Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Grandes Nomes: Armando Carreirão no SC em Cena

20 de agosto de 2009 1

Divulgação, RBS TV

No próximo sábado, dia 22 de agosto, o programa Santa Catarina em Cena vai exibir ao meio-dia na série Grandes Nomes da Arte Catarinense o especial Armando Carreirão – Memória em Movimento.

Armando Carreirão nasceu em 1925 em Joinville, mas ainda bem pequeno veio com a família para Florianópolis, já que seus pais não se adaptaram à germânica Joinville da época. Formado em Direito, foi nas artes que Carreirão ganhou notoriedade.

Integrante ativo do chamado Grupo Sul, movimento formado por intelectuais e artistas de diversas áreas de criação com o objetivo de promover a cultura em Florianópolis, Carreirão foi o primeiro proprietário da Livraria Anita Garibaldi, tendo como sócio o escritor e jornalista Salim Miguel. O local, que era conhecido como livraria do Salim, foi queimado em ação durante a Ditadura Militar, pois vendia livros importados, muitos desses considerados “subversivos”.

Sempre a frente de seu tempo e precursor na movimentação cultural da cena catarinense, Carreirão dirigiu a peça teatral É proibido suicidar-se na primavera. Também era presidente do primeiro cineclube de Santa Catarina.

A partir da ideia nascida no Grupo Sul de realizar um filme de longa metragem em Florianópolis, Carreirão pôs em prática o que ainda parecia um sonho. O filme O preço da Ilusão foi integralmente filmado em 1957 em Florianópolis, com quase toda a equipe técnica e elenco formado por pessoas do Estado.

Endividado com o filme, que teve dificuldades de finalização e sem o esperado sucesso com o retorno da venda das bilheterias, Carreirão e sua produtora, a Produções Carreirão, investiram nos chamados cine-jornais. Produzidos em 16mm por toda Santa Catarina, eram finalizados em São Paulo e exibidos antes das sessões de cinema, com conteúdo jornalístico 100% catarinense. 

Nestes sábado, no SC em Cena, você poderá assistir a trechos de uma entrevista inédita do cineasta, falecido em 2007. Carreirão conta para a neta, a jornalista Luiza Carreirão, fatos curiosos sobre o seu envolvimento com as artes, com o cinema e com os cine-jornais.

Luíza Carreirão, que se aproximou bastante da história do avô a partir da realização do documentário, conduz o espectador a um período histórico cujas imagens, o rico acervo audiovisual de mais de 150 cine-jornais, praticamente se perdeu. As duas cópias de O preço da ilusão encontram-se desaparecidas, e apenas 10% dos programas cine-jornais encontram-se em acervo.

 Veja a galeria de fotos do especial Grandes Nomes

 Assista aos especiais da série exibidos na RBS TV

 Reveja outros especiais do SC em Cena

Postado por Juliana Herling

Comentários (1)

  • Eliane Heidrich diz: 28 de agosto de 2009

    Parabéns a produção do RBS pela linda homenagem ao poeta catarinense LINDOLFO BELL. Vamos divulgar a cultura.

Envie seu Comentário