média da etapa, no circuito do Freio de Ouro com um 9,8. No final da disputa, bateu também o recorde geral da modalidade com a nota final 23,747. Para Francisco Martins Bastos Sobrinho, jurado da categoria junto à João Luis Arísio e Jorge Aginelo do Nascimento, a égua mostrou desde o primeiro dia que era um animal diferenciado. “Para mim ela não tem defeitos. Caminha diferente, com postura, aprumos excelentes e muito selo racial, além de funcionalmente também ser muito boa”, avaliou. Também destacaram-se entre as fêmeas, com ótimo desempenho e notas altas, as igualmente classificadas à final do Freio de Ouro Ricoleta de São Manoel (Bocal de Prata), Idêntica dos Três Pinhais (Bocal de Bronze) e AS Malke Rancágua. O ginete destaque da categoria foi Gabriel Marty.

Entre os machos, assim como nas fêmeas, venceu o cavalo com a maior nota morfológica. Liderando do início ao fim,Suprema Atropelo não deu chances aos demais competidores e levou o Bocal de Ouro da categoria com a nota final 21,516, após ser pontuado na primeira etapa com um 8,5. “Ele é um cavalo que tem muita vontade, para frente, e nós acreditávamos muito nele”, disse o seu proprietário, Evaldo Francisco da Rosa.

O cavalo, que também trás na bagagem uma campanha morfológica bastante concisa, mostrou ótimo temperamento e habilidade na prova. “Ele foi evoluindo na prova, não atropelou nada”, brinca o proprietário. “Agora vamos seguir trabalhando sério para o Freio, pois sabemos que é uma etapa mais difícil”. Apesar da alternância entre algumas posições, Suprema Atropelo conseguiu manter o equilíbrio e permanecer na ponta durante a prova. “É um cavalo que se destacou pela constância em todas as etapas. Foi sempre parelho e errou menos. Deve chegar ao Freio de Ouro como um dos grandes candidatos”, disse Carlos Loureiro de Souza, jurado dos machos junto à Christina Bandeira de Melo e José Pereira de Moura. Souza ainda salientou que até mesmo os reservas, que não conseguiram a classificação, ficaram bem pontuados no final.Também tiveram ótima performance os cavalos classificados Santo Onofre Pé de Vento (Freio de Prata), Teatino do Purunã (Freio de Bronze) e Escudo da Ronda. O ginete destaque foi Cezar Augusto Freire.

O circuito do Freio de Ouro tem sequência com a classificatória da Região 5B, realizada entre os dias 10 e 13 de maio em Maringá/PR.

Classificados:

Fêmeas

1º Lugar – Bocal de Ouro

Oraca do Itapororó, filha de Jalisco de Santa Angélica e Fuzarca do Itapororó; criador Nestor de Moura Jardim Filho e expositor Aldo Vendramin, Estância Vendramin, Palmeira/PR

Ginete: Fábio Teixeira da Silveira

Nota: 23,747

2º Lugar – Bocal de Prata

Ricoleta de São Manoel, filha de Mackenna Guindo e Ibiza de São Manoel; criador Ricardo Alvarez e expositor Cabanha Cola Crioula e Ricardo Alvarez, Fazenda São Manoel, Massambará/RS

Ginete: Gabriel Marty

Nota: 21,704

3º Lugar – Bocal de Bronze

Idêntica dos Três Pinhais, filha de Santa Elba Comediante e Baroneza de São Martinho; criador Vilson Aozane Bilibio e expositor Vilson Aozane Bilibio e Ivo Benatti, Fazenda Três Pinhais e Cabanha Movimento, Cruz Alta/RS

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Nota: 21,094

4º Lugar

AS Malke Rancagua, filha de Mackenna Guindo e AS Malke Jóia Rara; criador Agro Pecuária Schwanck Ltda.e expositor José Schutz Schwanck, Cabanha Malke, Uruguaiana/RS

Ginete: Gabriel Marty

Nota: 20,949

Machos

1º Lugar – Bocal de Ouro

Suprema Atropelo, filho de CRT Guapo e Graciosa da 3J; criador Agropecuária e Cabanha Dragão Ltda. e expositor Evaldo Francisco da Rosa, Estância Liberdade, Rolante-RS

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Nota: 21,516

2º Lugar – Bocal de Prata

Santo Onofre Pé de Vento, filho de Leco Chico e DG Legendária; criador Nestor Augusto/Jorge Rosas Demiate Jr e expositor Jose Luiz Tridapalli / Jorge Rosas Demiate Jr, Cabanha Tridapalli e Santo Onofre, Itajaí/SC e Ponta Grossa/PR

Ginete: Germano Chempceke

Nota: 20,587

3º Lugar – Bocal de Bronze

Teatino do Purunã, filho de Hércules do Purunã e Morocha do Purunã; criador Mariano Lemanski, Curitiba-PR e expositor Gilson H. Nagano / José Ademir Pereira, Fazenda Ginambo / Cabanha Espigão, Três Barras e Canoinhas-SC

Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira

Nota: 20,353

4º Lugar

Escudo da Ronda, filho de Jurado da Tradição e Ocasião 1490 da Tradição, criador Laura e Ana Luiza Bastos Fernandes, Uruguaiana-RS e expositor Condomínio Escudo da Ronda, Agropecuária Pitangueira, Quevedo-RS

Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira

Nota: 19,859

Feriado de Santa Edwiges e RZ Reclusion da Carapuça vencem o Freio de Ouro 2011

30 de agosto de 2011 0

O público que lotou a arquibancada da pista de campo do Parque Assis Brasil em Esteio/RS na tarde do domingo, 28 de agosto, presenciou um momento histórico para a raça Crioula. Em um dia de muitas homenagens à personalidades que marcaram as três décadas de seleção de sua principal ferramenta, o universo crioulista conheceu seus mais novos expoentes: o cavalo Feriado de Santa Edwiges e a égua RZ Reclusion da Carapuça, foram os vencedores do Freio de Ouro 2011.

A grande final teve início as 12h, com o tradicional desfile das bandeiras e com a execução dos hinos. A pista foi tomada por cavalos e cavaleiros em momento de muita emoção. Na ocasião, foram chamados todos os ginetes vencedores da prova para receberem uma homenagem dos ex-presidentes da Associação de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Além desses, foram lembradas ainda pessoas que contribuíram para a criação do Freio de Ouro e também figuras que se empenharam para a sua consolidação.

Em seguida, as atenções se voltaram para a pista G onde foi realizada a segunda etapa de mangueira. Entraram na pista para a execução do aparte e das pechadas as 14 fêmeas e 14 machos finalistas da disputa. Ali, sob o apoio e vibração do público, já começavam a se delinear os candidatos ao título.

Sem intervalos a prova voltou à pista de campo para a etapa final, com a Bayard-Sarmento e a paleteada. Na opinião de André Narciso Rosa, jurado das fêmeas junto à Cássio Souza Bonotto e João Luis Arísio, o alta exigência da competição premiou aqueles que tiveram menos erros. Felipe Malfatto, que dividiu o julgamento dos machos com Álvaro Dumoncel e Rodrigo Albuquerque Py, complementou ainda que “a disputa mostrou um nível que talvez nunca se tenha tido igual durante toda a temporada”, o que se refletiu na grande final.

Na categoria de fêmeas, o Freio de Ouro foi para RZ Reclusion da Carapuça, da cabanha Profecia, de Parobé/RS. A égua colorada, de propriedade de Leandro Williams Purcallas, montada por Cezar Augusto Freire, ficou com a nota final 20,967. Freire, assim como em 2010, também foi premiado com o título de Ginete do Ano.

Após a definição do resultado, Purcallas lembrou da dificuldade de se chegar à uma final. “Estou há apenas cinco anos criando cavalos Crioulos. Gostaria que esse título estimulasse pequenos criadores a acreditar que é possível”. Freire, que vence pela primeira vez, destacou o grande potencial da égua. “Ela sempre mostrou em casa que tinha muita qualidade e bom temperamento, faltava apenas mostrar isso em uma prova”.

Na segunda posição das fêmeas, com o Freio de Prata, ficou a égua Fantasia Cala Bassa, montada pelo seu expositor Marcelo Móglia. E em terceiro lugar, com o Freio de Bronze, ficou Capanegra Jocasta, do expositor Fernando Dornelles Pons, montada por Lindor Collares Luiz.

Na decisão dos machos, a vitória ficou com o cavalo da cabanha Santa Edwiges, de São Lourenço do Sul/RS, Feriado de Santa Edwiges. O garanhão lobuno, de propriedade do criador Daniel Anzanello, encerrou a prova com 20,107 pontos, sob o comando de Milton Castro, o ginete que mais vezes ganhou a prova. Esse foi o sétimo título de Castro, que na ocasião também foi escolhido o Domador do Ano.

Visivelmente emocionado, Anzanello não teve palavras para descrever a vitória e quase as lágrimas disse apenas que estava muito feliz. “Estou muito contente, felicíssimo”, comemorou. O ginete, que levanta pela sétima vez o troféu, comentou a alegria de vencer pela primeira vez com um macho. “É um título que eu estava buscando e felizmente veio nos 30 anos do Freio de Ouro. Ainda fui duplamente coroado pois ganhei com o cavalo que domei”.

O Freio de Prata da categoria ficou com JCL Descuido, exposta pelo condomínio Descuido, cabanha São José e Gilbert Munhoz, montado por Maurício Níquel, e o Freio de Bronze ficou com RZ Revuelto Cristal da Carapuça, exposto por Luizantero Peixoto e Filhos e Vitélio Rigão, montado por Daniel Teixeira.

Resultado

Fêmeas

Freio de Ouro

RZ Reclusion da Carapuça, filha de BT Lamborguine e RZ Africana; criador Rubens Elias Zogbi, São Paulo/SP e expositor Leandro Williams Purcallas, Cabanha Profecia, Parobé/RS.

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Nota: 20,967

Freio de Prata

Fantasia Cala Bassa, filha de Chicão de Santa Odessa e Forquilha do Capão Redondo; criador Marcelo Rezende Móglia e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS.

Ginete: Marcelo Rezende Móglia

Nota: 20,800

Freio de Bronze

Capanegra Jocasta, filha de Hilário do Purunã e Capanegra Queimada; criador e expositor Fernando Dornelles Pons, Cabanha Capanegra, Dom Pedrito/RS.

Ginete: Lindor Collares Luiz

Nota: 20,099

Machos

Freio de Ouro

Feriado de Santa Edwiges, filho de Rodopio de Santa Edwiges e Víbora de Santa Edwiges; criador e expositor Daniel Anzanello, Cabanha Santa Edwiges, São Lourenço do Sul/RS.

Ginete: Milton Castro

Nota: 20,107

Freio de Prata

JCL Descuido, filho de BT Fidalgo e Campana Dona-Mala; criador Cabanha JCL e expositor Cond Descuido, Cabanha São José e Gilbert Munhoz, Butiá/RS.

Ginete: Mauricio Níquel

Nota: 20,095

Freio de Bronze

RZ Revuelto Cristal da Carapuça, filho de Chicão de Santa Odessa e BT Abadessa; criador Rubens Elias Zogbi e expositor Luizantero Peixoto e Filhos e Vitelio Rigão, Fazenda Tarumã e Estância da Conquista, Julio de Castilhos e Lavras do Sul/RS

Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira

Nota: 20,072

Brasília encerra classificatórias ao Freio de Ouro

25 de julho de 2011 0

última semifinal do ciclo foi de fortes emoções para o público, participantes e crioulistas que compareceram ao parque da Granja do Torto, em Brasília (DF). Com um dia maravilhoso e apresentações fantásticas, mais oito animais juntam-se a lista dos melhores do ciclo e, nada menos que cinco machos assinam seu nome na lista de reservas para o Freio de Ouro 2011.

A prova, que deu ao ginete Everton de Deus Valim e sua SR Tertulia, do expositor Ailton Batista dos Santos e à Flávio de Borba Pereira e o garanhão Tamboré do Purunã, exposto por Diego Zanandréa as primeiras colocações, foi realizada no parque da Granja do Torto, na cidade de Brasília entre os dias 22 e 24 de julho e contou com a participação de 28 garanhões e as 26 fêmeas.

Entre as fêmeas, a disputa foi apertada e a classificação veio apenas na última prova de campo, quando por doze centésimos, Dengosa da Bela Aliança garantiu a última vaga. A avaliação das exemplares foi feita pelos criadores Lauro Varela Martins, Marcos Stumpf e Alvaro Dumoncel.

Se entre as fêmeas, a classificação veio na ultima volta, a briga pela vaga nos machos foi disputada pelos dez finalistas durante todo o domingo e, além de classificar os quatro primeiros garanhões com nota excelente, a etapa trouxe uma surpresa: dos dez participantes da final, cinco garantiram lugar na reserva.

Os machos foram julgados por André Narciso Rosa, João Luis Arisio e Luciano Ghisleri, que definiram a prova como de alta qualidade e muito disputada.

- O nível de competitividade estava alto e teve bastante alternância entre os primeiros colocados. Quando vi o grande número de animais, sabia que seria uma disputa de muita qualidade – diz Arisio.

A prova elegeu ainda dois grandes destaques na condução de animais, o ginete de SR Tertulia, Éverton de Deus Valim e Alexandre Pedroso Grabher, que levou João Louco do Relento da décima colocação para o pódio e principalmente, para a grande final da modalidade.

Agora, é se preparar e esperar para a final da 30ª edição do Freio de Ouro, que trará para a pista do Parque de Exposições Assis Brasil, no município gaúcho de Esteio, todo o encanto dos 96 melhores animais deste ciclo. A prova será realizada entre os dias 26 e 28 de agosto.

Veja os classificados

Fêmeas

1º lugar

SR Tertulia, filha de Respeito Tupambaé e SR Milonga; criador Luiz Maggi Linhares, expositor Ailton Batista dos Santos, Cabanha Todos os Santos, Capão da Canoa/RS

Ginete: Everton de Deus Valim – Média final: 19,116

2º lugar
Nevada da Oca, filha de Butiá Guarani e LS Urtiga; criador Oto Breier, expositor Gustavo Alves Chanin, Cabanha Santiño, Balneário Camboriu/RS
Ginete: Daniel Cunha – Média final: 18,192
3º lugar

Ketacada Tupambaé, filha de Taco de São Bibiano e São Martim Redoblada; criador e expositor Oswaldo Dornelles Pons, Cabanha Tupambaé, Dom Pedrito/RS
Ginete: José Fonseca Macedo – Média final: 18,014
4º lugar

Dengosa da Bela Aliança, filha de Esquilador do HV e Formosa Pedrozo; criador e expositor Francisco Carlos Habowsky, Cabanha Bela Aliança, São Bento do Sul/SC
Ginete: Thiago Augusto Habowsky – Média final: 18,012
Machos

1º lugar

Tamboré do Purunã, filho de BT Butiá e Faceira II do Itapororó; criador Mariano Lemanski, expositor Diego de Lucena Zanandréa, Cabanha Tamboré, São Francisco de Paula/RS
Ginete: Flávio de Borba Pereira – Média final: 19,815
2º lugar
Nevada da Oca, filha de Butiá Guarani e LS Urtiga; criador Oto Breier, expositor Gustavo Alves Chanin, Cabanha Santiño, Balneário Camboriu/RS

Ginete: Daniel Cunha – Média final: 18,192
3º lugar

Ketacada Tupambaé, filha de Taco de São Bibiano e São Martim Redoblada; criador e expositor Oswaldo Dornelles Pons, Cabanha Tupambaé, Dom Pedrito/RS
Ginete: José Fonseca Macedo – Média final: 18,014
4º lugar
Dengosa da Bela Aliança, filha de Esquilador do HV e Formosa Pedrozo; criador e expositor Francisco Carlos Habowsky, Cabanha Bela Aliança, São Bento do Sul/SC
Ginete: Thiago Augusto Habowsky – Média final: 18,012
Machos
1º lugar
Tamboré do Purunã, filho de BT Butiá e Faceira II do Itapororó; criador Mariano Lemanski, expositor Diego de Lucena Zanandréa, Cabanha Tamboré, São Francisco de Paula/RS
Ginete: Flávio de Borba Pereira – Média final: 19,815
2º lugar
Granero Chico, filho de Habanero Chico e Amapola Chico; criador Manuel Rossell Sarmento, expositor Rivaldo Antonio Macari e Fos e Alexandre Rodrigues, Fazenda Passo Velho e Fundo da Ronda, Bom Jardim da Serra/SC
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire – Média final: 19,562
3º lugar
João Louco do Relento, filho de Tostão do Junco e Perdigona do Relento; criador Florduarte Damázio Marques Balbé, expositor Felipe e Suzana Teresinha Pelegrini Moraes, estabelecimento Cabanha SP Favorita, Viamão/RS
Ginete: Alexandre Pedroso Grabher – Média final: 19,022
4º lugar
Cinchador Rio Negro, filho de Chasque Capitão e Campana Kasta; criador Aldo José Tavares dos Santos, expositor Cabanha Legenda Campeira e Estância Santa Isabel, Cabanha Legenda Campeira e Estância Santa Isabel, Canguçu/RS
Ginete: Miguel Souza – Média final: 18,998
* Com informações da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC)



Repescagem em Esteio traz novos nomes ao Freio de Ouro

11 de julho de 2011 0

Nos olhos dos proprietários primeiros colocados, a emoção da conquista da vaga em uma final pela primeira vez.

RZ Reclusion da Carapuça deu a Jorge e Leandro Purcallas, além do primeiro lugar na Repescagem realizada em Esteio, a primeira vez na final.

E o garanhão Lanceiro Simpatia fez a alegria da família Berrutti ao garantir sua presença na grande final.

Os estreantes foram apenas dois dos 58 animais que entraram em pista no Parque de Exposições Assis Brasil, entre os dias 8 e 10 de julho, na primeira repescagem do ciclo 2011, que garantiu vaga a oito animais na final da 30ª edição do Freio de Ouro. A disputa foi um espetáculo a parte, principalmente por dar ao público espectador um final de semana de calor no auge do inverno.

Segundo o criador Sandro Amaral, que ao lado de Cássio Bonotto e João Luis Arisio julgaram os machos, a prova foi muito disputada e a qualidade de tempo e pista ajudaram muito a apresentação dos animais.

- Todos deram o melhor de si, fazendo uma disputa muito parelha e boa de julgar. Não tinha favoritismo e com certeza, o destaque foi para Lanceiro Simpatia, que fez um ótimo domingo e garantiu o primeiro lugar – diz.

No lado das fêmeas, a avaliação ficou por conta de Luis Francisco Quadros Leite, Francisco Martins Bastos Sobrinho e Hermes Dourado Filho e o evento, que também classificou para a Expointer, com uma morfologia passaporte, teve supervisão técnica de Marcelo Montano Coelho.

A última chance de estar entre os 96 melhores de 2011, nesta edição especial de 30 anos do Freio de Ouro, será realizada em Brasília entre os dias 22 e 24 de julho e as inscrições já estão abertas no site da ABCCC.

Fêmeas
1º lugar
RZ Reclusion da Carapuça, filha de BT Lamborguine e RZ Africana; criador Rubens Elias Zogbi, expositor Leandro Williams Purcallas e Jorge R. Purcallas, Cabanha Profecia, Parobé/RS
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire – média final: 19.657
2º lugar
Capanegra Jocasta, filha de Hilário do Purunã e Capanegra Queimada; criador e expositor Fernando Dornelles Pons, Cabanha Capanegra, Dom Pedrito/RS
Ginete: Lindor Collares Luiz – média final: 19.040
3º lugar
PO Una Más, filha de Lutador do Purunã e Entrosada do Junco; criador e expositor Gonçalo Porto Silva, Cabanha Don Marcelino, Lavras do Sul/RS
Ginete: Onildo Gonçalves Nunes – média final: 18.861
4º lugar
Festa Campeira do Pinhal, filha de Piá Forasteiro e Caramela do Pinhal; criador Armin José Schvarcz, expositor Santo Izidro e Ouro Fino Crioulos, Cabanha Santo Izidro e Ouro Fino, Santa Maria/RS
Ginete: Miguel Souza – média final: 18,393

Machos
1º lugar
Lanceiro Simpatia, filho de Santa Elba Señuelo e BT Geada; criador Condomínio Rural Waldyr Leite Paiva & Fo, expositor Marcelo Berrutti, Cerro De Los Cardos, Rivera/UR
Ginete: Felipe Silveira Filho – média final: 19.184
2º lugar
Pirata do Itapevy, filho de Cônsuelo do Infinito e Espoleta do Itapevy; criador e expositor Ana Maria I. Matas e Vicente D. Matas, Cabanha Tarumã, Itaqui/RS
Ginete: Valério Moura – média final: 18.717
3º lugar
General da Reiúna, filho de BT Hermes e Anahy da Reiúna; criador e expositor Ricardo Bassotto, Cabanha Reiúna, São Pedro do Sul/RS
Ginete: Miguel Souza – média final: 18.614
4º lugar
Huila da Boa Vista, filho de Chicão de Santa Odessa e Greda do Juncal; criador Fazenda Boa Vista, expositor Fábio Camargo, Leandro Vieira e Juliano Kurten, Cabanhas Boa Vista, Mangueira Velha e Costa Nobre, Vacaria, São José dos Ausentes e Braço do Norte/RS
Ginete: Francisco Kras Alves – média final: 18.587

BT Tiffany e La Passion Brilhante são os vencedores da etapa de Pato Branco à final do Freio de Ouro

04 de julho de 2011 0
Com performances sólidas nas três provas disputadas neste domingo, dia 3, o ginete Daniel Teixeira conquistou mais uma vitória em etapa do ciclo 2011 para o Freio de Ouro. Com BT Tiffany, Teixeira ficou em primeiro lugar na competição das fêmeas na classificatória de Pato Branco, no Paraná. Na disputa dos machos, após um início equilibrado, La Passion Brilhante, montado pelo ginete Hercules Almeida, superou os concorrentes e venceu a décima seletiva do ano.
Daniel Teixeira já participou de diversas etapas neste ano, classificando, até agora, oito animais para a final. Ele foi vitorioso do Bocal de Ouro realizada em maio. O ginete também classificou animais nas seletivas de Camaquã , Montevidéu e Lages. Ao todo, oito conjuntos, quatro machos e quatro fêmeas, conquistaram em Pato Branco suas vagas na grande decisão do Freio de Ouro.
A final da classificatória começou com a disputa na Mangueira. RZ Rama Negra da Carapuça, do experiente ginete Fábio da Silveira, manteve a liderança conquistada nos primeiros dias de disputa, com pequena vantagem sobre BT Tiffany. Entre os machos, a situação também não sofreu alteração em relação à disputa preliminar e La Passion Brilhante continuou no topo, com Quatrilho do Purunã em segundo.
Assim como na etapa de Passo Fundo , a chuva foi um obstáculo para os conjuntos na prova Bayard-Sarmento. Entre os machos, La Passion Brilhante fez jus ao nome com uma prova praticamente perfeita e abriu vantagem de quase um ponto em relação ao segundo colocado, o conjunto Cerro Campero Velhaco, do ginete Valdomiro da Rocha. Na competição das fêmeas, RZ da Carapuça teve queda de rendimento e caiu para a terceira posição, com BT Tiffany assumindo a liderança provisória.
A última prova do dia, a Paleteada, poucas surpresas. RZ Rama Negra da Carapuça subiu uma posição e terminou em segundo entre as fêmeas. BT Tiffany manteve a primeira posição. Apesar da prova difícil, a folga obtida na Bayard garantiu para La Passion Brilhante a vitória entre os machos.
A disputa de vagas para a grande final do Freio de Ouro está chegando ao fim. Restam apenas duas classificatórias para encerrar o ciclo 2011. A próxima etapa marcada é a Repescagem, entre os dias 7 e 10 de julho, realizada no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, mesmo palco da decisão do Freio em agosto.
A seletiva de Brasília, no Distrito Federal, encerra o período para classificação. A grande final do Freio de Ouro terá 96 animais na disputa (48 machos e 48 fêmeas).
Confira a classificação final:

FÊMEAS
1º lugar
— BT Tiffany, Box 08
Reconquista Agropecuária LTDA., Alegrete (RS)
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Nota final: 19,844
2º lugar
— RZ Rama Negra da Carapuça, Box 09
Estância Vendramin / Cabanha Villa Matarazzo, Palmeira (PR) e Âmparo (SP)
Ginete: Fábio Teixeira da Silveira
Nota final: 19,190
3º lugar
— Hortelã do Recanto Crioulo, Box 07
Estância Três Coxilhas, Barra Velha (SC)
Ginete: Daniel Cunha
Nota final: 19,144
4º lugar
— Cantiga de Los Campos, Box 02
Estância Vendramin, Palmeira (PR)
Ginete: Fábio Gonçalves
Nota final: 18,686

MACHOS
1º lugar
— La Passion Brilhante, Box 56
Cabanha Furna Crioula, Rio do Sul (SC)
Ginete: Hercules Almeida
Nota final: 20,645
2º lugar
— Quatrilho do Purunã, Box 64
Cabanha Santa Brígida, Santana do Livramento (RS)
Ginete: Marcio Maciel
Nota final: 19,972
3º lugar
— Cerro Campero Velhaco, Box 66
Cabanha Rio Bonito, Ponta Grossa (PR)
Ginete: Valdomiro da Rocha
Nota final: 19,852
4º lugar
— Coronel 666 Maufer, Box 53
Cabanha Maufer, Cruzeiro do Sul (RS)
Ginete: Nei Eduardo Rodrigues Lima
Nota final: 19,654

Passo Fundo classifica cinco animais à final do Freio de Ouro em Esteio

27 de junho de 2011 0
O clima não foi o único fator inconstante na 9ª Classificatória ao Freio de Ouro ciclo 2011, realizada no município de Passo Fundo entre os dias 22 e 26 de junho. A prova, organizada pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos José Ronald Bergatgnolli no Parque de Exposições Wolmir Salton, contou com a participação de 25 machos e 24 fêmeas e demonstrou alto nível de competitividade ao revelar uma grande alternância de colocações. As fêmeas foram avaliadas por José Francisco Pereira de Moura, Luciano Ghisleri e Luiz Alberto Martins Bastos e os machos por Ciro Manoel Canto de Freitas, Marcelo Montano Coelho e Sandro Fonseca do Amaral. Já a supervisão técnica ficou por conta de Jorge Aginelo do Nascimento.
Apesar da qualidade dos exemplares, o mau tempo fez com que apenas cinco animais conquistassem a classificação à final do Freio de Ouro em Esteio: as fêmeas Guapa 72 do Cerro Velho, Iracema do Pahecan, Butiá Uruguaiana e Tropilha do Purunã e o macho Hulk do TNT. A premiação de Ginete Destaque na categoria Fêmeas ficou com Charles Fagundes, responsável pela condução da primeira classificada. Já na categoria Machos, o prêmio foi para o ginete de Hulk do TNT, Marcelo Móglia, também responsável pela classificação de outros cinco animais à final.
Na avaliação do jurado Marcelo Montano Coelho, a organização do evento e as condições das pistas estavam muito boas, mas o clima interferiu nos resultados finais. “Se não fosse esse tempo, pelo menos dois outros animais teriam classificado”, avaliou. Presentes na Classificatória, o presidente da ABCCC, Manuel Luís Sarmento, o vice-presidente de eventos, Mário Móglia Suñe e o vice-presidente técnico, Ricardo Vieira Borges, também elogiaram a qualidade das provas e a organização do Núcleo. Para eles, a única ressalva ficou realmente por conta da chuva. “Tudo muito bom, mas o tempo prejudicou, o que acabou refletindo na queda das notas. Os animais tinham potencial, mas o clima limitou”, afirmou o presidente da ABCCC.
Veja os classificados:

Fêmeas
1ª) Guapa 72 do Cerro Velho, filha de La Fronteira Tormento e Oba do Painel; criador: Lizandro Paz Lopes; expositor: Bruno Berwig Tombini; estabelecimento Sementes e Cabanha Tombini, Carazinho/RS; Ginete: Charles Fagundes; Nota final: 19,283.
2ª) Iracema do Pahecan, filha de Rodopio de Santa Edwiges e Cheyene do Paheca; criador: Egídio H. Reali e Thiago Merck Reali; expositor: Paulo Ronei Reali e Thiago Merck Reali; estabelecimento: Cabanha Carpe Diem, Fazenda Vila Nova/RS; Ginete: Filipe Silveira de Ávila; Nota final: 18,587.
3ª) Butiá Uruguaiana, filha de Santa Elba Comediante e Butiá Marília; criador e expositor: Sementes e Cabanha Butiá LTDA, Passo Fundo/RS; estabelecimento: Cabanha Butiá; Ginete: Marcelo Bertagnolli. Nota final: 18,379.
4ª) Tropilha do Purunã, filha de Dom Carrasco do Purunã e Lichiguana do Purunã; criador e expositor: Mariano Lemanski; estabelecimento: Estância São Rafael, Balsa Nova/PR; Ginete: Vagner Jesus Neumeister. Nota final: 18,264.
Machos
1º) Hulk do TNT, filho de BT Faraó e Taipa de Santa Margarida; criador: STUD TNT, Bagé/RS; expositor: Silvio Luís Rickes; estabelecimento: Cabanha Dom João, Eldorado do Sul/RS; Ginete: Marcelo Rezende Móglia; Nota final: 18,564.

Camaquã realiza classificatória de alto nível

20 de junho de 2011 0

Em uma prova considerada de alto nível, com muita dificuldade imposta pelo gado e pela pista molhada, foram definidos mais oito classificados à Final da trigésima edição do Freio de Ouro. Na manhã chuvosa de domingo, dia 19 de junho, o Parque de Exposições Dorval Ribeiro, em Camaquã/RS, sediou a oitava semifinal da seletiva, cuja disputa final será realizada em Esteio, no mês de agosto, durante a Expointer. A próxima classificatória será realizada entre os dias 24 e 26 de junho, na cidade de Passo Fundo/RS.

Na prova das fêmeas, a última etapa ocorreu sem surpresas. Liderando desde as andaduras, a égua Luma da Boa Vista, montada por Fábio Teixeira da Silveira e exposta por Fernando Alberto Scholze, encerrou a prova em primeiro lugar com nota final 19,681. “Faz um ano e meio que ela está em treinamento comigo. Não conseguimos a classificação no Bocal e, de lá para cá, conseguimos aprimorar o trabalho e agora ela andou bem”, descreveu o ginete. Para Scholze, da cabanha Dom Alberto, a idéia é manter a regularidade. “Não vamos mexer no time que está ganhando”, diz.

A categoria foi julgada por Francisco Martins Bastos Sobrinho, João Luis Arísio e Marlus Arruda que destacou o nível bastante uniforme das éguas. “As quatro da ponta conseguiram manter a média e tem grandes chances de chegar forte em Esteio”, comentou o jurado. Os jurados ainda escolheram o ginete Márcio Maciel, como destaque das fêmeas.

Na disputa dos machos, o cavalo Bagunceiro 24 da Trovador, montado pelo ginete Marcelo Móglia e exposto por Adriano, Raquel e Guilherme Mallmann, ficou na primeira posição com média 19,950. “Estou treinando há apenas 20 dias com esse cavalo e acredito que, até o Freio, conseguiremos nos adaptar melhor um ao outro”, diz o ginete. Para Raquel Mallmann, o cavalo ainda tem muito a evoluir. “O trabalho do Marcelo foi excepcional. Agradecemos a toda a equipe e seguimos em grande expectativa para o Freio de Ouro”.

O julgamento dos machos foi feito por Ciro Manuel de Andrade Freitas, Eduardo Móglia Suñe e Lauro Varela Martins que ressaltou o forte nível da prova. “A dificuldade imposta pelo gado e pela pista molhada faz parte da prova, e isso é bom. A alternância de posições mostra que qualquer um deles tinha condições de chegar em primeiro”. O ginete destaque da categoria foi Maurício Niquel.

Ação Beneficente

O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos José Julio Coutinho, de Camaquã, promoveu uma ação beneficente nas duas etapas de mangueira da classificatória. O valor arrecadado na porta de entrada será doado à Liga de Combate ao Câncer do município. Nos dois dias de provas, foi somada a quantia de R$ 1,6 mil, que será destinado integralmente à instituição.

Classificados

Machos

1º Lugar

Bagunceiro 24 da Trovador, filho de BT Lucero e BT Olada Criador: Neri, Adriano e Guilherme Mallmann, Santana do Livramento/RS

Expositor: Adriano, Raquel e Guilherme Mallmann, Cabanha Trovador, Santana do Livramento/RS

Domador: Não Informado

Ginete: Marcelo Rezende Móglia

Credenciadora: Arambaré (média: 20,345)

Nota final: 19,950

2º Lugar

JCL Descuido, filho de BT Fidalgo e Campana Dona-Mala

Criador: Cabanha JCL, Guaíba/RS

Expositor: Cond. Descuido, Cabanha São José e Gilbert Munhoz, Cond. Descuido, Cabanha São José e Gilbert Munhoz, Butiá/RS

Domador: Marlon Moraes

Ginete: Mauricio Niquel

Credenciadora: Esteio (média: 18,054)

Nota final: 19,849

3º Lugar

Agua de Los Campos Y Maquena Criterioso, filho de Lo Miranda on Ramo e Santa Rosario Monona

Criador: Ítalo Zunino Muratori, Santiago/CH

Expositor: Francisco Kessler Fleck/Paulo Roberto Souto, Cabanha A Lo Largo, Gravataí e Viamão/RS

Domador: André Soares

Ginete: Cézar Augusto Schell Freire

Credenciadora: Guaiba (média: 19,172)

Nota final: 19,654

4º Lugar

Esquinazo do Monte Bello, filho de La Frontera Tormento e Valdívia do Capão Grande

Criador: CZ Negócios e Participações Ltda., Sapiranga/RS

Expositor: Sergio Luiz Santos de Sá, Cabanha Incentivo, São Leopoldo/RS

Domador: José de Lavras

Ginete: João Furtado

Credenciadora: Santo Antônio da Patrulha (média: 19,286)

Nota final: 19,445

Fêmeas

1º Lugar

Luma da Boa Vista, filha de Chicão de Santa Odessa e Dunga da Glória

Criador: Fazenda Boa Vista, Vacaria/RS

Expositor: Fernando Alberto Scholze, Cabanha Don Alberto, Santo Cristo/RS

Domador: Leandro Vieira

Ginete: Fábio Teixeira da Silveira

Credenciadora: Canela (média: 20,435)

Nota final: 19,681

2º Lugar

Ressolana do Purunã, filha de Hércules do Purunã e Denúncia do Itapororó

Criador e expositor: Mariano Lemanski, Cabanha São Rafael, Balsa Nova/PR

Domador: João Maria Xavier Lima Neto

Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira

Credenciadora: Santo Antônio da Patrulha (média: 17,971)

Nota final: 19,143

3º Lugar

Piazita do Infinito, filha de Cônsuelo do Infinito e Piá Libertá

Criador: Roberto Sidney Davis Júnior, Porto Alegre/RS

Expositor: Elton José Barreto Enick, Cabanha Don Enick, Santana do Livramento/RS

Domador: Ulisses Vieira

Ginete: Marcio Maciel

Credenciadora: Arambaré (média: 19,671)

Nota final: 18,598

4º Lugar

Vira Vira 360 Maufer, filha de Natan do Itapororó e Querida 123 Maufer

Criador: Maurício e Fernando Lampert Weiand, Lajeado/RS

Expositor: Marcos e Marcelo Lopes, Cabanha Campo Aberto, Arroio do Sal/RS

Domador: Paulo Lima

Ginete: Éverton de Deus Valim

Credenciadora: Camaquã (média: 17,456)

Nota final: 18,512

Lages encerra sexta classificatória ao Freio de Ouro

06 de junho de 2011 0

Força de vontade e superação foram as grandes qualidades destacadas na sexta classificatória ao Freio de Ouro, realizada nos dias 3, 4 e 5 de junho no município de Lages, em Santa Catarina. No lado dos machos, um cavalo recém recuperado de uma lesão: Diamante do Recanto Crioulo. Entre as fêmeas, um ginete que engoliu a tristeza dos quatro anos da morte da mãe e classificou a primeira colocada: César Freire.

O garanhão Diamante do Recanto Crioulo ostentava a quarta colocação, quando enfrentando o frio de cinco graus negativos do inicio da manhã do dia cinco, os vinte finalistas entraram em pista no Parque Conta Dinheiro pela manhã para realizar as etapas finais da prova. “Achávamos que não ia dar pra vir, mas ele teve uma recuperação impressionante”, fala orgulhoso o ginete Eder Ricardo Salgueiro, que também foi consagrado o ginete destaque da disputa.

A conquista do primeiro lugar foi dada na prova de campo final, onde o animal, exposto por Fernando Evers, garantiu as melhores notas e a média final de 19,743. “Ele se superou nesta manhã. Deu tudo o que tinha que dar e mais um pouco”, completa Salgueiro.

A maré de sorte e o sentimento de superação também chegou ao lado das fêmeas. O destaque da prova foi a vitória de Joaquina da Bezinha nas mãos de Cézar Augusto Freire. O ginete, que completa quatro anos da perda da mãe, vem demonstrando um ótimo trabalho em pista e já soma seis animais classificados. “É o sentimento de trabalho bem feito e dever cumprido”, fala Freire.

Os criadores Rouget Gigena Wrege, Frederico Sastre e Luiz Martins Bastos Neto avaliaram os exemplares durante os três dias de prova ao lado do técnico da ABCCC responsável pelo evento, Romeu Koch. As próximas seletivas serão realizadas em Santo Ângelo/RS (10 a 12 de junho) e Camaquã/RS (17 a 19 de junho).

Astra JB de Palermo e Faceiro do Recanto Crioulo vencem etapa de Bagé

31 de maio de 2011 0
A pista do parque Coronel Visconde Ribeiro de Magalhães, em Bagé, foi o cenário no último domingo, para as provas finais da quinta classificatória ao Freio de Ouro 2011. Vintes finalistas participaram da disputa. Entre as fêmeas, o primeiro lugar ficou com Astra JB de Palermo, da Cabanha FTW, de Campo Largo, Paraná, montada pelo ginete Cezar Augusto Schell Freire. Já nos machos, Faceiro do Recanto Crioulo, da Estância Três Coxilhas, Barra Velha, Santa Catarina, foi o primeiro colocado, montado por Daniel Teixeira, que também foi o ginete destaque da etapa. A disputa começou na sexta, dia 27, com a participação de 17 éguas e 21 garanhões.  Os jurados foram Felipe Malfatto Freitas, Hermes Moraes Dourado Filho e Luiz Alberto Martins Bastos. Até agora, o ciclo 2011 contou com etapas classificatórias também em Buenos Aires, Esteio, Montevideo e São Lourenço do Sul. Restam ainda outras sete fases que ocorrerão em  Lages, Santa Catarina, Pato Branco, Paraná, Santo Ângelo, Camaquã, Passo Fundo, Brasília e Esteio.
Classificados:
Fêmeas

1º Lugar
Astra JB de Palermo, box 15
Cabanha FTW, de Campo Largo (PR)
Ginente: Cezar Augusto Schell Freire
Pontuação: 20,746
2º Lugar
Herança do Carrachi, box 11
Estância Vendramin, de Palmeira (PR)
Ginete: Fábio Teixeira da Silveira
Pontuação: 20,702
3º Lugar
Rapariga do Amanhecer, box 10
Cabanha Nova Querência, Brasília (DF)
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Pontuação:20,392
4º Lugar
El Embeleco Esperame, box 16
Cabanha Don Marcelino, de Lavras do Sul (RS)
Ginete: Onildo Gonçalves Nunes
Pontuação:19,688
Machos

1º Lugar
Faceiro do Recanto Crioulo, box 66
Estância Três Coxilhas, Barra Velha (SC)
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Pontuação: 20,167
2º Lugar
Piraí 1533 do Honesto, box 60
Estância Firmeza, de Bagé (RS)
Ginete: Sérgio Augusto Ferraz
Pontuação: 19,331
3º Lugar
Capanegra Martin Fierro, box 56M
Cabanha Capanegra, de Dom Pedrito (RS)
Ginete: Roberto Carlos Ferraz Duarte
Pontuação: 19,221
4º Lugar
Desgarrado do Portal Gaúcho, box 61
Cabanha FTW, Campo Largo (PR)
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire
Pontuação: 19,170