Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Em Lisboa, ouça fado

08 de março de 2008 1

Na Adega do Ribatejo, dá para chegar e cantar. Fado, é claro/Rosane Tremea
Sou do tipo que vai a Roma e vê o Papa. Ou seja, uma vez em LISBOA, acho que preciso ouvir fado.


Confesso que não sabia muito sobre esse tipo de música imortalizado por Amália Rodrigues. E agora recorro ao tipo de pesquisa mais simples, o dicionário, para explicá-la um pouco:


%22Canção popular portuguesa, de caráter triste e fatalista, linha melódica simples, ao som da guitarra ou do acordeão, e que provavelmente se origina do lundu do Brasil colônia, introduzido em Lisboa após o regresso de D. João VI (1821).%22

A primeira vez que ouvi fado ao vivo foi na Adega do Ribatejo (Rua Diário de Notícias, 23, no Bairro Alto). Gostei. É uma música melancólica, mas não triste. Ela toca fundo no coração, mexe com a saudade. Se estiver sentindo muita falta de casa ou de alguém, cuidado.

Postado por Rosane Tremea

Comentários (1)

  • Marcelo Xavier diz: 8 de março de 2008

    Lisbooooa, velha cidadeeee,cheia de encanto e beleza! Sempre formosa a sorrir, e ao vestir, sempre airosa
    O branco veu de saudade, cobre o teu rosto, linda Princesa!

Envie seu Comentário