Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Entrevista: Roberto Rosenfeld, vencedor do Escadas do Mundo

29 de junho de 2010 3

Na semana passada, tanto no blog quando na coluna de Zero Hora, foi revelado o vencedor do concurso cultural Escadas do Mundo. Hoje eu publico uma entrevista com o Roberto Rosenfeld, que acertou que a escadaria era a da Torre de Pisa e teve sua frase escolhida entre os que deram a resposta correta.

Roberto mudou-se recentemente para o México, onde vai trabalhar pelos próximos dois anos. Foi de lá, por e-mail, que ele respondeu as perguntas abaixo (ele também mandou uma foto, tirada no Zócalo, o marco zero e centro histórico da Cidade do México, uma praça gigantesca!). Confira:

Recortes de Viagem – O que te chamou a atenção no livro Segredos dos Lugares Mais Extraordinários do Mundo (o prêmio oferecido) a ponto de participar do concurso cultural?

Roberto - Eu sempre tive muito interesse em viajar e sempre gostei muito de conhecer novos lugares. Tanto isso é verdade que nesse ano aceitei uma oportunidade e me mudei para o México, país grande e com muitos lugares diferentes para conhecer. Mas em todas as minhas viagens eu sempre evito os trajetos “convencionais” dos turistas em geral, sempre tento encontrar lugares menos conhecidos e, muitas vezes, extraordinários. Acho que foi isso que me identificou com esse livro e esse concurso, pois é a visão de um fotógrafo de alguns lugares que poucos turistas têm tempo e coragem de desbravar. Quem sabe essas fotos não me dão novas idéias para futuras viagens, não é verdade?

Recortes de Viagem – Tu conheces a Torre de Pisa? Era tão evidente assim que a escada era da Torre?

Roberto - Eu fui para a Itália quando tinha 9 anos de idade com meus pais e conheci a Torre de Pisa nessa oportunidade. Mesmo sendo ainda uma criança, consigo lembrar que o ponto turístico da Itália que mais me marcou foi a Torre de Pisa, mais que o Coliseu, Fontana di Trevi e que todos os outros. Lembro que fiquei impressionado, que mesmo torta, a torre mantinha-se imponente e era um símbolo daquela cidade. Talvez por isso que quando eu vi a foto da escada eu me lembrei rapidamente da Torre, porque realmente foi um lugar que me marcou.

Recortes de Viagem – Quais lugares conheces e quais pretendes conhecer?

Roberto - Tive o privilégio de já conhecer muitos lugares na minha vida e, felizmente, sempre com companhias ótimas e que sempre me acompanham nos passeios mais legais. Das minhas viagens mais recentes, eu destaco um tour pela Europa que fiz com uns colegas de trabalho pela França, Holanda e Espanha; uma viagem sensacional que fiz com minha namorada por Pernambuco e essa longa viagem que fiz para a Cidade do Mexico, aonde vou morar pelos próximos 2 anos.
Em curto prazo, quero conhecer boa parte do Mexico, que é um país incrível e com muitos lugares legais para visitar, especialmente as praias! Também pretendo conhecer alguns países da Europa que ficaram de fora da minha última viagem, como Inglaterra, Norte da França, parte da Itália e Grécia. Quero também aproveitar que estou perto dos Estados Unidos e ir para Los Angeles e Las Vegas.

Recortes de Viagem – O que te leva a viajar?

Roberto - Quando eu era menor, os meus avós me levavam para viajar e me ensinaram que a melhor forma de aprendermos sobre a história e o conhecimento do mundo não está nos livros e sim nos lugares e nas culturas que você tem o privilégio de conhecer. Quando eu viajo, sempre tento conhecer as pessoas, provar as comidas típicas e conhecer um pouco da cultura da região. Acho que isso nos faz crescer e ter uma nocão do mundo bem maior do que a das pessoas que se mantêm sempre no seu próprio mundinho. Acho que, quando você viaja, precisa abdicar muitas vezes de caprichos e confortos para fazer alguns passeios diferentes (daqueles que não passam no City Tour), que são justamente os que acabam nos surpreendendo mais.

Recortes de Viagem - Qual tua próxima viagem?

Roberto - Minhas próximas viagens serão quando minha namorada, família e amigos puderem vir me visitar aqui no México. Pretendo conhecer Cancún, Puerto Vallarta, Acapulco, Los Cabos… Enfim, todas aquelas praias que a gente só vê em papel de parede de computador!!

Comentários (3)

  • Giaco diz: 29 de junho de 2010

    Rosane, achei bem legal a entrevista do Roberto. Se eu o conhecesse, iria sugerir para ele aproveitar que está morando no México e também ir conhecer o Canal do Panamá, que é uma das construções mais geniais que o homem já produziu nessa vida.

    Minha única ressalva é essa camisa que ele vestiu na foto… bem que podia ser uma azul com listrar pretas, não acham?

  • Edson diz: 29 de junho de 2010

    Gostaria de discordar do leitor Giaco. A camisa da foto é totalmente adequada à situação, afinal o Chapolin é Colorado, né gente?
    A única ressalva que faço é em relação aos “lugares a visitar”. Faltou Guadalajara, palco da final da Libertadores entre Inter x Chivas.

  • Rafael diz: 30 de junho de 2010

    Também acredito que esta camiseta não é adequada para representar o nosso sofrido povo gaúcho em pagos distantes, uma do tricolor de Porto Alegre seria bem mais apropriada. De resto, diria para o Roberto visitar Acapulco, a belíssima praia imortalizada em episódios dos seriados Chaves e Chapolin.

    E segue o baile!!
    ATZ!

Envie seu Comentário