Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gelo, beleza e arte na Basileia

09 de fevereiro de 2010 2

Na semana passada, minha colega MARLISE BRENOL esteve na Suíça, Alemanha e França. A esta altura, de férias, já deve estar sob o sol e o calor do Rio de Janeiro, mas antes ela enviou texto e fotos especialmente para serem publicados no blog. Confira:

“Fronteira tríplice entre Suíça, Alemanha e França, a Basileia é uma cidade ao estilo do Velho Mundo. O comércio e os restaurantes fecham cedo, o bonde elétrico é pontual, as pessoas são gentis e, aparentemente, desconhecem a palavra estresse.

Na cidade predominam prédios de estatura mais baixa, os motoristas param na faixa de pedestre sem precisar levantar a mão e as ruas não têm um único chiclete jogado no chão.

E como uma cidade exemplar de uma espécie rara no século 21, o melhor da cidade são os museus. O mais belo deles e relativamente recente, criado em 1997, é o da Fundação Beyeler.

Exposição de arte moderna conta com obras originais de Van Gogh, Paul Gauguin, Joan Miró, Paul Cézanne e até Andy Warhol, com o seu famoso autorretrato. Mas o que mais chama atenção, pelo tamanho e valor, é o quadro sem nome do expressionista abstrato Jackson Pollock, que chegou a ser considerado um dos mais caros do mundo.

Fora do museu a paisagem é igualmente admirável. Afastado uns 15 minutos do centro da Basileia, o prédio da fundação fica em uma área aberta próxima a pequenos alpes. Por isso, apesar de não nevar aqui nesta semana, flocos se acumulam no chao completando a paisagem.

Caminhar na noite de 1°C também é um programa legal para quem gosta de gastar sola de sapato para sentir o ambiente. Claro que depois das 19h a caminhada será sem possibilidade de entrar em muitos lugares. Uma exceção é o BarRouge, que fica no 31º andar do prédio mais alto da cidade. O arranha-céu é como a fundação Beyeler – traz um pouco do século 20 a uma cidade que guarda traços do século 15.”

Comentários (2)

  • Clarissa diz: 9 de fevereiro de 2010

    Morei por um ano na Basileia. É um cidade encantadora, assim como toda a Suiça. Vendo as fotos, fiquei com saudades… O inverno é bem assim, não neva muito, não neva frequentemente, mas neva. Na primavera, vêm as flores. No verão um calor agradável e no outono, folhas laranjas e amarelas caem nas ruas. Estações perfeitas, clima maravilhoso. Na época do natal, os shopings, malls e as galerias fecham mais tarde, o centro da cidade fica todo enfeitado e as feiras nos finais de semana ganham um sabor especial. É realmente uma delícia… ; – ) !

  • Audri diz: 9 de fevereiro de 2010

    Nossa, fiquei realmente contente que a ZH contou um pouquinho de Basileia, moro aqui a 12 anos e tudo continua igualzinho como contado!
    Basileia é uma cidade cultural linda, sem falar que é super atraente em qualquer estação do ano.
    Marlise, pena que não ficastes mais um pouquinho, dia 22 de Fevereiro inicia o Carnaval – Fasnacht (www.fasnacht.ch) – que tradicionalmente começa às 04.00 da manhã, definitivamente o grande highlight do inverno.
    Obrigada por contar um pouquinho da minha 2a casa!

Envie seu Comentário