Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Igrejas da Zona Sul, parte I

09 de dezembro de 2009 1

Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia, não é o que dizia Tolstoi?

E que tal quando se pinta o bairro, ou no máximo o bairro vizinho?

Tem tanta coisa à volta da gente que merece um olhar mais demorado, um pouquinho de nossa atenção…

Num sábado de primavera já remoto (no tempo em que fazia sol!), saí com uma amiga a fotografar três igrejas da Zona Sul de Porto Alegre das quais gosto particularmente. Não vou esgotá-las num só dia. Vão aos pouquinhos as imagens e um tantinho de história de cada uma delas.

Eu jurava que ele era mais antigo, pois me lembro do Santuário de Schoenstatt desde sempre. Meu sobrinho mais velho estudou na escolinha que fica no seu pátio, e era uma delícia fazer um passeio para ir até ali. Agora, posso ir a pé.

Lendo um texto enviado pelo leitor Gilberto Rotter ao ZH Zona Sul, descobri que a capelinha branca que fica em frente à Praça Caraíbe (Rua Carajás, 233), na Assunção, está ali só desde 1986.

Fotos: Rosane Tremea

É uma réplica do primeiro santuário situado no Vale de Schoenstatt, na cidade alemã de Vallendar. Como esses, existem cerca de 200 santuários no mundo, todos ligados ao Movimento Apostólico de Schoenstatt, fundado em 1914 pelo padre José Kentenich.

Talvez achasse que a capelinha pequena e invariavelmente enfeitada com flores frescas fosse mais antiga porque desde sempre vi minha mãe fazendo as novenas da Mãe Três Vezes Admirável.

Mesmo que você não seja religioso, num passeio à Zona Sul, dê uma passadinha por lá. É um lugar silencioso, acolhedor, bom para colocar os pensamentos em dia.

Postado por Rosane Tremea

Comentários (1)

  • ZH Zona Sul » Blog Archive » Uma igreja com vista para o Guaíba diz: 13 de dezembro de 2009

    [...] > Igrejas da Zona Sul, parte I [...]

Envie seu Comentário